16 novembro 2019

Resenha: Vozes do Joelma, os gritos que não foram ouvidos - Vários autores

em 16 novembro 2019

Comente aqui

Marcos DeBrito, Rodrigo de Oliveira, Marcus Barcelos e Victor Bonini são autores reconhecidos pela crueldade de seus personagens e grandes reviravoltas nas narrativas. As mentes doentias por trás dos livros A Casa dos Pesadelos, O Escravo de Capela, Dança da Escuridão, Horror na Colina de Darrington, Quando ela desaparecer, O Casamento, Colega de Quarto, e da série As Crônicas dos Mortos, se uniram para criar versões perturbadoras sobre as tragédias que ocorreram em um terreno amaldiçoado, e convidaram o igualmente perverso Tiago Toy para se juntar na tarefa de despir os homicídios, acidentes e assombrações que permeiam um dos principais desastres brasileiros: o incêndio do edifício Joelma. O trágico acontecimento deixou quase 200 mortos e mais de 300 feridos, além de ganhar as manchetes da época e selar o local com uma aura de maldição. Esse fato até hoje ecoa em boatos fantasmagóricos que envolvem a presença de espíritos inquietos nos corredores do prédio e lendas sobre lamúrias vindas dos túmulos onde corpos carbonizados foram enterrados sem identificação. Algo que nem todos sabem, é que muito antes do Joelma arder em chamas no centro de São Paulo, o terreno já havia sido palco de um crime hediondo, no qual um homem matou a mãe e as irmãs e as enterrou no próprio jardim. Devido às recorrentes tragédias que marcaram o local, há quem diga que ele é assombrado por ter servido como pelourinho, onde escravos eram torturados e executados. E sua maldição já fora identificada pelos índios, que deram-lhe o nome de Anhangabaú: águas do mal. Se as histórias são verdadeiras não se sabe... A única certeza é que a região onde ocorreu o incêndio tornou-se uma mina inesgotável de mistérios. E, neste livro, alguns deles estão expostos à loucura de autores que buscaram uma explicação.


                                           Ficha Técnica Da Obra
Páginas: 288|Ano:2019|Idioma: Português|Editora: Faro Editorial|ISBN: 9788595810884| Gênero: Ficção / Literatura Brasileira | Skoob | Livro gentilmente cedido em parceria com a editora.

                              Compre: ♥AMAZON SUBMARINO AMERICANAS 



Trazendo uma coletânea de contos de autores nacionais, conhecidos por suas histórias assustadoras e muito boas, Vozes do Joelma entrega 4 visões diferentes porém conectadas que têm em comum um lugar: o Edifício Joelma, prédio que ficou famoso na década de 70, infelizmente por ter sido local de uma tragédia. A construção localizada no centro da cidade de São Paulo pegou fogo, deixando mais de 190 mortos e de 300 feridos. O terror do fogo fez com que várias pessoas se jogassem dos 25 andares, na esperança de conseguirem se salvar. 

Com base no prédio e na tragédia, esses quatro autores nos entregam contos escuros, amedrontadores e muito reais. Apesar de não ser chegada a contos, eu devo dizer que conheço a escrita de três dos quatro autores, e não poderia ter ficado mais satisfeita com cada conto.

Com base numa história real, Marcos DeBrito nos apresenta um personagem pavoroso, capaz de coisas inimagináveis, nos fazendo questionar a possibilidade de um crime tão hediondo, duvidar da capacidade humana para a maldade tão pura e cruel.

Marcus Barcelos ganha meu coração com a escrita mais leve, com aquela pegada do acidente e de todas aquelas almas perdidas pelo lugar. Sua história tem um tom menos sombrio, mas é maravilhosa, e tem um final que eu definitivamente gostei muito. 

Rodrigo de Oliveira dá velocidade e aflição pra leitura. Seu conto é muito real e desesperador, um misto do pior lado humano e do sobrenatural. O desespero e a angústia neste conto é muito real. A aflição nasce no seu peito sem você nem perceber.

Victor Bonini muda um pouco o tom das histórias,  apresentando personagens que vieram depois do acidente, depois do caos, mas que ainda assim, por viverem naquele lugar carregado de memórias de horror, são afetados por eles e talvez essa interferência seja muito maior do que parece. 

Na cultura pop, casos como esse ganham fama e notoriedade pelo mundo afora, seja pela tragédia em si, ou pelo interesse que coisas macabras despertam nas pessoas, eu inclusa. Sempre li muito sobre casos assim, onde tragédias reais se tornam histórias, seja no cinema, TV ou livros. Vozes do Joelma trás o caos dessa tragédia, além de abordar, claro, o lado sobrenatural que sempre ganha espaço, quando tantas vidas são perdidas e tantas histórias se cruzam. Confesso que queria muito conhecer o edifício, ver de perto paredes e janelas, portas e pisos, testemunhas mudas de uma história triste e que marcou o país.





0 comentários :

Postar um comentário

TOPO