09 julho 2019

Resenha: O Lado Obscuro - Tarryn Fisher

em 09 julho 2019

5 comentários

Considerada a obra mais visceral de Tarryn Fisher, você entenderá porque leitores de vários países o elegeram como um dos livros mais especiais de suas vidas.Quando a escritora Senna Richards acorda na manhã de seu aniversário, ela não está em seu quarto. Raptada e trancada numa casa em meio a uma tempestade de neve, ela precisa decifrar as pistas ligadas ao seu passado para conseguir fugir. Forjada pela dor, moldada pelo abandono, Senna se tornou uma mulher que destrói antes de ser destruída...Apenas uma pessoa conseguiu atravessar suas barreiras e conquistar sua confiança, mas isso aconteceu há muitos anos...“Isaac era um estranho, mas foi capaz de enxergar minhas feridas mais do que qualquer outra pessoa.”O cirurgião Isaac encontrou Senna em um momento de caos e vulnerabilidade, depois de um furacão que lançava cinzas sobre suas feridas. Ele a ajudou quando ninguém mais pôde, mas agora, tudo está diferente. Depois de tanto tempo distantes um do outro, os dois estão presos na mesma cabana, e podem ser consumidos por recordações que esperavam esquecer. Além do perigo que os cerca, a escassez de comida e água, e os jogos perigosos do raptor, um sentimento antigo começa a despertar, ameaçando romper novamente as defesas de Senna, o que pode ser fatal.



Ficha Técnica Da Obra
Páginas: 288 | Ano: 2019 | Idioma: Português | Editora: Faro | ISBN: 9788595810693 | Gênero: Ficção / Literatura Estrangeira / Suspense e Mistério | Skoob

Compre: AMAZON  SUBMARINO AMERICANAS 


O Lado Obscuro trás a história de Senna, uma escritora de sucesso que acorda um belo dia em um lugar estranho e percebe que foi sequestrada, ela se encontra em uma casa no meio do nada, cercada pela neve, e com Isaac, uma pessoa que ela não via há anos e que trás pra ela memorias muito dolorosas que com certeza ela não quer cutucar.

Mas os dias passam e nada do sequestrador aparecer, quem será que fez isso? Seria algum fã maluco de Senna ou alguém que tem uma história ruim com ela? E porque Isaac? Porque há tantos elementos naquela casa que fazem lembrar a história dos dois?

"Pessoas mentem. Usam você e mentem. Elas não se cansam de dizer o quanto são leais e que nunca deixarão você. Ninguém pode prometer uma coisa dessas. Porque tudo muda como as estações. Eu odeio mudanças."
Pra mim esse livro resume bem a escrita da Tarryn: personagens normais que cometem erros, que quebraram a cara em algum momento da vida e isso os mudou, e é claro uma trama que coloca ambos em situações muito plausíveis e que nos faz pensar no que faríamos se estivéssemos naquela situação. É um livro um pouco mais triste e sentimental que os outros da autora, mas que ainda mantém o clima de suspense e romance, que prende o leitor nas páginas atrás de respostas para esse mistério.

Pra mim Senna foi a melhor personagem da Tarryn até agora, uma mulher que é reflexo de tudo que viveu quando pequena: o abandono da mãe, a loucura do seu pai, e mais reflexo ainda de todas as coisas ruins que aconteceram ao longo da sua vida (olha, essa personagem ganhou o troféu de pessoa mais azarada do mundo!). Ela é imperfeita, cheia de falhas e meio louca, mas ainda assim extremamente vulnerável e humana. Você sente empatia por ela desde a primeira página, se coloca no lugar dela em muitos momentos, e no fim termina com o coração apertado por tudo.

"A espera pela morte é a pior forma de tortura que uma pessoa pode imaginar"

O romance aqui é algo muito mais sutil, através e flashbacks vamos entendendo todo o passado de Senna e porque Isaac está preso com ela, e então percebemos como o amor é algo frágil e perigoso, principalmente para Senna. Algumas passagens me emocionaram muito, pois Tarryn nos mostra que às vezes pensamos ter conhecido o amor, mas quando mais precisamos esse amor não estava mais lá... Porém o amor verdadeiro é aquele que está lá por nós mesmo quando não sabemos que precisamos, nos momentos bons e principalmente nos momentos ruins.e

E sobre o mistério... Gente como essa autora me fez de trouxa! Ela vai jogando pequenas migalhas durante a história para que o leitor possa criar teorias, e eu como sou a rainha das teorias cada hora culpava uma pessoa diferente pelo sequestro hahaha. Mas quando as coisas finalmente foram reveladas fiquei de boca aberta, eu realmente não imaginava.

Não dá pra falar muito (ainda mais aqui), mas podem ter certeza que esse livro é muito bom, na medida certa para o romance, o drama e o suspense, vai apertar o seu coração com força, mas também vai fazer você pensar em uma coisinha ou duas durante a leitura.

“O seu lado sombrio me atrai. A sua veia ruim. Mas, às vezes, ter uma veia ruim pode matar você.”

5 comentários:

  1. Oieee.
    Uma coisa que gosto muito nos livros da Tarryn é isso, ela coloca personagens próximos a realidade que cometem erros e faz o leitor pensar no que faria se estiver no lugar deles.
    Eu quero demais ler esse livro e acabei que nem solicitei quando foi lançado, mas vou comprar, porque amo a narrativa da Tarryn e se tratando de uma personagem escritora com um passado barulhento, vou gostar!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem ?
    Eu vi um outro blog falando sobre este livro. Esse tipo de trama não é o gênero que me atrai, mas fiquei interessada, primeiro porque sou a rainha das teorias (também e adoro), além disso gostei do que diz na capa sobre você poder escolher um amor e não uma alma gêmea, achei forte.
    Dica anotada.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Não conhecia a autora, até porque não é meu tipo de leitura habitual, mas gostei bastante da sua resenha e a personagem ser como você descreveu, com certeza é um ponto positivo. Fiquei bem curiosa com a coisa toda, sua dica já foi anotada para quando eu começar leituras de mistério, quem sabe não começo por esse mesmo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Assim como você, eu adorei realizar a leitura desse livro, a Tarryn tem uma escrita maravilhosa e consegue me impressionar a cada livro escrito.
    A Senna foi uma personagem que eu não consegui me conectar, infelizmente, mas isso não atrapalhou em nada na minha leitura.
    A respeito do mistério, eu passei o livro todo falando que aquela pessoa havia feito aquilo tudo e acabei acertando, de um modo foi bom ela ter feito aquilo, acabou reconstruindo nossa personagem.

    ResponderExcluir
  5. Que mistério mais louco! Agora fiquei curiosa para saber como ela foi parar lá mas o sequestrador não surge nunca? è algo meio que para deixar a pessoa paranóica ou ela mesmo se colocou lá pois tem dupla personalidade? Gente, olha as minhas teorias. Gargalhando.

    ResponderExcluir

TOPO