15 julho 2019

Resenha: Até onde o amor alcança - Julio Hermann

em 15 julho 2019

11 comentários


Talvez estar apaixonado seja uma das melhores sensações da vida. Saber que existe alguém que faz seu coração bater tão forte alegra o nosso dia, mas abrir o coração e deixar tudo para trás quando o amor acaba pode ser difícil. Mostrar vulnerabilidade, raiva, tristeza, perdão e reconhecer erros é o melhor caminho para crescer de verdade.

“Ninguém avisa a gente que amar faz a pele arder e o peito dilatar, seja com as coisas dando certo ou não. Contos de fadas não duram muitos dias na vida real, o amor é o que faz tudo valer a pena. Torço para que você seja feliz, e que possamos caminhar juntos. Hoje eu quero o para sempre, mesmo sabendo que não posso controlar tudo. Há coisas minhas que são tão suas, a ponto de eu não ter coragem de colocar uma roupa nova sobre elas, porque eu não quero te esquecer.”

“Foi muito bom te reencontrar nesse processo. Nas viagens de carro que fizemos, nas noites em restaurantes baratos e nos domingos de carnaval fechados em nosso próprio mundo, nós construímos algo especial.”

“Suportamos isso. Ignoramos inclusive as partes chatas da existência. Esses momentos difíceis retornam, de vez em quando. Contudo podemos nos perdoar e ter novas chances.”

JURAMOS QUE DURARIA PARA SEMPRE MESMO SABENDO QUE O AMOR NÃO VIVE DE PROMESSAS, MAS NÃO VAMOS DESISTIR!

**Autor do sucesso “Tudo que acontece aqui dentro”


"Você coloca a ponta dos dedos nas minhas feridas. Diz que entende a dor. E entende. Mas não quer acabar com as cicatrizes, porque diz que elas me fazem crescer.”
Até onde o amor alcança  é o segundo livro do Júlio pela Faro, o primeiro foi Tudo que acontece aqui dentro (tem resenha aqui) e eu amei todos os textos e o sentimentalismo que o autor consegue colocar nas páginas do livro. Com esse não foi diferente, ainda mais pessoal e sentimental Julio vem falar sobre as diversas facetas do amor, e mostrar que provavelmente você ja passou por algum daqueles sentimentos.

O que mais acontece quando leio algum texto do Julio é a identificação, é impossível não ver aqueles sentimentos tão verdadeiros ali naquelas páginas e não lembrar de algo que você passou que foi exatamente daquela maneira, e isso é algo muito poderoso, pois percebemos que amamos, que evoluímos, que recomeçamos e que se for preciso conseguiremos passar por tudo aquilo novamente. 

"Quando o sentimento é muito maior que a carga emocional que já carregamos, o corpo inteiro sente. Seja para o bem ou para o mal."
É complicado pra mim fazer resenhas de livros assim pois sempre falo que a experiência com cronicas/ poesias é algo muito pessoal, mas o que posso afirmar com certeza é que mesmo tocando em algo tão sentimental quanto o amor, a leitura é incrivelmente fluida, e você vai sentindo tudo ali na hora, sem ficar precisando desvendar a mensagem por trás daquelas linhas. 



Até Onde o Amor alcança é dividido em três partes: Redescobrir-se, Se permitir outra vez e Reerguer-se outra vez, e eu adorei essa divisão pois são "temas" iguais todos reunidos na mesma parte, ficando mais linear toda a linha de textos. 

A edição da Faro é maravilhosa, nem preciso contar isso pra vocês não é mesmo? Nessa, pra cada texto há uma música para acompanhar a leitura, para deixar tudo mais especial e sentimental. E além disso há ilustrações e folhas coloridas... É mais uma edição linda da Faro.

Julio mais uma vez roubou meu coração em seu livro, mais uma vez me vi com tantos sentimentos ali a flor da pele ao fazer essa leitura, e mal posso esperar o próximo livro, pois parece que a cada volume tudo fica melhor e mais intenso. Espero que tenham a oportunidade de conhecer a escrta do Júlio, e de conhecê-lo também, afinal ele é um amor! Foi um dos autores mais simpáticos que eu conheci na Bienal <3 

11 comentários:

  1. Estar apaixonado, sem dúvida, é uma das melhores sensações da vida! Gosto dessa sensação. Ainda não tive oportunidade de ler nada do autor, mas sempre vejo resenhas incríveis e quero deixar meu coração em uma dessas obras também <3

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  2. Sou louca para ler os livros desse autor, pois adoro quando abordam textos que faz com que nos identificamos e apesar de falar sobre o amor algo tão subjetivo e particular de cada individuo e possível ainda assim em algum momento ser tocado por suas palavras. Imagino que esta edição esteja realmente incrível, pois a editora faro nunca deixa a desejar.

    ResponderExcluir
  3. Eu já tinha me encantado pela obra só pela capa, mas o projeto gráfico interno também esta maravilhosos. Também acho que a leitura de cronicas e contos acaba sendo mais pessoal que de uma história mais longa, mas quero te ra mesma experiencia que você teve, por isso já quero ler agora.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Os livros do Júlio Hermann me fascinam, confesso que fico muito curioso com suas leituras. Eles estão na minha lista da Black Friday desse ano.

    ResponderExcluir
  5. Oiee,
    Estar apaixonada pode com certeza ser considerada a melhor e a pior experiência da vida, dependendo do ponto de vista e dos acontecimentos, ainda sim quem nunca se apaixonou? Sentiu um arrepio só de ser olhada? O livro me lembrou muito TCD da Globo que li e amei, foi minha primeira experiência com esse tipo de obra e possa garantir que estou aberta a mais experiências, dica mais que anotada.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Eu li esse livro recentemente e amei ele. Confesso que eu tenho certo receio com livros de textos, mas o Júlio conseguiu ganhar com sua singularidade.
    Ter uma música a cada capítulo só tornou o livro ainda melhor, fora essa edição que está maravilhosa!

    ResponderExcluir
  7. Oi Sabrina, como está?
    Eu adoro livros de crônicas e lembro de ter lido resenhas de outro desse mesmo autor e fiquei muito apaixonada pelo modo como ele escreve apesar de ter lido apenas quotes.
    Tomara que eu encontre esse livro por aqui por um preço bom e possa adquiri-lo!
    Abraços e beijos, Lady Trotsky...
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Ooi,
    Eu tenho um fraco por livros de crônicas e poesias que falam de amor. Sempre marco passagens favoritas e vou me apaixonando de novo durante a leitura. Ainda não conhecia o livro, mas estou colocando ele na lista agora! Amei suas fotos e a resenha, ansiosa para me apaixonar também!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá!!!
    Eu aprendi a gostar de livros com pequenas mensagens assim a partir dos livros da Rupi Kaur e pouco a pouco tenho procurado com livros que trabalhem dessa maneira.
    A diagramação do livro pelas fotos está lindíssima e os quotes colocado por você são uma chave para fazermos gostar mais do mesmo.
    Adorei a resenha!!!

    lereliterario.blogspot.co.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Sou simplesmente apaixonada na escrita do Julio. Seus textos sempre traz reflexões e ele como ninguém sabe como falar sobre amor, tristeza, saudade de uma forma muito especial.
    As edições da Faro dos dois livros dele são espetaculares e dá gosto de ter na estante.

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Acho esse livro tão lindo que só de olhar já da um quentinho no coração, mas depois de ler o que você compartilhou me sinto na obrigação de conferir esse livro e o primeiro também, esse autor parece realmente incrível e estou empolgada para realizar a leitura.

    Beijos

    ResponderExcluir

TOPO