07 maio 2019

Resenha: Stalker - Tarryn Fisher

em 07 maio 2019

12 comentários


Deprimida após sofrer um aborto espontâneo, Fig Coxbury passa seu tempo em praças observando as crianças que poderiam ser a sua filha. Até que uma menininha brincando com a mãe desperta uma obsessão. Logo, Fig se vê mudando de casa e de bairro não por necessidade, mas porque a casa vizinha oferece tudo o que ela mais deseja: a filha, o marido e a vida que pertence a outra pessoa.

Ficha Técnica Da Obra

Páginas: 256 | Ano: 2018 | Idioma: Português | Editora: Faro Editorial | ISBN: 9788595810471 | Gênero: Ficção; Literatura Estrangeira; Suspense e Mistério | Skoob | Livro recebido em parceria com editora  

                                
                                   Compre: ♥AMAZON ♥SUBMARINO ♥AMERICANAS
                    
                                   

"Nós somos produtos das nossas primeiras experiências, replicando as formas como nos ensinaram a amar, a fazer sexo e interagir com a humanidade. Alguns de nós se libertam do passado; outros não são inteligentes o bastante para isso."
Tarryn Fisher é figurinha carimbada nesse blog, não é segredo pra ninguém que eu amo a autora, e compro até suas histórias mais doidas! Hahahah. Agora o livro é para abalar os forninhos, pois é baseado em algo que ela viveu, sim! ela foi perseguida por uma Stalker (e eu juro que a stalker não era eu! hahah), bizarro, não?

Nesse livro vamos acompanhar a história de Fig, uma mulher que vive em um relacionamento chato, e que não consegue ter filhos. Um dia ela acaba observando uma criança linda no parque e percebe que é a sua filha, com uma mulher que não a merece, a mãe má. Mas tem um detalhe nesse papo louco, a criança não é filha dela realmente, mas Fig acredita nisso, e torna esse pensamento uma obsessão, até que começa a seguir a mulher e a criança para saber mais das suas vidas, e depois comprando uma casa do lado a mãe má. 

Fig é esperta, cautelosa, e cada vez mais se aproxima da família Avery. Jolene, Dairus e Mercy acabam caindo no conto da vizinha solitária e solidária, e com suas histórias tristes e sua disponibilidade de ajudar a todo momento Fig vai entrando na vida dessa família, e criando raízes, a ponto que ela sempre está lá, sempre sabe tudo que eles estão fazendo, e sempre está com eles em qualquer lugar que vão. Mas até quando Fig manterá essa sua obsessão sem que eles percebam?

"A felicidade está ligada à sobrevivência. Não se sentir feliz é como fracassar, sobretudo quando vemos nas redes sociais os amigos divulgando coisas boas que acontecem com eles. É tudo falso. Todos passamos mais tempo no limbo do que sendo felizes."
Stalker foi um dos melhores livros que li da Tarryn até agora, a história de Fig chegou de mansinho e pouco a pouco e já estava presa em sua loucura, espiando a família perfeita e querendo gritar para eles correrem porque essa vizinha era cilada Bino!

Tarryn escreve de uma maneira que faz a gente entrar na cabeça dessa personagem que tem uma doença mental, a psicopatia. Ela é uma perseguidora e isso deixa o leitor desconfortável, pois percebemos o quanto é fácil uma pessoa seguir nossoa passos, descobrir tudo de nossas vidas e entrar nelas sem que desconfiamos de suas segundas intenções. 

O livro tem um ritmo muito bom, quando você vê está grudado na história e mal vê ela passando (sério, depois de uns 30% eu demorei uma hora pra terminar esse livro), você quer descobrir como essa história vai terminar para Fig, quer saber mais de Jolene e principalmente de Dairus, que é um psicologo, será que ele vai desconfiar da vizinha maluca?

Eu não vou falar mais nada da história pra vocês, pois quero que se surpreendam com essa história assim como eu me surpreendi. Tenho certeza que vão ficar malucos se perguntando até onde a história de Fig e Jolene é real, o que ali aconteceu com a Tarryn e o que é ficção. Ah, e vai uma dica: deem uma olhadinha no IG da autora antes para imaginar Jolene com o rosto dela, tenho certeza que a leitura vai ficar muito mais real pra vocês. 

Com um ritmo eletrizante, personagens loucos e reviravoltas de tirar o folego, Stalker é o melhor livro da autora que li até agora, e uma boa pedida para quem quer começar a ler algo dela. Leiam e me contem depois se gostaram, tenho certeza que Fig vai deixar vocês morrendo de medo de compartilhar as coisas na internet hahaha. 

"As pessoas que prestam atenção aos detalhes não são tolas; é sinal de que veem de fato a gente. E isso implica um certo esforço. É preciso olhar pra fora de si mesmo pra enxergar os outros. Algo rao hoje em dia."

12 comentários:

  1. Olá.

    O diferencial nessa história é que o livro é narrado pela própria Stalker, e estar em uma mente como a da Fig foi um tanto quanto assustador.
    Eu adorei esse livro e no final fiquei gritando para a Jo fugir do país, Deus me livre ficar perto de uma pessoa igual a Fig.

    ResponderExcluir
  2. Um dos meus livros preferidos da autora.
    A história é bem descrita e os personagens conseguem nos surpreender. Fig é uma personagem que as vezes dá pena e outras raiva. Sem contar que o final me deu uma imensa agonia.. Queria saber mais a partir dali, ainda mais por se tratar de uma história real. E que bom, que a Jo também pôde descobrir verdades importantes sobre sua própria vida.

    Livro excelente!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Não tive oportunidade de ler nada da autora, mas fiquei mega curiosa com essa história louca que tem tudo para me prender. Esse ano estou na vide de livros desse estilo, e já coloquei aqui no skoob para ler esse ano e assim espero conseguir. Mega curiosa com esses personagens!

    beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Uau, já tinha ouvido falar da autora, porém nunca li nada dele ainda, e pelo que vejo esse é por onde devo começar né?! Gosto de histórias eletrizantes e essa com certeza parece ser uma! Adorei essa de que parece ser algo real na vida da autora haha Dica anotada!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Não consigo parar de elogiar seu trabalho. Parabéns pelo texto e pelas lindas fotos. Blogueiras como vc me inspiram a continuar nesse mundo da blogsfera e redes sociais.
    Já li esse livro e também amei, a autora é Diva no que faz.
    Nesse momento estou lendo 'O lado obscuro' dela e estou amando.
    Cada lançamento superar o anterior 👏🏻👏🏻👏🏻
    Amei conferir suas impressões. Ótimo mês para vc!!!

    ResponderExcluir
  6. PARA TUDO! "baseado em algo que ela viveu". SÉRIO? Eu jamais esperava isso desse livro. Já li tantas resenhas e acho que nenhuma abordou esse ponto porque tô chocada! Ainda não li um livro apenas da autora, apenas aquele que ela escreve com a CoHo, sabe? Mas esse livro me despertou muita atenção, ainda mais agora. Já quero!

    Beijos,
    PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  7. Oi Aline.

    A cada resenha que eu leio deste livro, aumenta minha vontade de conhecer a história completa. E a sua opinião está bastante interessante, ainda mais mostrando como a leitura é ágil e estou bem curiosa para conhecer a Fig.

    Bjos
    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi, estou justamente lendo esse livro, acredita? O ritmo da história é mesmo muito bom, a leitura flui e a autora consegue mesmo nos fazer entrar na cabeça da stalker.

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Eu ainda não li esse livro mas escuto bastante coisas ao seu respeito. Eu acho que ainda não li por um certo receio e medo, fico pensando na Fig fazendo de tudo para poder ter amizade dessa família para depois dar o bote, o enredo deve ser muito interessante. Parabéns pela resenha, anotada a dica, bjs!

    ResponderExcluir
  10. Eu venho desejando ler este livro nos últimos tempos. Quero muito, ainda mais sendo uma apaixonada por thriller!rs

    Como sou uma pessoa ansiosa, possivelmente terei medo até da minha sombra depois de ler a história e ficarei me perguntando se as pessoas estão me seguindo.kkkkkkkk Na verdade já passei por uma situação de um garoto me seguir, mas eu era adolescente e a situação foi resolvida com a direção do colégio, que chamou os pais dele lá (e ele nem estudava no mesmo colégio que eu, mas graças a Deus o colégio tomou as providências), mesmo assim sou muito ansiosa.

    Este livro acaba por me lembrar um pouco (muito) um filme antigo e que amo: A Mão que Balança o Berço. Eu perdi a conta de quantas vezes assisti.

    É interessante e assustador a autora ter se baseado em sua própria experiência de vida para escrever a história. Imaginou o horror que ela deve ter vivido.

    ResponderExcluir
  11. Também adoro os livros dessa autora! Li essa semana O lado obscuro, e que livro!
    Stalker também é sensacional, todo aquele clima de suspense e a obsessão da personagem pela família, gzus!
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Fiquei muito curiosa com a leitura! Já li várias resenhas de livros da autora e tenho muita curiosidade de conhecer o trabalho dela, gosto do gênero então com certeza esse livro vai me fisgar. Dica anotada para ler assim que tiver chance.

    Beijos!

    ResponderExcluir

TOPO