03 abril 2019

Resenha: A Pequena Caixa de Gwendy - Stephen King & Richard Chizmar

em 03 abril 2019

14 comentários

A pequena cidade de Castle Rock testemunhou alguns eventos estranhos ao longo dos anos, mas existe uma história que nunca foi contada... até agora.

Viaje de volta a Castle Rock nesta história eletrizante de Stephen King, o mestre do terror, e Richard Chizmar, autor premiado de A Long December. O universo misterioso e assustador dessa pacata cidadezinha do Maine já foi cenário de outros clássicos de King, como Cujo e A zona morta, e deu origem à série de TV da Hulu.

Há três caminhos para subir até Castle View a partir da cidade de Castle Rock: pela rodovia 117, pela Estrada Pleasant e pela Escada Suicida. Em todos os dias do verão de 1974, Gwendy Peterson, de doze anos, vai pela escada, que fica presa por parafusos de ferro fortes (ainda que enferrujados pelo tempo) e sobe em ziguezague pela encosta do penhasco.

Certo dia, um estranho a chama do alto: “Ei, garota. Vem aqui um pouco. A gente precisa conversar, você e eu”. Em um banco na sombra, perto do caminho de cascalho que leva da escada até o Parque Recreativo de Castle View, há um homem de calça jeans preta, casaco preto e uma camisa branca desabotoada no alto. Na cabeça tem um chapeuzinho preto arrumado.
Vai chegar um dia em que Gwendy terá pesadelos com isso.


Ficha Técnica Da Obra
Páginas: 168 | Ano: 2018 | Idioma: Português | Editora: Suma | ISBN: 9788556510754 | Gênero: Fantasia, Ficção, Horror, Literatura Estrangeira, Suspense e Mistério Skoob | Livro recebido em parceria com editora

                                
                                   Compre: AMAZON SUBMARINO AMERICANAS
                    
                                   

"Dá para usar o se pra um monte de coisa até enlouquecer, minha garota."
Ler Stephen King está se tornando cada dia mais normal pra mim, e estou muito feliz por conhecer obras do autor que são menos 'populares', assim consigo ter uma opinião mais limpa por não ter visto muitas resenhas ou comentários sobre elas.

A Pequena Caixa de Gwendy é um livro curto do autor, escrito em parceria com Richard Chizmar a história se passa em uma pequena cidade chamada Castle Rock em 1974. Nossa protagonista é uma garotinha de 12 anos que todos os dias corre em uma escadaria perigosa da cidade chamada Escada Suicida com o objetivo de perder seus quilos extras que são motivo de zombação na escola e fazem ela se sentir mal. 

Um belo dia um homem com um chapéu preto a chama para conversar, e lhe dá um presente: uma pequena caixinha com alguns botões e alavancas, e explica que é um item mágico e com grandes responsabilidades. Ela conseguirá um chocolate especial todos os dias que fará com que ela se sinta saciada, e um dólar de prata que pode valer muito dinheiro para o vendedor certo. Mas há os botões, que devem ser usados com muita sabedoria, o vermelho pode ser usado mais de uma vez, já o preto deve ser evitado a todo custo.

Gwendy recebe o presente encantada como uma criança de 12 anos seria, mas com o passar dos anos a caixa vai se tornando cada vez mais uma responsabilidade que não deixa seus pensamentos. Sua vida começa a mudar, as coisas ao seu redor se tornam diferentes, e a tentação de apertas os botões é cada vez maior.



“[…] segredos são um problema, talvez o maior de todos. Pesam na mente e ocupam espaço no mundo.”
A Pequena Caixa de Gwendy foi uma leitura muito agradável, diferente dos outros livros do autor que já li esse é mais enxuto, com menos detalhes, e isso torna a leitura relativamente rápida e confortável, você mal vê as páginas passando e se sente conectado com a jovem garotinha que tem tamanha responsabilidade nas suas mãos. 

King & Richard criaram uma trama fluida que nos faz pensar como seria ter tamanho poder em suas mãos, ainda mais recebendo esses poderes tão jovem, em uma idade tão volátil como a adolescência. Gwendy poderia usá-los para o mal, poderia usá-los para o bem ou simplesmente ignorar a caixinha em sua casa, e no decorrer da trama os autores nos levam a refletir como uma pessoa não é 100% perfeita  e ética, há momentos de curiosidade, questionamentos e também momentos de maldade, e ainda mostrando que toda ação tem um preço.

Eu gostei bastante da obra e recomendo bastante pra vocês, principalmente pra quem não conhece tanto do autor e quer começar por algum lugar. Vale lembrar também que a edição da Suma está maravilhosa em cada dura e algumas ilustrações internas, deixando o livro ainda mais interessante.


“É normal. Querer saber coisas e fazer coisas é o que move a raça humana.”



14 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Tudo bem?
    Quem me conhece sabe que sou louca pelos livros do King.
    Mais uma vez com maestria o mestre King nos trás um enredo para lá de envolvente e cheio de enigmas para o leitor desvendar.. É uma surpresa atrás da outra, fora o poder que o autor tem em mexer com a nossa mente.

    Amei o livro!
    Também senti que essa leitura foi mais rápida do que os demais do autor costumam ser.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Fiquei muito curiosa sobre os botões, King sempre nos impressiona com seus livros, o outro autor não conheço, mas o livro já coloquei na lista de desejados. Parabéns pela resenha foi direto ao ponto me deixando curiosa sobre o mistério e como Gwendy vai agir dentro da trama, obrigado pela dica, bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oii, tudo bem?

    Ainda não conhecia este livro do autor, mas parece ser uma história bem interessante. Acho que adoraria o livro pelo fato de a trama ser mais enxuta, sem muitos detalhes, porque sinceramente, eu me sinto meio perdida quando o autor detalha muito as coisas.
    As partes reflexivas sobre ninguém ser 100% perfeito e ético me parecem bem interessantes. Estou bem curiosa para saber como a trama vai se desenrolar.

    Obrigada por compartilhar!!
    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Acho super interessante quando dois autores tão bem sucedidos juntam seus estilos de escrita e conseguem mostrar aos leitores histórias surpreendentes. Fiquei bastante curiosa em ler esse livro porque ainda não tinha parado para prestar atenção em seu enredo e porque uma história enxuta do King certamente é uma coisa a ser lida haha Achei a reflexão proposta bastante instigante também, então com certeza entrou pra minha lista. Parabéns pela resenha! Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Amei a postagem, texto maravilhoso, fotos lindas e dica maravilhosa.
    Por enquanto só li um livro do King mas tenho vontade de conferir outros títulos, então sua sugestão é mais que aceita viu. Suas impressões me deixaram bem curiosa. Valeu pela dica. Beijos

    ResponderExcluir
  7. Li esse livro e simplesmente adorei, realmente é uma leitura fluida, que finaliza deixando um gostinho de quero mais. A edição é um show a parte, um ótimo livro para coleção King, ainda que tao diferente do que estou habituada vindo dele.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Oiê,
    Eu nunca li nada do autor, tudo isso por não ser fã de terror. Espero de verdade conseguir quebrar essa barreira qualquer hora dessas. Lendo sua resenha, percebo que esse seria um ótimo livro para inicial!
    Adorei ler a sua opinião!

    ResponderExcluir
  9. Oi Aline.

    Eu ainda não tive a chance de ter este livro, até o momento li do King foi três livros e todos eu adorei. Com a sua resenha a história é bastante interessante e a minha curiosidade aumentou e não vejo a hora de lê-lo.
    Parabéns pela resenha.

    Bjos
    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi, esse é um dos livros do autor que mais quero ler, acho super interessante a ideia de uma simples caixinha ser tão poderosa, não sei se a garotinha vai aguentar a curiosidade e não apertar os botões por muito tempo, eu não sei se aguentaria, rsrs.

    ResponderExcluir
  11. Oi Stalker,
    Fiquei sem entender, pela resenha acreditei que o livro ganharia 5 estrelas já que não houve apontamentos de pontos negativos. Estou com esse livro em casa, e apesar da minha curiosidade fico com o pé atrás com SK, as narrativas dele me deixam cansada com tantos detalhes, mas vou tentar em breve.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Comprei o ebook e ainda não peguei pra leitura. Como gosto do SK fiquei bem curiosa para conhecer essa parceria e por ser um livro curtinho, com elementos mais diferentes além do terror puro acredito que vou curtir.


    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem? Sempre pego essas ficas para ver onde começarei a ler Stephen King. Já tinha ouvido falar da obra, porém nunca li resenha. Após a sua, fiquei bem curiosa, pois o livro sendo relativamente curto, nos anima mais ainda (principalmente quem não conhece). Adorei!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Eu fiquei aqui imaginando esse poder nas mãos de uma adolescente e confesso que foi isso que me ganhou pra querer ler o livro. Li poucas coisas do Stephen King, mas todos que li, amei!!!
    beijos

    ResponderExcluir

TOPO