12 março 2019

Resenha: O amor nas 4 estações - Victor Degasperi

em 12 março 2019

9 comentários

O amor nas 4 estações é uma experiência do sentir.

Experimentar a vida em sua essência, valorizar cada momento, cada evento, cada cair de chuva, farfalhar de árvores. Sentir a vida, a alma, o infinito... tudo parece utópico e lúdico demais? Mas é um desafio diário de viver cada momento de verdade e com intensidade, e depois disso, tudo passa a valer a pena!
Um livro de crônicas sobre a vida e suas nuances, permeando as quatro estações do ano. Mais do que celebrar o amor, o autor nos desafia a a viver um ano inteiro prestando atenção aos detalhes diários que tornam a nossa vida uma grande aventura, e que muitas vezes, deixamos passar.
Victor aceitou esse desafio, e durante um ano viu a vida com os olhos de quem quer achar beleza em tudo, e isso mudou a forma como ele enxergou o mundo. E agora ele faz um convite para você viver a própria vida com intensidade, olhar o amor de outra maneira, de fazer uma releitura do nosso coração.
Sua proposta é de fazer uma leitura do nosso próprio coração. Este é um convite para viver, em profundidade, as nossas próprias estações.

“Quando a felicidade diz que não há nada que você poderia fazer a não ser ir, o coração já pulou. Os grandes momentos das nossas vidas partem de mergulhos corajosos.

Ficha Técnica Da Obra

Páginas: 176 | Ano: 2018 | Idioma: Português | Editora: Faro | ISBN: 9788595810464 | Gênero: Nacional; Crônicas | Skoob | Livro recebido em parceria com editora  

                                
                                   Compre: ♥AMAZON ♥SUBMARINO ♥AMERICANAS
                    
                                   

"A vida me ensinou que os abraços são necessários e que quando dados com sorrisos algo precioso está acontecendo. Me ensinou que as mãos dadas não são mera formalidade e obrigação, mas sim amor dito pelo gesto."


O Amor nas 4 estações é uma coletânea de crônicas do autor Victor Degasperi que tem o propósito de incentivar as pessoas a sentir. Durante um ano o autor se permitiu sentir cada mínima emoção, sentimentos e detalhes ao seu redor, com todo o seu coração e sem pensar no amanhã.

De Outubro a Outubro vamos acompanhando seus sentimentos expostos nas lindas páginas desse livro, que com certeza é o mais lindo da minha estante, e com muita sensibilidade vamos passar de estação a estação acompanhando todo amor que ele sentiu e distribuiu ao seu redor.

É meio difícil transmitir em palavras tudo que senti durante a leitura, pois acredito que tal leitura sempre é muito pessoal e especial para cada leitor, mas com certeza o que posso dizer é que a estação que mais amei foi o inverno (#TeamInvernoFoverer), a estação daquele quentinho gostoso debaixo das cobertas, de ficar juntinho com o crush e de dormir confortável com a pessoa que você ama (ou com seus bichinhos, ou sozinho mesmo com aquela meia quentinha hahah). Pra mim o inverno sempre é mais apaixonante, e Victor com certeza transmite isso nos seus textos, mostrando como o frio pode ser quentinho, e que durante as estações sempre vamos passar por constantes mudanças.

"Não se prepare. Você está aqui para sentir. Sentir ao seu jeito, aos seus detalhes e ritmos internos. Seja você a partir daqui e não se prepare para nada. Sentir é um abraço que começa por dentro, ao encontrar o que você tanto precisava... As estações tem muito para ensinar."
A medida que as estações vão passando amores vem e vão, e Victor explora desde o amor a saudade, mostrando que precisamos sentir tudo, até os sentimentos tristes, pois assim conseguiremos seguir em frente em paz. Além disso também vemos como no decorrer do ano a escrita do autor evoluiu, e é uma experiência incrível acompanhar uma escrita quase diária.






A edição da Faro com certeza é a mais linda da minha estante. Além do corte fazer referência a cada estação, todos os textos possuem uma ilustração linda em aquarela e combinam perfeitamente com os sentimentos que acabamos de ler. Além disso no começo de cada estação há uma ilustração/estampa linda, eu nunca vi tanta delicadeza e amor em um trabalho gráfico assim, sou super a favor de a editora lançar um bloquinho de notas com a mesma formatação hahaha.

Além disso esse livro é super especial por outro motivo, ele foi o primeiro da campanha da Faro sobre o HIV e a Hepatite, incentivando os leitores a fazer o teste, que é muito mais rápido que ler um livro.

"Mesmo com toda a informação que temos hoje sobre a contaminação com HIV e Hepatite, ainda é muito grande o número de jovens contraindo as doenças nos dias de hoje e sem saber que estão infectados. Pensando numa forma de fazer com que a literatura seja também um canal de conscientização, a Faro Editorial decidiu apoiar a campanha “Fique Sabendo” e começará a divulgar em seus livros a partir deste mês, colocando informações sobre como fazer o teste gratuito desses virús com o slogan “Fazer o teste de HIV e Hepatite é mais rápido que ler um livro.”“Quando um amigo infectologista informou que, numa cidade como São Paulo, em alguns grupos, a taxa de contaminação com o HIV chega a 25% da população jovem, decidimos colocar a nossa editora nessa campanha. Grande parte das pessoas não sabe que é portadora do vírus, e não se trata com os medicamentos. A ideia e ser mais uma voz que se comunica com os jovens para se proteger e fazer os testes regularmente. "

Enfim, O amor nas 4 estações é um livro lindo, que nos motiva a sentir cada mínimo detalhe ao nosso redor, vocês vão se apaixonar pela escrita do amor, ficar suspirando e querendo marcar todas as páginas com as palavras intensas e que faz a gente se identificar a cada linha.

"Nunca sabemos o que virá, mas sabemos o que somos. Em momentos tristes ou felizes temos sempre nós mesmos. E é no nosso íntimo que mora tudo o que precisamos"



9 comentários:

  1. EU AMO esse livro.. É um dos preferidos da minha estante...
    Sem falar que a escrita do Victor é muito gostosa, a gente realmente se sente dentro dos textos dele

    ResponderExcluir
  2. Oi!


    Tudo bem?


    Então, assim como você amo o inverno. Gostei muito dessa particularidade em perceber como o autor evoluiu a escrita durante o tempo que se propôs a escrever. Essa sensibilidade é única e a proposta é bem inusitada. Não conhecia a obra, mas gostei da forma "leve" que você apresentou. Beijos e muito obrigada por essa dica.

    ResponderExcluir
  3. Eu amei a capa do livro, as ilustrações são maravilhosas também! O que traz sensações muito bacanas é saber que se trata dos sentimentos humanos, eu com certeza adoraria ler, e sua resenha está maravilhosa!

    ResponderExcluir
  4. Se tem coisas que gosto nessa vida literária são edições caprichadas e essa está um luxo, já quero só por isso. Mas aí tem as cronicas cheias de sentimentos, que é outra coisa que me agrada muito e nem preciso dizer que o fato dela nos despertar para os simples detalhes da vida me ganha o coração, pois tento fazer disso um mantra. Obrigada pela sugestão, quero muito esse livro na minha cabeceira.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Oi Aline.

    Pelas fotos a edição do livro é um espetáculo! Confesso que fiquei com muita vontade de ter o livro em minhas mãos, porque além da edição, sua resenha também despertou meu interesse pela história. Vou adicionar na minha lista de desejados.

    Bjos
    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Me apaixonei pela diagramação do livro e já quero ler e ter na minha estante. Deve ser uma leitura sensível e simples e isso me agrada muito.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Eu estou lendo muitos contos ultimamente e estou encantada por este livro! Amei cada detalhe que você apresentou e ainda mais que o mesmo faz você sentir! Acho que não tem coisa melhor.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Comprei esse livro na Amazon dia desses e estou esperando chegar para iniciar a leitura. Sou apaixonada por crônicas, textos que nos fazem refletir e as edições da Faro Editorial são lindas.

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  9. Olá!!!
    Eu também sou #TeamInverno, porém admito que não sou a maior leitora de crônicas que possa conhecer.
    Você conseguiu me convencer a dar uma chance ao livro e ao mesmo tempo eu adorei essa atitude da editora.
    Eu achei as fotos lindíssimas e espero quem sabe me apaixonar por esse livro que nem você.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir

TOPO