31 outubro 2018

Corte de Gelo e Estrelas - (Corte de Espinhos e Rosas # 3.1) Sarah J. Maas

em 31 outubro 2018

13 comentários

O aguardado spin-off da série Corte de Espinhos e Rosas.

Feyre, Rhys e seu círculo íntimo de amigos ainda estão ocupados reconstruindo a Corte Noturna e tentando manter a paz, conquistada a base de muito esforço e perdas pessoais, após a queda da muralha.

Mas o Solstício de Inverno finalmente está próximo e, com isso, um alívio merecido. Compras, festas, celebração e a promessa de dias tranquilos. A atmosfera festiva não consegue, entretanto, impedir que as sombras da guerra se aproximem.

Em seu primeiro Solstício como Grã-Senhora, Feyre ainda lidando com os horrores do passado recente, e percebe que seu parceiro e sua família têm mais cicatrizes do que ela esperava – cicatrizes que podem impactar o futuro, e a paz, de sua Corte.


Ficha Técnica Da Obra

Páginas: 258 | Ano: 2018 | Idioma: Português | Editora: Galera record | ISBN: 9788501302694 | Gênero: Fantasia; Ficção; Jovem adulto; Romance | Skoob

Compre: AMAZON  SUBMARINO AMERICANAS 



Olá Stalkers! 
Vou começar essa resenha pedindo desculpa pelo sumiço aqui do blog, infelizmente Outubro foi um mês bem tenso mentalmente pra muita gente, e como eu já estava mal antes da eleição, fiquei ainda pior durante esse mês. 

Mas, se é pra voltar temos que voltar com um livro bem aguardado por mim, que é Corte de Gelo e Estrelas, um 'conto' que a Sarah lançou para interligar os próximos livros da série (que serão de outros personagens) e também mostrar como nossos queridinhos de Velaris (e outros de fora) estão lidando com todo o horror do pós guerra. 

Nessa pequena história vamos acompanhar nossos personagens passando pelo Solstício de Inverno, que é uma data muito importante na maioria das Cortes, e que trás para Feyre lembranças nem tão boas assim, de quando ela estava na Corte Primaveril. 

Ali em Velaris a tradição é presentear os amigos, passar a noite bebendo e comendo com aqueles que você ama, com sua família, mas as coisas não estão tão fáceis assim para todos os moradores dessa cidade maravilhosa, e muito menos para as irmãs de Feyre, que ficaram extremamente marcadas por tudo que as aconteceu no último livro. 

"... Depois de a matarmos, quando eu não podia dizer a ninguém como eu me sentia... sobro como as coisas eram realmente ruins, ainda assim contei a você. Sempre pude conversar com você. Acho que meu coração sabia que você era meu muito antes de eu perceber."

Essa é uma história bem curtinha, mas que você devora cada letra, cada página, e fica implorando por mais histórias, por mais conteúdo, pois é impossível não se apaixonar por essa família em que Feyre acabou se encaixando. 

Mas Sarah também trás uma visão bem realista nesse livro, mostrando que a Guerra deixa marcas nas pessoas, que você fica com sequelas emocionais, que a reconstrução da cidade não é algo fácil, que várias famílias perderam seus membros ali e ainda guardam muito rancor e dor, e principalmente, que a tarefa de unir as Cortes e trazer 'Paz' em conjunto com o mundo mortal não está nem perto de ser fácil. 

Eu adorei essa realidade na escrita da autora, principalmente por ocorrer em um evento não marcante para a protagonista, mas tudo foi feito com tanta leveza e doçura que nos mostra que há esperança, que mesmo em meio ao caos ainda devemos acreditar que vamos conseguir encontrar a paz, nos encontrar novamente, nunca seremos as mesmas pessoas de antes, mas ficar parado aterrorizado não é uma opção. 

E um detalhe importante que preciso comentar que é polêmico: parem de achar que Feyre tem que abdicar da felicidade pela Nestha, que se todos deveriam estar tristes e tentando ajudar ela a todo custo ao invés de comemorarem felizes aquela data tão importante em Velaris. Há uma romantização muito grande de que família é família e você deve ajudar ela a todo custo, eu não acredito nisso. Família é a que está ao seu lado, a apoia, e se você tenta ajudar a pessoa, ela se recusa, e você só se fere enquanto está fazendo isso, é hora de deixar a pessoa de lado para que ela se levante sozinha, para que Nestha se encontre e consiga se reerguer dessa crise sem a ajuda de Feyre, Rhys, Cassian ou qualquer outro personagem. O mesmo vale para o 'perdão' de Tamlim, ninguém é obrigado a perdoar ninguém não gente. Vamos ser mais 'realistas' e parar de achar que em um mundo de fantasia acabou a guerra vamos todos nos perdoar e viver dançando em harmonia esquecendo tudo que aquele te fez no passado. 

Eu amei esse livro do começo ao fim, e queria mais páginas de Rhys e Feyre juntos, pois são o meu casal favorito de toda a vida, mas por outro lado foi um 'até breve' mais que perfeito, pois espero vê-los em breve nos próximos livros, mesmo que seja só de passagem. Velaris sempre será como um 'lar' pra mim. 


13 comentários:

  1. Olá!
    Já vi algumas resenhas elogiando essa saga, mas nem imaginava que ela tinha um spin-off também! Eu acho as capas desses livros lindas, mas ainda não pude lê-los. Tenho curiosidade para conferir, pois adoro histórias de fantasia. Saber que esse spin-off traz a abordagem dessa questão sobre as marcas provocadas pela guerra me faz imaginar que ele seja muito interessante pra quem se afeiçoou aos personagens e ainda não quer abandoná-los totalmente após o fim da série. Um dia gostaria de conferir a série! Ótimo post! Beijos!

    Jéssica Martins
    castelodoimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Nossa eu ainda nem consegui ler a trilogia e já tem um #3.5 hahaha Não dou conta!
    Estou muito curiosa com os personagens Rhys e Feyre, parecem fortes e destemidos, pelo visto agrada muitos leitores.
    Ansiosa para iniciar minha leitura.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  3. Já li algumas resenhas sobre essa série e quero muito ler .
    Me diverti aqui com sua indignação quanto as tentativas de ajudar a personagem que não quer ser ajudada e gostei muito de saber que vc realmente gostou da leitura. BJs

    ResponderExcluir
  4. Oi tudo bem? Ainda não li essa série mas só escuto coisas boas sobre ela, comprei o combo mas por causa de leituras de parceria não deu tempo para ler ainda, mas espero que começo do ano que vem fique mais flexível, parabéns pela resenha adoro fantasia com uma mistura de drama e romance na história, dica anota, bjs!

    ResponderExcluir
  5. Fico feliz que esteja melhor e voltou com tudo, pois adorei a resenha, que me deixou mega curiosa para conhecer a escrita da Sarah, ainda mais por saber que é uma escrita realista e que nos deixa implorando por mais. Agora eu devo tirar meu chapéu a você em relação ao cometário sobre família. Eu sempre acreditei nisso, assim como em relação ao perdão. Queria muito que as pessoas fossem mais realistas e menos hipócritas.

    Beijos.
    https://acabinedeleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia essa obra vou procurar conhecer !😀

    ResponderExcluir
  7. Oi Aline.

    Pela sua resenha a história parece ser muito boa. Infelizmente eu ainda não li nenhum livro da série Corte de Espinhos e Rosas. Mas tenho muita vontade porque já li algumas resenhas bem positivas. Vou deixa a dica anotada. Parabéns pela resenha.

    Bjos
    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Nem me fale em tristeza por conta das eleições :(
    Eu não li nenhum livro dessa série, mas tenho muita vontade, principalmente porque acho que todos já leram e gostaram. A única coisa que não ficou muito clara é se esse livro deve ser lido depois da série ou entre alguns dos livros.
    Sobre a Feyre abrir mão de sua felicidade: acho que NINGUÉM deve fazer isso.
    Adorei sua resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oii tudo bem??

    Não li essa serie ainda acredita?? E não conhecia o spin-off
    Espero ler em breve e ficar entusiasmada dessa forma tbm.
    Adorei conhecer um pouco sobre essa fantasia.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bom?
    Só de pensar nessas eleições eu tenho vontade de chorar de novo. Falta consciência de classe e empatia pelo próximo nesse país viu =/
    Mas voltando ao livro, bem, eu faço parte das pessoas abduzidas que ainda não leu absolutamente nada dessa autora ><' rs Mas curti saber o quanto esse spin-off te agradou e o quanto a leitura foi satisfatória para você. Quando a gente é fã de algo e tem um complemento a história bem escrito assim é sempre um presente né?
    Ótima resenha e lindas fotos! ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Todos falam muito bem dessa série, mas confesso que minha curiosidade não foi despertada, ainda. Mas quem sabe me empolgue nos próximos meses!? Então foi ótimo conferir suas impressões. Parabéns pela leitura e pelo texto.

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?

    Eu (Yvens) gostei muito da foto, ficou bem legal. Sobre o livro, já li resenhas super positivas, falam bem da série, mas ainda não me sobrou um tempinho pra desbravar os livros da Sarah. Gostei da sua resenha!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Olá.

    Sempre vejo pessoas elogiando essa saga, mas eu não consegui passar do primeiro livro: abandonei mesmo :x Mas sempre fico feliz em ver resenhas positivas e isso me anima a dar uma segunda chance para o enredo. Adorei a foto. Está uma graça! <3

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir

TOPO