22 junho 2018

Resenha: A parte que falta encontra o grande O - Shel Silverstein

em 22 junho 2018

10 comentários

Na continuação do clássico A parte que falta, Shel Silverstein reflete com sua poesia singela e emocionante sobre amor-próprio e completude. Um livro infantil para todas as idades. A parte que falta está em busca de alguém para completar. Após ser abandonada pelo ser circular, ela aguarda um par perfeito em que possa se encaixar. Ela quer conhecer o mundo, e precisa de alguém que a faça rolar. Mas muitos seres não sabem nada sobre encaixe, outros já têm partes demais e alguns não sabem nada de nada. A parte que falta até encontra um encaixe perfeito, mas sua jornada juntos dura muito pouco. Até que ela se depara com o Grande O, um ser completo, que rola sozinho, e que pode dar a ela um ensinamento que mudará seu modo de enxergar a vida.

Nesta história, leitores de todas as idades vão refletir junto com a parte que falta sobre como podemos nos transformar e descobrir como evoluir nosso amor-próprio. Afinal, será que não podemos todos rolar por nós mesmos em nossas jornadas?

“Eu quero dar esse livro para todas as pessoas que eu conheço.” — Jout Jout

“Não era um pedaço de pizza. Nem um chapéu de palhaço. Desista se pensou numa casquinha de sorvete… Aqui conhecemos a parte que falta — e que queria companhia. Ela desejava ver o mundo. Quem seria delicado, divertido e inteligente para levá-la? Entre algumas decepções, percebeu que também decepcionava. Até que o Grande O apareceu e, sem querer, ensinou-lhe que tudo pode rolar!” — Fernanda Takai

* Livro recebido em parceria com editora* 

Eu amo livros que nos fazem pensar com tão pouco escrito. E quando A Parte Que Falta explodiu em sucesso no canal da Jout Jout eu já fiquei louca de vontade de lê-lo para ver se eu também me emocionaria com essa leitura, se eu também tiraria várias lições desse livro 'para crianças', e posso dizer com todas as letras que todas as minhas expectativas foram alcançadas com louvor. 

Aqui, nesses simples traçados pretos em páginas brancas podemos tirar uma incrível conclusão: você não precisa de ninguém para ser completo, não existe esse negócio de 'a metade da laranja' pois você pode ser a laranja completa. Fora esse pensamento há muitos outros que fui levantando a cada página, e mesmo depois de concluir a leitura, esse é daqueles livros que ficam na sua cabeça, ficam ali amadurecendo e te levando a pensar cada vez mais nas interpretações que simples triângulos e círculos podem ter na sua vida. 

Pra quem ainda não conhece essa história é basicamente o seguinte: A Parte que Falta (esse triângulo simpático aí em cima) está em busca de alguém para completá-la para que ela possa rodar por aí. Ela faz de tudo para encontrar esse "Alguém especial" e muitos aparecem na sua vida, uns são frágeis demais, outros não a notam direito, outros tem pedaços demais faltando... até que ela encontra o Grande O e ele planta uma dúvida nela: "Pra que ela precisa de alguém para rodar por aí? Porque ela não roda sozinha?" 

É a partir daí que tiramos várias reflexões, pois em todo momento da nossa vida estamos buscando alguma coisa, estamos buscando alguém. Ás vezes encontramos 'uma pessoa' que parece nos completar e não dá o encaixe perfeito e precisamos novamente partir em busca de outra 'pessoa para nos completar', mas porque buscamos tanto a tal 'metade da laranja' se nós mesmos podemos ser felizes sozinhos? 

Outras coisas que fiquei refletindo ao terminar essa leitura é de como as mudanças são necessárias na nossa vida, seja mudanças nos nossos sonhos, nos nossos desejos, expectativas ou mesmos nos nossos planos... Às vezes empacamos ali esperando o momento perfeito, a situação ideal e na verdade tudo que precisa para 'ir em frente' é uma mudança, por mais dolorosa que ela possa ser. 

Enfim, por mais simples que possa ser esse livro, ele é muito necessário. Você tirará várias reflexões dessa leitura, ela com certeza vai tocar seu coração de alguma maneira e vocês se verão nessa história, verão como por mais simples que seja a mensagem, ela acerta em cheio, independente da sua idade. 




10 comentários:

  1. Tem continuação que incrivel!!!!!
    acho que saber lidar com o amor-próprio é algo que precisamos muito hoje em dia e um livro que diz tanto com pouco escrito é saber fazer mesmo.
    As mudanças na nossa vida são realmente necessárias, a gente sempre muda com os passar dos tempos e saber que isso é bom é importante.
    Tenho o primeiro e agora quero o segundo ♥ ♥

    ResponderExcluir
  2. Pois é, eu vi o primeiro livro na Jout Jout e depois presenteei com o segundo um amigo e acho lindo a gente perceber que nem sempre precisamos de alguém para sermos completos ou quando descobrimos que temos alguém também é bom.

    ResponderExcluir
  3. São dois livros que faço questão em ler junto com meu filho. Amor- próprio é algo que devemos aprender a sentir desde cedo. Pelo que tenho visto a mensagem que ele transmite é maravilhosa. Saber que a leitura fica amadurecendo na cabeça me anima ainda mais, sem dizer que as reflexões que ele levanta são muito válidas. Quero muito ler, os dois.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Não sabia que tinha a continuação do livro A parte que falta, livro que conheci através do vídeo da Jout Jout no YouTube e fiquei apaixonado pela mensagem de reflexão. Já quero ler a continuação. Adorei a resenha e obrigado pela sugestão.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Gente, tão direto, tão curto e tão relevante!!!! Me emocionei com o video da Jout Jout e comprei por causa do vídeo, mas você fez uma resenha aidna mais reflexiva que ela. Adorei suas palavras
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi!

    Esse livro significa TANTO, ele quer dizer TANTO. É com certeza uma leitura que todos deveriam fazer, porque ele é tão importante e relevante. Eu ainda não tenho a edição física, mas quero muito <3

    beijos!

    ResponderExcluir
  7. Que bom saber que, assim como eu, você também gostou desse livro. Fiquei impressionada com a forma como um livro aparentemente tão simples me trouxe tantas mensagens bacanas.

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Esse livro parece ser mais um daqueles que são vendidos como infantis, mas que trazem grandes lições para os adultos também. Ainda não li, mas ouvi falar muito sobre ele na época que a Jout Jout lançou o vídeo e fiquei muito curiosa para ler.
    Adorei a sua resenha e fico feliz que a leitura te trouxe reflexões tão interessantes. Espero ler em breve, porque acredito que seja uma leitura tocante e que me fará refletir também.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Vi esse livro quando lançou mas não tinha entendido direito sobre o que se tratava. Achei incrível a ambientação e por trazer tantos ensinamentos pertinentes para todas as idades.
    Sua resenha me deixou com vontade de ler e fiquei animada por ser tão bem construído que terá continuação.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  10. Oii.
    Adorei a resenha, li esse livro recentemente também. É impressionante como um livro infantil aparentemente tão simples, pode nos fazer refletir tanto sobre a vida, né?!

    ResponderExcluir

TOPO