Resenha: A outra Sra. Parrish - Liv Constantine

10 comentários


Amber Patterson não aguenta mais. Está cansada de ser uma ninguém: uma mulher sem graça e invisível que não se destaca na multidão. Ela merece mais – uma vida de dinheiro e poder como a que Daphne Parrish, a deusa loira dos olhos azuis, tem e não valoriza. Para todos na pequena cidade de Bishops Harbor em Connecticut, a socialite e filantropa 

Daphne e seu marido Jackson, o magnata do mercado imobiliário, são um casal que parece recém-saído de um conto de fadas. A inveja de Amber poderia consumi-la por dentro.. Se ela não tivesse um plano. Amber usa da compaixão de Daphne para se inserir na vida da família – o primeiro passo de um esquema meticuloso para destruí-la. Em pouco tempo, ela se torna a amiga mais próxima de Daphne, vai para a Europa com os Parrish e suas duas belas filhas, e se aproxima de Jackson.

No entanto, um fantasma de seu passado pode destruir tudo que ela construiu e, se seu segredo for descoberto, seu plano perfeito pode ir por água abaixo.  Com reviravoltas chocantes e segredos tão profundos que te deixarão tentando adivinhá-los até o final da história, A Outra Sra. Parrish é um thriller repleto de emoções e completamente viciante, escrito por mãos diabolicamente imaginativas.

Algumas mulheres conseguem tudo. Algumas mulheres conseguem tudo o que merecem.



*Livro de acervo pessoal da blogueira*

"Uma inveja azeda ficou presa à garganta de Amber quando a elegante casa no estuário de Long Island surgiu."
Se você tem o hábito de roer unhas, coloque luvas ao ler este livro. Eu que não tenho essa mania fiquei seriamente tentada a comer meus dedos durante a leitura. Em A Outra Sra. Parrish, conhecemos Amber e Daphne, nossas duas protagonistas. Duas mulheres totalmente diferentes, de ambientes diferentes, mas ligadas por uma única coisa em comum: a morte das irmãs de ambas, decorridas da mesma doença. E também há Jackson, o brilhante, multimilionário e divinamente lindo marido de Daphne.

Tudo o que Amber está procurando é dinheiro, segurança e poder. Em sua busca para encontrar um homem rico e atraente para satisfazer seus objetivos, ela seleciona o bem sucedido Jackson e Daphne Parrish como seu alvo.


O livro é dividido em três partes, divididas entre as duas mulheres. 

Amber é uma personagem inteligente e sagaz, mas muito mal caráter. A ambição de sua vida é tomar o lugar da outra, sua casa, seu dinheiro, seu status e sobretudo seu marido. Ela planeja cada passo, cada ato, com um cuidado mordaz, calculando cada resultado que deseja alcançar.

Amber é manipuladora, falsa, odiosa em todos os sentidos, e ao passar da leitura, o sentimento de querer que ela fosse apanhada nas mentiras e trapaças só fazia aumentar. Em algumas passagens, temos algumas poucas impressões sobre o passado misterioso dela, embora nada fosse revelado, a suspeita de que seria algo bem inescrupuloso era mais que certa, já que ela é uma mulher bem vil.

A leitura da primeira parte foi um pouco lenta, porque era impossível aceitar que todas as armações de Amber dessem certo, fiquei muitas vezes com uma vontade de gritar para Daphne acordar, ou mesmo dar umas belas bofetadas em Amber. Ela havia planejado com esmero. E havia tido sucesso.
"Disse que estava ansiosa para conhecer Amber melhor. Bem, ela garantiria que a mulher soubesse o mínimo possível. Não permitiria que uma socialite esnobe acabasse com os seus planos. Tinha feito com que a última pessoa que havia tentado investigar a sua vida recebesse o que merecia."
Então, na metade do caminho, o ponto de vista muda de Amber para Daphne, e temos aí uma visão surpreendentemente diferente da história. Finalmente as peças vão se encaixando, o quebra cabeças começa a criar forma, e quem leva a bofetada final é o leitor. Em suma, nada do que parece é!

A frase na sinopse encaixa nesta parte como uma luva: Algumas mulheres conseguem tudo. Algumas mulheres conseguem tudo o que merecem.

Liv Constantine, que é uma junção dos nomes das duas autoras, que por sinal são irmãs, nos entrega uma trama bem engendrada e amarrada. Os leitores lêem duas perspectivas diferentes de dois personagens diferentes para depois entender que a história que é compartilhada por cada um, é completamente inesperada.

"Tudo começou com aquela promessa. E então, como um pára-brisa lascado por uma pedrinha, a rachadura se transformou em fendas profundas que se espalharam até não restar mais nada o que consertar."
Este é um livro que definitivamente merece uma classificação de cinco estrelas. O estilo de escrita é eloquente e tem um bom fluxo, que facilita a leitura e a compreensão, e tem um ótimo desenvolvimento de personagens. A outra Sra. Parrish daria um ótimo filme de suspense, com sua paisagem glamurosa dos ricos e privilegiados e da determinada sociopata que é Amber.

À sua maneira, a história é única e viciante, e manterá os leitores colados a cada página até terminá-la. É uma trama soberba e lasciva de traição, que contém mais de um vilão e tem reviravoltas deliciosas.

A edição da HarperCollins é simples, porém muito caprichada, a capa tem um toque aveludado, com as escritas num tom de dourado envelhecido, as letras são grandes, um espaçamento confortável e nenhum erro de revisão.

A louca dos thrillers e suspense aqui presente diz: Recomendadíssimo! Está entre as melhores leituras do ano, com certeza! A sutileza que foi usada, o jeito que as autoras escrevem, te deixam ávido pelo pela próxima página, para ao terminar, você esteja cuspindo maribondos! Num ótimo sentido! Por favor, leiam o quanto antes! 

10 comentários

  1. Vi que o livro é simplesmente maravilhoso. Realmente, do pouco que pude ler na sua resenha a trama tem uma premissa bem interessante. O fato de ser dividido em duas partes, sendo a última aquela que simplesmente dá uma reviravolta na nossa cabeça me deixou curiosa. Enfim, ótima resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Essa edição é realmente linda demais, quem resiste? Eu nao sou muito desse gênero e fui completamente surpreendida, fiquei de cabelo em pé e chocada o tempo todo, nada é o que parece e sem duvidas isso foi o que mais e surpreendeu;

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Nunca tinha ouvido falar do livro, apenas da editora e como os livros deles têm qualidade.
    Gostei muito da forma como você descreveu cada detalhe, e, apesar de não gostar muito desse gênero, me interessei nele pela rua resenha!

    Beijos!

    www.resenhasetudomaisbr.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Aline,

    Eu, primeiramente, amo essa capa e esse título e não sei bem o motivo. Desde que vi o lançamento, fiquei curiosa, porque apesar de thriller não ser meu gênero favorito, de vez em quando é bom ler algo do tipo. Entendo a primeira parte ser lenta, acredito que tenha sido justamente para introduzir e provar muitas coisas. Fiquei também feliz com a eloquência da escrita, acho isso importante.

    Que bom que gostou da leitura, espero ler logo! :)
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Aline.
    Adorei a sua resenha. Estou doida para ler esse livro e sua opinião só me deixou ainda mais curiosa!!
    Acho que não terei problemas com a parte mais lenta!!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  6. Oi, Aline. Tudo bem?
    É a primeira vez que leio alguma coisa sobre este livro. A capa mais simples não dá muitas pistas da história que ele esconde. Confesso que fiquei bem animado de conhecer o livro, isso porque sou fascinado por thrillers, recheados de muitas reviravoltas. Acho que você conseguiu trazer uma boa descrição do que vamos encontrar na obra. Eu me senti na sua pele, provavelmente ficaria muito irritado com a Amber. Os vilões mexem com os nossos sentimentos, né? Dá muita raiva deles, mas,muitas vezes, são os personagens que dá uma diferencial a obra.
    Adorei conhecer mais do sobre por meio da sua resenha. Adorei a dica e pretendo ler quando tiver oportunidade.

    Abraço!

    meuniversolb.wixsite.com/meuniverso

    ResponderExcluir
  7. Olá, Aline!

    Sua resenha me deixou super envolvida! Sempre amo ler resenhas de pessoas apaixonadas por suspenses! :D

    À primeira vista, seria uma história que eu rejeitaria apesar de ser loucamente apaixonada por thrillers. Porque esse livro tem como ponto negativo ser sobre uma mulher que tenta roubar o lar da outra e não gosto de livros assim, sabe? Todavia, sua resenha despertou muito a minha curiosidade e me fez reconsiderar. Assim, é um livro que lerei.kkkkk...

    Além disso, a história me faz pensar muito num filme bem antigo que amo: A Mão que Balança o Berço.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Esse livro me surpreendeu, fiquei com pena da Daphne e no final a reviravolta me fez ter orgulho da personagem que conseguiu se livrar de uma bela enrascada que era seu casamento.
    Como fã de suspense e thriller mesmo que não seja inovador é sempre uma boa leitura.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  9. Oi Aline,
    Gosto de suspenses, mas esses livros em que uma pessoa manipula a outra costumam me deixar mais nervoso ainda. Fico com raiva e mal por ver a maldade humana em uma das suas formas mais cruel. Adorei a resenha e fiquei bem curioso.
    Com amor, André

    ResponderExcluir
  10. Olá Aline,
    tenho muito interesse em realizar essa leitura. Tenho lido muitos elogios a esta história e além disso fiquei bem atraída pela premissa... Gosto de livros do gênero e embora já me veja passando raiva com as atitude de Amber, mal posso me aguentar de ansiedade para descobrir como esse desfecho se dará.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir