18 junho 2018

Resenha: Birthday Girl - Penelope Douglas

em 18 junho 2018

19 comentários

JORDAN
Ele me levou quando eu não tinha outro lugar para ir.
Ele não me usa, me magoa ou se esquece de mim. Ele não me trata como se eu não fosse nada, me dava por garantido ou me fazia sentir inseguro.
Ele se lembra de mim, ri comigo e olha para mim. Ele me escuta, me protege e me vê. Eu posso sentir seus olhos em mim sobre a mesa do café da manhã, e meu coração bate tão forte quando eu o ouço entrar na garagem depois do trabalho.
Eu tenho que parar isso. Isso não pode acontecer.
Minha irmã me disse uma vez que não há bons homens, e se você encontrar um, ele provavelmente não está disponível.
Apenas Pike Lawson não é o indisponível.
Eu sou.

PIQUE
Eu a levei porque pensei que estava ajudando.
Ela cozinhava algumas refeições e limpava um pouco. Foi um arranjo fácil.
À medida que os dias passam, no entanto, está se tornando tudo menos fácil. Eu tenho que parar minha mente de ir até ela e parar de prender a respiração toda vez que encontro com ela na casa. Eu não posso tocá-la, e eu não deveria querer.
Quanto mais eu encontro meu caminho cruzando o dela, mais ela está se tornando parte de mim.
Mas não somos livres para dar isso. Ela tem dezenove anos e eu tenho trinta e oito.
E o pai do namorado dela.
Infelizmente, os dois acabaram de se mudar para a minha casa.
*E-book de acervo pessoal da blogueira* 
“Desejos de aniversário nem sempre se tornam realidade, então eu não perco a chance quando apago uma vela.”
Eu amo livros com temas tabus, mas não aqueles que são feitos de forma sem sentido algum, gosto quando existe uma evolução, só na maciota hahahahah

Birthday Girl conta a história da jovem e corajosa Jordan, que namora com Cole. Eles eram amigos e hoje moram juntos, mas Cole é imaturo e irresponsável, não é cruel nem nada do tipo, só idiota mesmo. Por conta dele Jordan acaba de perder o contrato do apartamento que alugava junto com ele e está sem ter para onde ir, ela não quer voltar para o parque de trailers onde seu pai negligente mora com sua madrasta e o filho dela. E nem com sua irmã, que apesar de ser muito amiga dela e ambas se apoiarem, tem um filho pequeno e seu próprio estilo de vida. Nesse cenário ela vai acabar morando com Cole na casa do sogro, Pike.

Numa retrospectiva de um dia, precisamente no dia do seu aniversário, Jordan mais uma vez fica na mão com Cole que esquece de busca-la no bar onde trabalha e ela queria muito comemorar assistindo um filme de terror da década de 80 no cinema da cidade, lá ela vai conhecer Pike e ambos vão ter uma afinidade, não é nada “oh deus que cara gostoso, meu sangue ferve, acho que me apaixonei” Não, nada disso. Eles simplesmente sentem que querem conversar mais, gostaram um do outro, rolou uma simpatia e um pensamento de talvez se...

“Acontece que minha garota dos sonhos pertence a uma pessoa que me mataria por machucar.”
Jordan pode ser jovem, 19 anos, mas é muito batalhadora, sonhadora com os pés no chão, ela deseja para si um futuro melhor, ela quer que alguém se importe, e principalmente ela quer ser independente. Pike é um homem solitário há alguns anos, desde o divórcio com a mãe de Cole, que manipula o filho sempre contra o pai. Ele desistiu de muitos sonhos e possibilidades para cuidar do filho e acabou que se acomodando na vida. Jordan traz com ela um novo frescor, faz ele desejar.

Com a convivência começa a rolar uma tensão sexual pesada entre eles. Cole é praticamente ausente e quando dá as caras é só pra fazer merda. E temos a ex embuste. E tudo o que vem com a atração de um homem 20 mais velho por uma jovem, com o agravante namorada do filho. Teve momentos que senti as faíscas.

"O tempo passa por você como uma bala", diz ele, "e o medo lhe dá as desculpas pelas quais você deseja não fazer as coisas que você sabe que deveria."

Gostei bastante do livro, Jordan me cativou com sua luta, me identifiquei muito com ela em várias vezes,. O livro te prende do começo ao fim, você fica em suspenso que a qualquer hora vai rolar algo e no fundo sabe que vai ter que dar alguma merda. Já adianto logo que é livro tabu, não sobre traição, gostei da abordagem lenta e a construção que a autora fez com os personagens.

Protagonistas reais, com problemas e sentimentos que você consegue se identificar, não tem vilão, mocinho, tem pessoas que levam a vida da melhor maneira possível com o que lhes é apresentado, e tentam fazer disso o melhor. Eu não esperava gostar tanto desse livro, pensei que fosse ser aquele clima de ninfeta versus homem velho. Gostosa surpresa.

Birthday Girl é um romance maduro com que te faz questionar preconceitos, a acima de tudo saber seu valor e perceber que não importa a idade ou as circunstâncias quando o amor é verdadeiro e vale a pena.

"Você nunca vai me dizer o que você deseja?" Eu pergunto. “É má sorte contar. Mas eu vou dizer, eu sempre desejo a mesma coisa, e todo dia isso se torna realidade. ”



19 comentários:

  1. Oiiiiiii,

    Já fiquei super curiosa pelo tema ser tabu, mas fiquei mais ainda por saber que a história se desenrola de forma gradativa, que não é aquela coisa de “desejo súbito a primeira vista”. Quero conhecer e ver como o namorado é idiota é que acaba abrindo brecha para que a Jordan acabe se afastando cada vez mais dele. Dica super anotada.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  2. Oie, tudo bom?
    Ah, não tenho muita paciência pra esse tipo de enredo... não curto muito livros hot, e a história não me convenceu... mas eu adorei seu post!

    ResponderExcluir
  3. Oiiie,
    o tema ser tabu me deixa bastante curiosa sobre, a resenha foi ótima e deu para entender tudo que se trata, então, obrigada pela dica!, parece ser bom

    ResponderExcluir
  4. Menina, adorei o maciota rsrsr, meu pai sempre fala isso kkkk e o fato de escrever Cole como só idiota mesmo me animou ainda mais para ler esse livro e gostei também de ser uma trama sem mocinho ou mesmo vilão, então apostando nesse romance maduro que me apresentou eu pego a recomendação.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Adorei a descrição: "é só idiota mesmo"... rs
    Ainda não conhecia este livro e ainda não li nada da autora, mas várias coisas que você citou me deixaram bem instigada a conferir o enredo. O tema tabu principalmente...
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Amo romances bem construídos ainda mais quando o livro questiona preconceitos,tabus. Adorei a capa, os personagens parecem ser cativantes. Irei anotar a dica. Parabéns pela resenha.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Eu adoro a escrita da autora, o fato de ter personagens maduros me atrai muito, pois evitam cenas e atitudes intensificadas sem necessidade, gosto da sensatez da maturidade de personagens mais velhos, já estou com esse livro e após ler sua resenha vou furar fila. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Não conhecia o livro, mas que premissa mais instigante. O que mais me chamou atenção é você ressaltar personagens maduros, já que ultimamente estamos carantes disso. Gostei muito da sua resenha e me deixou curiosa para fazer a leitura. Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Nossa, é um tema bem tabu mesmo! Achei interessante a premissa do livro, diferente do que vemos por aí, bem diferente mesmo! Não sei se o leria no momento, mas seria ótimo sair da rotina dos romances que vemos hoje em dia.
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Eu preciso me atualizar com os livros dessa autora, só li um livro e gostei muito da narrativa, e o romance foi muito fofo. Acredito que vou gostar dos livros da autora.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  11. Oi.

    Não conhecia esse livro, até pensei que fosse de outra autora, mas me enganei. Gostei do enredo, gosto desse tipo de narrativa, e já quero poder ler o livro. Vou dar uma procurada e ver se encontro esse livro. Fica anotada, obrigada!

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas o enredo é bem interessante. Confesso que quanto vi a capa não imaginava um livro que fosse trazer um tabu assim. No entanto, adorei a premissa e fiquei interessada em ler, porque os personagens parecem ser muito humanos e bem construídos.
    Gostei muito da sua resenha e vou adicionar a dica na minha lista de desejados.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Olá, ficou ótima a sua resenha. Eu ainda não conhecia esse livro mas já fiquei curiosa para ler também. Ele tem mesmo um tema tabu, mas é bom saber que foi bem trabalhado.

    ResponderExcluir
  14. Oie, nunca havia visto esse livro antes. Achei a capa bem bacana, mas infelizmente não posso dizer o mesmo do plot. Não sou muito fã do gênero, o que acaba influenciando nas minhas leituras. Porém você diz que foi surpreendida pelo livro, isso me eixou curiosa, porque o plot pareceu pra mim muito igual a tantos outros. Não te direi que irei lê-lo, mas esse detalhe me deixou curiosa.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Que história hein, também gostei e já quero conferir rs' Colocando na listinha de leituras.
    Adoro quando a história nos surpreende, tem tempo que não sinto isso sabe, saudade de ser surpreendida. Espero ler em breve! ótima resenha, me deixou bem animada para conhecer a história!

    beijos!
    https://blogminhaestanteliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Gosto da escrita dessa autora e pelo que deu pra perceber, mesmo com pouca idade os personagens são interessantes e dinâmicos. Fiquei curiosa pra saber mais sobre todos os temas abordados na trama.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  17. Olá,

    Achei a premissa muito interessante, também gosto de temas tabus, acho curioso observar o ponto de vista de outras pessoas, no caso os personagens, sobre o assunto, anotarei a dica, espero fazer essa leitura em breve, acredito que irei gostar bastante.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Me identifiquei bastante com Jordan, pois assim como você falou, gosto de personagens reais e que consigam nos conquistar com suas atitudes. Pelo que vejo o livre é bem leve e com uma historia bastante movimentada. Vou anotar a dica.

    ResponderExcluir
  19. Oie!
    Não conhecia o livro mas sua resenha me deixou muito curiosa! Não curto muito livros con tabu, mas esse prece interessante, na verdade sua resenha me deixou bem curiosa rs

    Anotando a dica!

    Beijos
    Carol
    www.thereviewbooks.com.br

    ResponderExcluir

TOPO