Resenha: Sol Em Júpiter - Lola Salgado

10 comentários

Sol Leão é uma famosa youtuber de Florianópolis. Apaixonada pela sua “juba”, que dá nome ao canal, a jovem mostra ao mundo seu estilo e sua vida perfeita em vídeos divertidos e calorosos. No entanto, a vida real pode ser um pouco diferente disso, e um jovem com o estranho nome de Júpiter aparece para balançar o mundo de Sol e questionar as certezas que ela achava que tinha.

*Livro recebido em parceria com editora*


"A raiva se sobressaía ao medo. E raiva, meus amigos, é uma excelente motivação. Ainda mais para uma escorpiana ávida por vingança. É sério, as pessoas precisavam ter um pouco de amor à vida! Mexer justamente com alguém cujo signo tem fama de vingativo? Ainda mais quando o ascendente é Satanáries? Quero dizer, dois signos regidos por Marte, o senhor da guerra, da violência e do trabalho! Por favor né, era quase implorar para arrumar dor de cabeça."

Sol em Júpiter trás a história de Sol Leão, ou Juba. Ela é uma youtuber de seis milhões que fala sobre moda, maquiagens, auto-estima e principalmente sobre seus cachos, que lhe renderam o apelido de Juba desde sua infância. Ela ama seu trabalho, mas infelizmente não 100% pois sempre tem que mostrar uma vida perfeita e sempre acaba fazendo ou usando coisas que não gosta para não dar pano para os haters, porque ela sabe que mesmo tendo 100 comentários positivos em seu canal, um único negativo já pode estragar seu humor por conta de tudo que ela passou na infância com o bullying.

A história começa com um fatídico dia onde nada dá certo na vida da nossa protagonista, desde o vizinho que parece adivinhar a hora que ela liga a câmera para fazer barulho (me identifiquei super! hahaha), a câmera que descarrega, o carro estragar, a mãe que não para de falar... E justo em um dia que ela tinha um evento super importante (com um cachê bem gordo) para ir. E é nessa sucessão de desastres que ela conhece Júpiter no banheiro masculino, enquanto ele está em toda sua glória fazendo um xixi no mictório.

Ao se reencontrar com ele - presa em um elevador - os dois acabam se conhecendo melhor, e Sol vê em Júpiter um amigo que não está interessado em saber do seu canal ou do seu sucesso, e sim um garoto - lindo e gostosão - humilde que sabe apreciar a vida e tem ótimos conselhos para dar, a fazendo questionar se toda aquela vida de mentira que ela leva é algo bom. O único problema é que Sol não pode se envolver com ele, pois está noiva de André, um youtuber que parecia ser seu príncipe encantado, mas que está virando um grande de um embruste.

Mas um desastre acontece em sua vida e desestabiliza seus sonhos e planos para o futuro. Seria hora de Sol mudar e começar a ser quem ela realmente deseja para as câmeras?

"Não vale a pena tentar ser uma pessoa que você não é, ainda mais por pressão dos outros. É impossível ser feliz assim."

Sabe aquele livro despretensioso que você pega por recomendação de um amigo e que quando vê já terminou e amou? Pois é, Sol em Júpiter foi bem assim, a Ana me amolou até para passar ele na frente, comecei a ler quando acordei e quando vi já tinha terminado e estava completamente apaixonada por essa história.

Com uma narrativa bem juvenil a autora nos coloca na pele da protagonista, que passou o maior sufoco quando pequena por causa de sua aparência e hoje é uma pessoa que ajuda outros que passam pelo mesmo que ela passou. Sua superação foi com certeza o que mais me chamou atenção no livro, pois é algo fácil de se identificar, e pensar que ela não só superou tudo como agora ajuda outros é inspirador, ainda mais com o seu bom humor.

O bullying é trabalhado de forma muito real também na obra, mostrando como é difícil para uma criança suportar todas as chacotas o tempo todo, e como é ainda mais pesado quando ela está sozinha, com pais relapsos que não prestam atenção nos detalhes. Tais "brincadeiras" deixam marcas eternas nas pessoas, e é muito importante sempre conversar sobre isso com seus filhos, irmãos, pois ignorar pode acabar sendo pior e incentivando as pessoas a serem ainda mais cruéis com seus vítimas.

O relacionamento de Sol e Júpiter também me fisgou, não sei como essa garota teve tanto auto controle, ainda por cima namorando um embruste que nem dava bola pra ela direito hahaha. Júpiter além de gatinho tem um coração gigante, é um irmão incrível e é quente, muito quente senhoras! Não pense que por ter uma linguagem mais juvenil as coisas não pegam fogo aqui!

E talvez essa cena mais quente seja a minha única reclamação sobre o livro, lá pro final temos uma cena de sexo muito bem escrita e detalhada (que é quente pra caramba e me deixou morrendo de inveja de Sol), então o livro até ela poderia facilmente ser para leitores mais jovens, porém ela acaba restringindo um pouco o público. Não que eu não tenha gostado, mas sem esses detalhes mais quentes do livro esse seria um ótimo presente pra minha irmã, prima, que não saem do youtube, mas por conta desses detalhes vai ficar só pra mim mesma hahaha.

A Diagramação desse livro é a coisa mais maravilhosa, estou amando o fato das editoras estarem pensando com mais carinho nos livros, acrescentando detalhes que fazem toda a diferença quando lemos. Há detalhes no verso da capa, no começo de cada capítulo, há balões de conversas no youtube, whatsapp, os vídeos dos youtubers são apresentados como roteiro para que a gente sinta que está assistindo o vídeo também. Enfim, a editora com certeza fez um ótimo trabalho com esse livro.







Sol em Júpiter é um livro daqueles clichezinhos que é ótimo para sair da ressaca, para ler em uma sentada e terminar com um sorriso no rosto. É uma história fofa, romântica e que tem uma mensagem super importante de não se importar com críticas e ser verdadeiramente quem você é, pois viver uma ilusão acaba machucando mais do que você imagina.

Com certeza recomendo muito o livro a todos os que querem algo mais leve e divertido para passar o tempo, eu amei essa história e já quero um livro da Japa do Paraguai, ou qualquer outro livro da autora pela Harlequin, principalmente com cenas quentes igual a do final :D

"Quando se deseja alguém tão intensamente e por tanto tempo, é preciso fazer vale a torturante espera e prolongar ao máximo o sentimento. Sentir com intensidade cada pequeno segundo.
Entregar-se."


10 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Tudo bem? Já vi outra resenha desse livro que também caracterizou como uma excelente história.
    Fiquei curiosa. Gostei das imagens internas do livro.

    Achei a história bastante reflexiva.. Temas como bullying nunca saem de moda, acho muito importante essa conscientização, seja através de histórias, ddbates, entre outros.
    As vezes curto bom clichê, principalmente quando acompanhado de uma ótima escrita e temas atuais e reflexivos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha ! A edição e diagramação estão lindas , um livro bem Amorzinho apesar do tema

    ResponderExcluir
  4. Tenho visto muita gente lendo esse livro. Achei bacana a historia dele. Realmente pena a cena de sexo. Acho que infelizmente os escritores pensam que se não tiver sexo não vai vender. Mas, como vc disse, só vai restringir o publico. Vou querer ler. Bjus.

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Não conhecia o livro mas pela resenha achei ele uma gracinha, tanto que já quero ler também.
    Tema bullying me dá um pouco de medo, pois pode virar um desastre que parece não ser o caso dessa obra.
    Adorei a dica
    Beijuh

    ResponderExcluir
  6. Apesar de achar que a edição está a coisa mais linda desse mundo, a premissa do livro não é do tipo que me agrade muito , mas confesso que tenho visto Sol e Júpiter fisgar tantas pessoas que começo a ficar curiosa. Mas tenho pra mim que o sexo foi meio desnecessário não, o livro já estava bom sem ela, mas enfim... começo a achar que vou ter que ler essa obra rsrs.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Sabrina, adorei a resenha e as fotos lindas! Muito obrigada pelo carinho. Fico super feliz em saber que os personagens te cativaram e você curtiu a história. <3

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?

    A trama parece bem legal, me diverti aqui com a sua observação sobre o final do livro, com a cena mais quente que, é verdade, restringe um pouco o público. Confesso que não me interesso muito pelo universo apresentado, mas que parece ser legal e pode abrir muitos os olhos das pessoas que acham - até porque é o que a maioria deles passa - que vida de youtuber é mil maravilhas. Enfim, valeu pela indicação!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Oi Sabrina, tudo bem? Que edição linda e bem trabalhada <3 Eu achei a proposta do livro bem interessante e mega atual! Parece uma leitura leve e divertida e sobre a cena quente, eu precisaria ler para entender e ter uma opinião melhor sobre a questão do público, mas fico feliz que tenha sido bem escrita!

    Bjs, mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  10. Oi Sabrina!
    Eu não conhecia o livro nem a autora, mas acho legal os escritores estarem colocando o que está em moda hoje em dia, como o Youtube, por exemplo, nas suas histórias.
    A edição está bem bonita mesmo. Mas acho um problema a autora ter colocado essa cena mais quente no final, pois tudo indica que é um livro jovem.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir