21 maio 2018

Resenha: Romance com o Duque (Castle Ever After #1) - Tessa Dare

em 21 maio 2018

13 comentários

“Izzy sempre sonhou em viver um conto de fadas. Mas, por ora, ela teria que se contentar com aquela história dramática."

A doce Isolde Ophelia Goodnight, filha de um escritor famoso, cresceu cercada por contos de fadas e histórias com finais felizes. Ela acreditava em destino, em sonhos e, principalmente, no amor verdadeiro. Amor como o de Cressida e Ulric, personagens principais do romance de seu pai.
Romântica, ela aguardava ansiosamente pelo clímax de sua vida, quando o seu herói apareceria para salvá-la das injustiças do mundo e ela descobriria que um beijo de amor verdadeiro é capaz de curar qualquer ferida.
Mas, à medida que foi crescendo e se tornando uma mulher adulta, Izzy percebeu que nenhum daqueles contos eram reais. Ela era um patinho feio que não se tornou um cisne, sapos não viram príncipes, e ninguém da nobreza veio resgatá-la quando ela ficou órfã de mãe e pai e viu todos os seus bens serem transferidos para outra pessoa.
Até que sua história tem uma reviravolta: Izzy descobre que herdou um castelo em ruínas, provavelmente abandonado, em uma cidade distante. O que ela não imaginava é que aquele castelo já vinha com um duque.

*livro do acervo pessoal da blogueira*

"Quais contos de fada restavam para uma mulher comum, empobrecida, de 26 anos e que nunca tinha sido beijada?"
Romances de época, como não amar? Eu nunca consigo deixar de me apaixonar a cada livro bom que eu leio, pelo cenário, pela época, pelos costumes, pelas roupas. Parece que o conto de fadas fica mais apaixonado numa época tão distante da nossa.

Esse é meu primeiro livro da Tessa Dare e me pergunto agora o motivo de não ter tirado da prateleira esse livro antes. Perdi de dar boas risadas mais cedo. Gosto de autoras com senso de humor, que conseguem mesclar tudo isso com um clima de sedução, personagens que te fazem suspirar, rir e querer mata-los no mesmo parágrafo. Romance com o Duque tem esse pacote que tanto dá certo e amo. Você vai ler esse livro com um sorriso nos lábios do começo ao fim.

"Izzy sempre acreditou que “por favor” eram palavras mágicas. Mas ela estava enganada. Aparentemente, a palavra mágica era “jantar”. Além do mais, as palavras “banho” e “quarto confortável” tinham seu próprio encanto. Quando faladas em rápida sucessão, essas palavras tinham a força de um feitiço. Izzy não conseguiu dizer não."
Senhorita Izzy Goodnight está com uma mão na frente e outra atrás, falida, sem onde morar, com fome e desesperada por qualquer solução que lhe tire dessa penúria que se encontra. Filha de um famoso escritor de fantasias, seu pai morre e a deixa desamparada. Mesmo sendo a queridinha da Inglaterra, e contando com centenas de admiradores da obra do seu pai, ela tem zero auxilio, e a não ser que você queira virar diabético, não se vive de doces e esses são os únicos auxílios que Izzy pode contar. A cárie ela já tem como garantia. Até que um dia uma carta chega dizendo que ela herdou um castelo nos confins da Inglaterra e o ditado que "cavalo dado não se olha os dentes" cabe muito bem na sua atual situação. Seria um sinal dos céus? Ela teria sua virada na história? Izzy vai pegar essa esperança com todas as forças. Ela só não contava que o castelo vinha com um lindo, forte e libidinoso Duque. Todos em ruínas.

"Era tão estranho a ele, aquele carinho espontâneo. Incompreensível. E por mais que ele desejasse, aquilo o assustava como o capeta."
Ransom é aquele tipo de personagem que você ama e odeia. Ama porque ele tem aquele jeito rabugento, atrevido, divertido, sarcástico e muito, mas muito libertino que só os personagens de época têm. Vem com cicatriz e tudo. Um ser torturado. Incapaz de amar, confiar e acreditar. Se isso não te dá vontade de pegar no colo eu não sei, mas em mim dá hahahaha. Como não amar? E odeia porque ele é uma toupeira em enxergar – em muitos casos literalmente rsrsrs - seus sentimentos e vai custar a reconhecer que a mocinha é sim seu par ideal. Deu match!

Quando Izzy cai literalmente aos seus pés, o Duque de Rothbury se vê provocado por aquela impertinente e atrevida mulher que ousa reivindicar seu castelo e vai usar todo seu arsenal de grosserias para afastá-la dali e poder voltar a ser solitário e mal-humorado e miserável. Izzy trouxe sensações que ele se recusa a admitir que tenha.

"Qualquer libertino de respeito tinha dois tipos de mulheres na sua vida: as que ele leva para cama à noite e as que fazem panqueca para ele de manhã. Quando ele quisesse as duas coisas da mesma mulher era um sinal de alerta. Um sinal vermelho e grande o bastante que até um cego conseguia enxergar.
Vá embora agora mesmo. A ameaça está vindo de dentro do castelo."
Izzy é meu tipo de heroína. Inteligente, forte, bem-humorada e muito determinada. Cansada de viver de contos de fadas ela vê no Duque uma esperança de finalmente realizar algumas fantasias. Tipo “Deus me livre, mas que me dera”. Ela só quer sentir que alguém se importa, que seu final feliz vai chegar. Ela quer alguém principalmente que a enxergue e a quem ela possa amar. E ser retribuída. Uma pessoa que faz o melhor mesmo na pior das situações.

Os dois vão travar uma guerra de vontades de quem é o dono daquele amontoado de pedras caindo aos pedaços. E vão usar as armas que tiverem para conseguir isso.

“E desde muito nova”, ela sussurrou, “eu sonho com meu primeiro beijo. Eu sabia, no fundo do meu coração, que seria romântico, carinhoso e tão doce que deixaria minhas pernas bambas.”
“Bem, agora você sabe que estava errada. Com essa idade, já deveria estar acostumada com decepções.”
“É aí que você se engana”, ela replicou, apertando ainda mais os punhos na camisa dele. “Eu comecei resistindo. E você não vai arruinar meu primeiro beijo. Não vou deixar. Você vai me beijar de novo, agora mesmo. E vai beijar melhor.”
Ambos os personagens são cativantes e divertidos, a narrativa vai intercalando sob o ponto de vista dos dois, então você vai acompanhado os pensamentos mais engraçados que passam pela cabeça deles. O jeito como Ransom tenta resistir, fracamente, a atração que sente por Izzy e os pensamentos assanhados que Izzy não consegue controlar quando o Duque está por perto tornam a história divertida e dinâmica, sempre tem algum diálogo divertido, uma situação de sedução, uma discussão acalorada e engraçada. A química dos dois é imediata.

O livro tem um clima de sedução desde o começo, Ransom tem o objetivo de chocar a inocente, porém muito curiosa Izzy o máximo de vezes possíveis e ela nunca corresponde como ele pensa o que vai render situação bem quentes e comprometedoras entre os dois.

“Decente?” Ela tirou um braço da manga do vestido. “Eu ficaria muito desapontada se você fosse decente. Estou contando que você seja muito mau.”
(...)
“Vou fazer o meu pior. Já faz algum tempo.”
No meio dessa disputa de quem é dono do castelo, as brigas, a vontade de saber mais do outro e a atração que só aumenta vão tornar esse romance numa divertida e sensual trajetória. O que eles não sabem é que não existem perdedores quando a disputa é o coração.

Romance com o Duque vai te fazer suspirar e rir numa só frase, torcer para um Duque rabugento e pervertido e também torcer pela doce, atrevida e inteligente Izzy. Se é para ter seu próprio final feliz vale qualquer coisa para chegar lá, mesmo que você acabe num castelo caindo aos pedaços.

O livro faz parte de uma trilogia, Castle Ever After, e recebeu em 2015 o prêmio RITA Awards na categoria Melhor Romance Histórico e em breve trarei a resenha dos outros livros aqui pra vocês também. Lembrando que a autora estará presente na Bienal Internacional de São Paulo 2018, então bora colocar a leitura de seus livros em dia para poder ir dar um abraço, tirar uma fotinha e pegar um autógrafo com a diva. 

13 comentários:

  1. Oi Fernanda, tudo bem?

    Eu adoro os livros da Tessa Dare, é uma das minhas autoras preferidas! O meu preferido dessa série é o terceiro, mas eu adoro Romance com o duque, principalmente por conta da personalidade da Izzy, que é ótima!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi Fernanda!
    Eu não conhecia a trilogia, mas como eu não curto o gênero, é meio difícil eu conhecer os livros dele.
    Porém, venho percebendo que as autoras estão criando personagens femininas com personalidades fortes, o que acho muito legal e importante!
    Bjss

    https://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro e apesar de achar o título bem batido, afinal são tanto duques e marqueses que até enjoa, eu fiquei bem interessada em conhecer os dessabores de Izzy e sua oportunidade de viver um conto de fadas. Gosto dessa premissa humorada e romântica é certo que leria com o sorriso nos lábios que mencionou, amo suspirar e rir. Adorei conhecer a trilogia e vou anotar, pois quero ler.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Fernanda! Tudo bem?
    Já li algumas resenhas dos livros da Tessa Dare, mas não conhecia esses em específico, mas a premissa dessa série, aliás, desse primeiro livro, me pareceu interessante. Tomara que os outros sejam tão bons quanto!
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://www.galaxiadeideias.com/
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Nunca li nada da autora e não foi por falta de elogios ou indicações pois só leio comentários positivos sobre suas obras seja ela qual for. Anotei esta dica aqui e quem sabe não começo por ela?
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Já gostei da personagem principal. Também adoro esse tipo de mocinha, impetuosa e cheia de personalidade, e a trama tem tudo o que eu gosto em um bom romance de época. Não consigo lembrar se já li algo dela, mas vou procurar mais sobre a série pra poder ler
    beijo

    ResponderExcluir
  7. Oi!

    Tessa é uma das autores de romances de época que mais gosto. Também gostei muito da Izzy quando li, é uma personagem que é impossível não gostar. O Duque também, apesar dos pesares, é um ótimo personagem. A escrita dela é maravilhosa! Haha. Fico feliz que tenha gostado :)

    beijos!

    ResponderExcluir
  8. Assim como você eu também sou apaixonada por romances de época, é impossível nao se render aos encantos dessa escrita, né? Tudo me parece tão rico! Tessa é uma das minhas autoras favoritas porque ela sabe como poucos, inserir a dose certa de romance e sedução!

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?
    Eu li esse livro há um tempo já e também foi meu primeiro contato com a escrita da autora. Confesso que eu esperava um pouquinho mais e, comparado com outros livros do gênero, achei que ficou faltando algo para me conquistar. Não que a leitura tenha sido ruim, pois como você disse é um romance divertido e confesso que acabei me encantando com o Ramson, apesar de que morrer de raiva dele em alguns momentos.
    Porém, comparado com outros romances de época, este não foi tão apaixonante assim.
    De qualquer forma, adorei sua resenha e fico feliz que você tenha gostando tanto da leitura. Ainda quero ler outros livros da autora para ver se me encanto com a escrita dela.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Sou tão louca por romances de época! Mas nunca li nada da Tessa Dare, o que começa a me parecer um pecado.kkkkkkkk... Amei sua resenha! Só os quotes escolhidos já me fizeram rir aqui!rsrs E como fã incondicional de contos de fadas já desejo demais ler essa história.

    ResponderExcluir
  11. Como sou apaixonada por romances de época amei ler sua resenha e saber um pouco mais sobre esse livro. Acho que o que gostei mais de saber foi o fato que os protagonistas mantêm características tão características do gênero, sem falar nessa sensualidade que deve render muito. Enfim, espero ler em breve e gostar o tanto quanto você.

    Beijos
    http://ventoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Sou apaixonada nesse livro. Tessa Dare é uma das minhas preferidas no quesito romance de época. Sua mocinhas destemidas e um enredo apaixonante sempre me ganham.
    Ainda preciso concluir a leitura da série, mas está na meta para o próximo mês.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    No começo do ano tive o prazer de conhecer um livro da Tessa. Desde então, tenho colocado todos os livros dela na minha wishlist, esse inclusive já estava na lista, porque além de serem de um gênero que gosto bastante, a escrita, os perosnagens, as situações que Tessa cria são incríveis.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

TOPO