28 maio 2018

Resenha: Diga sim ao Marquês (Castle Ever After #2) - Tessa Dare

em 28 maio 2018

26 comentários


Vossa Excelência está convidada a comparecer ao romântico castelo Twill para celebrar o casamento da senhorita Clio Whitmore e… e…?

Aos 17 anos, Clio Whitmore tornou-se noiva de Piers Brandon, o elegante e refinado Marquês de Granville e um dos mais promissores diplomatas da Inglaterra. Era um sonho se tornando realidade! Ou melhor, um sonho que algum dia talvez se tornasse realidade…

Oito anos depois, ainda esperando o noivo marcar a data do casamento, Clio já tinha herdado um castelo, tinha amadurecido e não estava mais disposta a ser a piada da cidade. Basta! Ela estava decidida a romper o noivado.

Bom… Isso se Rafe Brandon, um lutador implacável e irmão mais novo de Piers, não conseguir impedi-la. Rafe, apesar de ser um dos canalhas mais notórios de Londres, prometeu ao irmão que cuidaria de tudo enquanto ele estivesse viajando a trabalho. Isso incluía não permitir que o Marquês perdesse a noiva. Por isso, está determinado a levar adiante os preparativos para o casamento, nem que ele mesmo tenha que planejar e organizar tudo.

Mas como um calejado lutador poderia convencer uma noiva desiludida a se casar? Simples: mostrando-lhe como pode ser apaixonante e divertido organizar um casamento. Assim, Rafe e Clio fazem um acordo: ele terá uma semana para convencê-la a dizer “sim” ao Marquês. Caso contrário, terá que assinar a dissolução do noivado em nome do irmão.

Agora, Rafe precisa concentrar seus punhos e sua força em flores, bolos, música, vestidos e decorações para convencer Clio de que um casamento sem amor é a escolha certa a se fazer. Mas, acima de tudo, ele precisa convencer a si mesmo de que não é ele que vai beijar aquela noiva.



*Livro de acervo pessoal da blogueira* 



“Você vai ficar me encarando desse jeito?”
“Vou.”
“Por quê?”
“Eu fiz uma aposta comigo mesmo. Para ver se eu consigo fazer você ficar de dez tons de rosa.”
Bem, naquele momento ele deve ter contado mais um tom. Alguma nuance de carmim, era o mais provável.
“Um homem também precisa ter um hobby.”
Este é o segundo livro da trilogia Castles Ever After (a resenha do primeiro você confere aqui)  e mais um castelo foi dado como herança, Clio é a sortuda da vez, já que encontra nessa herança a chance de fazer algo por si e se livrar do seu noivado não mais desejado. Ser independente. Mas para isso ela vai precisar da assinatura de Rafe Brando, seu antes amigo de infância e irmão do seu noivo.

Rafe Brandon é um cabeça quente que teve muitas divergências com seu pai, o Marquês, sempre se sentiu o filho desajustado, ainda mais  diante do seu irmão mais velho Piers, e encontra nas lutas ilegais de boxe uma salvação para se manter na linha e no controle de si mesmo. O que ele não esperava era ter todos os seus planos de viver sua vida do modo como quiser ser ameaçado por Clio. Na ausência do seu irmão ele era o responsável por administrar o titulo e não estava nada satisfeito com aquilo e um noivado desfeito ia atrapalhar ainda mais seus planos.

"Ele parecia carregar certas coisas consigo, do mesmo modo que outros homens carregavam uma maleta ou uma bengala. Coisas como intensidade e força bruta contida – mas prestes a se libertar. A essa sensação de perigo se unia a de expectativa. E a promessa de que, a qualquer momento, as regras que governam a sociedade poderiam perder o sentido.
Sua vida de libertino era segredo para alguém? Honestamente, os espartilhos não se desamarravam sozinhos."
Clio foi moldada para ser a anfitriã perfeita, a exemplar esposa de um diplomata e marquesa sem falhas, nela foi condicionado sempre ser gentil e agradável, mesmo que para isso ela tenha que engolir os seus próprios pensamentos e abdicar de suas vontades. Rafe se isolou da Sociedade onde nunca conseguiu se encaixar e guarda dentro de si uma paixão por Clio desde os tempos em que ambos eram crianças, mais ele custa a admitir que isso é verdade e prefere acreditar que não é bom o suficiente para ela. Então temos duas criaturas que estão em conflito consigo mesmo: ela não quer ser mais a noiva que foi deixada de lado, a não desejada, não quer ser mais perfeita, e ele não acha que esteja a altura ou que é bom suficiente para nada além de lutar.

Entre tentar convencer um ao outro sobre o noivado, os dois vão se reaproximando e descobrindo que eles não são incompatíveis, muito pelo contrário. O carinho que Clio sempre sentiu por Rafe volta com toda força e ele vai descobrindo que ela não é tão perfeita para o papel de noiva,mais é perfeita para ele.



"“E posso começar lhe dizendo que você é teimoso, impulsivo e orgulhoso”, disse. “E generoso, protetor e passional. Em público, cavalga como um demônio e é o próprio pecado, vestindo uma calça de camurça. Mas em particular você se comporta como se tivesse ingressado em uma ordem monástica. Você é gentil com cachorros feios e é paciente com irmãs esquisitas. Seus beijos são doces. E sua vida vale muita coisa.” Ela segurou a emoção que crescia em sua garganta.
“Eu vou lhe dizer quem você é, Rafe. Sempre que estiver em dúvida. E não vou fazer você sangrar.”
“Não por fora, talvez”, ele disse, olhando para o horizonte. “Mas por dentro tem lugares que você está deixando em pedaços.”
“Ótimo.”
Era mais que justo. Porque ele também estava rasgando em tiras o coração dela."
Temos uma participação fundamental de personagens secundário, como as irmãs de Clio e o "escudeiro" de Rafe e um velho buldogue cansado que some toda hora para desespero de Rafe. Os dois vãos se ver mais e mais envolvidos nos planos loucos de casamento que Rafe insiste em levar adiante, eita homem cabeça dura! Mas sabe como é, uma escorregada aqui, uma chuva que te prende ali, corredores vazios, tudo conspira a favor dos amantes rsrsrsrs.

"Eu faria qualquer coisa para ficar com você, Clio. Eu te amo. Eu queria ter meios melhores de mostrar isso. Mas tudo que eu tenho é este coração bruto e insensato. Mas ele é seu.”

O livro aborda a luta sutil de Clio em ter seu ponto de vista e sua independência num mundo tão contrário a isso, ela quer muito ser livre e construir algo para si em seu castelo de contos de fada. A determinação dela de forma gentil e firma, a confiança que ela tem em si e no que ela é capaz de fazer mostra que mesmo nas pessoas mais moldadas, existe força e coragem para quebrar paradigmas. E a verdadeira luta de Rafe, o sua verdadeira busca, está em se achar merecedor do amor e sua lealdade para com seu irmão.

Esse livro foi um ritmo diferente do anterior, um pouco mais lento, mas nem por isso perde seu encanto. Se você quer uma leitura tranquila, sem grandes sobressalto, com toques de humor e sensualidade, essa pode ser sua próxima leitura.


26 comentários:

  1. Adoro as capas dos romances de época.. São sempre atraentes.
    Confesso que é um estilo que não leio com frequência.. Curto mais outros gêneros.

    As vezes me pego curiosa para ler alguns, por isso ando salvando algumas dicas para tentar me aventurar com mais frequência nesse estilo.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  2. Ainda não conheço a escrita da Tessa, mas sou bem curiosa quanto aos seus livros. Gostei bastante do que apresentou de Clio e o cabeça dura do Rafe não ficou atrás, realmente deve haver alguns pontos bem humorados. O fato da trama mostrar a sutil luta de uma mulher por sua independência torna o livro ainda mais interessante. Quero ler.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Fê.
    Sou super fã da escrita dessa autora, mas infelizmente ainda não consegui ler essa série!
    Spindle Cove está em dia, mas preciso correr e me atualizar com Castle... Ainda vou demorar para chegar nesse livro, mas é bom já saber o que esperar dele!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Eu conheço essa será já faz um bucado de tempo kkk,;porém eu não sinto muito atratismo para ler ela não. É uma pena que o ritmo desse tenha sido um pico mais lento que o normal! Até mais ver
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, Fernanda! Gosto muito dos livros da autora e já li o primeiro dessa série. Por algum motivo, acabei adiando a leitura desse segundo, mas gostei muito da sua resenha, me fez ter vontade de retomar a leitura (aliás, eu preciso mesmo me organizar para ler tudo o que quero esse ano. rsrs)
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  6. Eu tava questionando se compraria esse livro ou nao nesse final de semana, a minha grande questão era saber se ele acabaria se tornando uma obra maçante, que bom que voce esclareceu isso, mesmo sendo um ritmo mais lento, creio que vale a pena ler.

    ResponderExcluir
  7. Oi.
    Adorei o fato de o par romântico da mocinha não ser o noivo que a enrolou por 8 anos. Já vejo os toques de humor só de ler sua resenha e adoro isso. E já me imagino irritada com a cabeça dura do mocinho também.
    Enfim, nos últimos tempos estou gostando muito de romances de época e esse parece ter vários elementos que eu gosto.
    Anotei a dica e pretendo ler assim que possível.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu li o primeiro livro dessa trilogia e ainda preciso ler esse. Pelo visto esse segue mais ou menos a mesma linha do primeiro.
    A escrita da Tessa é apaixonante, mas fiquei com uma ressalva sobre esse livro ter um ritmo mais lento. Espero que não seja um problema na hora da leitura.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  9. Olá! Tudo bom?

    Eu li um livro dessa autora e simplesmente me apaixonei! Quero muito ter a oportunidade de ler outros livros dele o mais breve possível! Nesses dias estou em busca mesmo de uma leitura mais tranquila, as vezes leitura assim é exatamente o que eu preciso. Dos personagens eu fiquei mais curiosa sobre o Rafe, algo me diz que irei ama-lo haha Adorei a resenha ♥

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Eu li o primeiro livro dessa série e fiquei meio decepcionada, aí não quis continuar. Achei a protagonista daquele livro meio sem graça e o livro não me encantou como os romances de época costumam fazer. No entanto, lendo sua resenha eu já achei essa protagonista bem mais cativante e gostei bastante do enredo. Mesmo que ele tenha um ritmo mais lento, me parece uma leitura que eu vou gostar mais.
    Adorei sua resenha e vou anotar a dica para dar uma nova chance a esta série.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oiii tudo bem???

    Não conheço essa autora, comecei a saga por romance de época agora, então estou mais perdida que cego em tiroteio.
    Quanto a ser o segundo da serie e não ser o mesmo ritmo, é uma coisa q me desanima, pq já que é serie tem q manter o padrão, se não escreva so um que tá ótimo.
    Mas que bom que isso não influenciou na sua leitura, e que conseguiu aproveitar.
    Adorei a resenha.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  12. Eu amo romances de época e até tenho esse mais ainda não li, pela sua resenha já gostei muito da mocinha, tensa essa situação desse noivado que nunca vira casamento mas pelo menos agora ela tem um castelo pra chamar de seu, rsrs.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem Fernanda?

    Primeiro quero destacar as fotos acima, elas ficaram lindas! A sua resenha ficou bem legal, eu (Yvens) não curto romances de época, mas as meninas lá no blog adoram e por isso vou deixar como dica para ela.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  14. Olá ♥
    Ai meu Deus que premissa mais linda, é clichê? É, mas quem resiste a um bom clichê de época! ALgo me diz que assim que eu ler esse livro vou ganhar mais um crush literário. Sua resenha me deixou mega curiosa para saber como isso tudo irá terminar. Essa capa está maravilhooooooooosa! Parabéns pela resenha !

    ResponderExcluir
  15. Olá,

    Tessa Dare tem se mostrado uma máquina de escrever sucessos, sério! Todos os livros dela lançando por aqui já estão na minha wishlist, só esperando a oportunidade surgir para que possa lê-los. Fiquei muito animada com sua resenha, mesmo sabendo que essa história terá um ritmo mais lento.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá Fernanda,
    Ainda não li nenhum livro dessa autora, mas sempre ouço elogios para ela. Eu acho que o ponto alto desses livros são os personagens. Fiquei intrigada para conhecer como eles interagem pela sua resenha, já que você foi sutil em revelar coisas da história.
    Espero que esse livro me agrade, pois estou colocando na lista de futuras compras.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bom?
    Sou apaixonada pela escrita da Tessa e apesar desse livro ter uma pegada diferente, estou louca para lê-lo! Adoro a forma como ela constrói enredos ao mesmo tempo leves e divertidos, mas onde os personagens tem tanta carga emocional. Adorei demais sua resenha e mal posso esperar para conferir a leiura ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Oi, Fernanda

    Apesar de ser uma grande adoradora do gênero, ainda não li nada da Tessa. Eu tenho dois livros dela aqui, mas ainda não tive tempo para ler.
    Acho a proposta da história ótima e algo me diz que vou adorar o Rafe, só acho Clio um nome muito estranho! Ahhahah

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. EU AMO AS HISTÓRIAS DA TESSA DARE. Amo. Ainda não li esse, li um monte, mas não todos porque já foram lançados muitos e a conheci faz pouco tempo. Mas gente, que autora maravilhosa! Ela cria cada complicação e já imagino as cenas engraçadas. De vez em quando é bom ter livros com ritmos mais lentos! Adorei a resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem?
    Nunca curti muito este tipo de leitura. Principalmente com protagonistas como estes. Nao conhecia a autora e nem imaginava que este era o segundo livro de uma série, mas não gostei muito deste marquês.
    Talvez seja uma boa leitura para quem curti romances assim , mas dessa vez passo a dica.

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bem?

    Acredita que eu nunca li nada dessa autora? Eu já tinha visto as capas dessa série, mas não tinha lido nada a respeito e agora vou anotar a dica, porque adoro romance de época, e vai ser minha porta de entrada para os livros dessa autora.

    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Oiee ^^
    Eu ando vendo muita coisa dos livros da Tessa ultimamente, estou começando a achar que é perseguição...haha' Uma pena que esse livro tenha sido um pouco mais lento que o anterior, mas se a autora conseguiu abordar as lutas interiores dos personagens com maestria, a gente até esquece, né? Os livros estão na minha listinha de desejados, mas como ando relendo meus livros - e lendo os que estavam criando raízes na estante - acho que vai demorar para conhecer a escrita da Tessa.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  23. Não conhecia a autora. Gostei da capa. Gostei da resenha. Mas não me encantei pelo enredo. Sabe quando a premissa não atinge o ponto X do seu coração? Mas continue trazendo resenhas tão perfeitas quanto essa.

    ResponderExcluir
  24. Oii!
    Então, eu não gosto muito de romance de época, mas se essa história fosse reproduzida em um filme tenho certeza de que iria me divertir muito assistindo, no sentido de ver os personagens lutando entre seus sentimentos e o que é certo, os encontros as escondidas...Mas, quem sabe não acabo dando uma chance ao livro também?? Fico com a dica anotada ;)

    http://anneandcia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  25. Oii.
    Ai que blog lindooo.
    Eu adoro a escrita da Tessa Dare, a forma com que ela cria os personagens e nos encanta com essa sensualidade. Li o primeiro livro dessa série e já estou com esse na estante desde quando foi lançado, mas ainda não consegui ler.
    Espero consegui fazer a leitura em breve, porque fiquei ainda mais curiosa depois dessa resenha.
    Bjs Mary

    ResponderExcluir
  26. Olaaa
    Confesso que sou muito fã de romances de epoca, mas nao tive a oportunidade de ler nenhum livro dessa autora ainda. A sua resenha me chamou a atenção até o final, mas confesso que me desmotivou a leitura saber que o livro é um pouco lento e nao tem muitos apices. Isso me trava demais.


    beijos

    ResponderExcluir

TOPO