07 maio 2018

Resenha: A Casa dos Pesadelos - Marcos DeBrito

em 07 maio 2018

22 comentários
Dez anos depois de estar cara a cara com aquela assombração, Tiago finalmente concorda em voltar à mesma casa para visitar sua avó. Agora adolescente, ele pretende provar para si mesmo, que a terrível imagem que o aterrorizara nas madrugadas por tanto tempo, não passava de uma criação tenebrosa da infância. Mas, ao chegar no casarão, o jovem se depara com o misterioso quarto de seu falecido avô, agora mantido fechado, e tratado como espaço proibido. As restrições com relação ao aposento, as sensações e barulhos no meio da noite logo alimentam nele a suspeita de que algo terrível habita o local. Tomado por uma estranha coragem e desejo de ver-se finalmente livre do medo, tudo que o rapaz deseja é descobrir o que há por trás daquela porta. Então, o pesadelo toma novo impulso quando a figura sombria da infância mostra-se real novamente... mas, desta vez, ela quer atacar o seu irmão mais novo. Determinado a impedir que o caçula passe por terror semelhante, Tiago, mesmo apavorado, decide enfrentar a criatura. E o que descobre expõe terríveis segredos do passado que ninguém poderia imaginar.

*Livro recebido em parceria com editora* 

Tiago é um garoto de 16 anos traumatizado pelo passado. Há 10 anos ele visitou a casa da avó no interior, e passou noites com medo de uma assombração que morava no quarto de seu falecido avô, até que uma noite essa assombração o atacou, e ele nunca conseguiu superar isso, nem com terapia. 

Mesmo com 10 anos de terapia ele ainda sente medo daquele lugar, e por ironia do destino eles acabam indo pra lá para seu irmão mais novo Bruno, poder conhecer a avó. Ele agora poderá provar pra si mesmo que aqueles episódios foram só imaginações de sua mente fértil, como a psicóloga afirmou pra ele em todas as sessões, mas será que foram mesmo? E porque Bruno fura estar sendo atormentado pela mesma entidade? 

Tiago agora terá que enfrentar os seus medos para descobrir o que realmente é essa assombração e defender seu irmão, mas será que é melhor conhecer a verdade ou continuar acreditando em bicho papão? 


"Pela silhueta sombria refletida na vidraça, Tiago identificava apenas os cabelos crespos esvoaçados da assombração parada na frente do aposento. Aquela imagem tétrica de contorno obscuro, observando-o na escuridão, já seria suficiente para lhe trazer os piores pesadelos sempre que fechasse os olhos. Mas foi o ecoar de mais um passo no assoalho, o último dado pela criatura antes de estacar sob o umbral do quarto, que fez o menino começar a temer as noites naquela casa."

Ano passado eu tive o prazer de conhecer a escrita de Marcos deBrito em Escravo de Capela, e desde então ele se tornou o meu livro nacional favorito da estante. Quando fiquei sabendo desse lançamento fiquei eufórica, ainda mais pela história se passar em uma casa mal assombrada - adoro! - e devo dizer que essa leitura não me decepcionou em nada. 

Narrado em terceira pessoa, A Casa dos Pesadelos apresenta uma história instigante, que prende o leitor em suas 130 páginas e as faz devorá-las em poucas horas. Pelos olhos de um adolescente traumatizado vamos vendo o desenrolar da trama, e achando tudo meio estranho e sinistro, e é claro completamente curiosos para saber se o tal monstro é realmente real. 

O livro é dividido em 7 capítulos, intercalando o presente com o passado, para nos explicar exatamente o que Tiago viu naquela sua primeira visita ao casarão. E mais uma vez a Faro caprichou nesses detalhes, pois as páginas do passado são laranjas e as do presente brancas, e todo começo de capítulo tem uma ilustração relacionada ao monstro ou ao que vai acontecer naquela parte da história. Eu fiquei completamente apaixonada. 


Esse é aquele tipo de livro que não dá pra falar muita coisa, afinal o mistério é entorno de 130 páginas só, então a história de desenrola rapidinho sem perda de tempo com cenas desnecessárias. Mas já deixo o aviso, prestem atenção a todos os detalhes e quem sabe vocês conseguiram descobrir o que aconteceu antes de Tiago, eu não consegui e fiquei completamente chocada com os capítulos finais. 

Então, pra finalizar só posso dizer que se vocês gostam de um livro de terror com o pé na realidade precisam ler essa história. Marcos acaba nos mostrando que as vezes imaginar fantasmas e monstros é muito melhor do que entender a realidade, e com um final meio aberto tal revelação não vai sair da sua mente tão cedo. O final é repugnante e cru, mas é necessário, e me ganhou completamente, colocando o livro como mais um dos meus favoritos nacionais. 








22 comentários:

  1. Oi Sabrina!
    Eu tenha na estante o "Escravo da Capela", mas ainda não consegui ler. Pela sinopse, a edição maravilhosa e ser de um gênero que gosto demais, estou bem curiosa para saber o que vou encontrar na leitura. Espero não me decepcionar.
    Porém, não sabia que ele tinha outro livro publicado. E novamente esse me pareceu muitíssimo interessante, e a edição parece estar maravilhosa. Pelos seus comentários, tenho a impressão de que esse tem uma pegada um pouco mais juvenil, mas isso não muda nada. E adorei saber que o final é surpreendente, realístico e cru. E por ter 130 páginas, imagino que deva ser uma leitura bem rápida.
    E o que dizer dessas ilustrações? Maravilhosas!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Sabrina!
    Eu tenha na estante o "Escravo da Capela", mas ainda não consegui ler. Pela sinopse, a edição maravilhosa e ser de um gênero que gosto demais, estou bem curiosa para saber o que vou encontrar na leitura. Espero não me decepcionar.
    Porém, não sabia que ele tinha outro livro publicado. E novamente esse me pareceu muitíssimo interessante, e a edição parece estar maravilhosa. Pelos seus comentários, tenho a impressão de que esse tem uma pegada um pouco mais juvenil, mas isso não muda nada. E adorei saber que o final é surpreendente, realístico e cru. E por ter 130 páginas, imagino que deva ser uma leitura bem rápida.
    E o que dizer dessas ilustrações? Maravilhosas!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Morro de vontade de conhecer a escrita do Marcos e esse último lançamento me deixou roendo as unhas, pois amo essa premissa sobrenatural entre o que é real e o que é imaginação. Adorei saber do capricho na edição e ver as fotos me deu anda mais vontade de ter o livro.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Sabrina,
    Esse livro me encantou completamente em todos os sentidos possíveis e o melhor disso tudo foi que foi meu primeiro contato com a escrita do autor. Eu concordo com você, o final foi repugnante, cru e necessário. Essa obra me deu uma nova ideia sobre literatura nacional e um desejo louco de querer ler todos os livros que esse autor escreveu e vier a escrever.
    Amei sua resenha.
    Beijos,
    https://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  5. Eu não conheço a escrita do autor e nem sei se quero conhecer. Simplesmente porque não suporto livros de terror.kkkkkk... Não dá certo comigo. Eu tenho pesadelos e depois não consigo ficar em paz, imaginando uma e outra vez as cenas. Prefiro passar longe desse tipo de história. Mas que há a curiosidade em saber o que era o tal monstro, isso existe! Porque sou uma pessoa curiosa.rs

    ResponderExcluir
  6. Só o nome do livro me deixou bem apreensiva porque não é o tipo de livro que costumo ler, mas estou bem no momento de sair da zona de conforto e essa edição caprichosa me deixou curiosa e empolgada. Quero ler.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Só pelo pequeno resumo que você fez já me vi presa nessa historia. Amo demais suspense, porque gosto de apostar se descubro a verdade antes do protagonista. Gostei bastante do enredo e saber que se trata de uma literatura nacional me empolgou ainda mais.
    Já quero este livro na minha estante.
    Bjos

    ResponderExcluir
  8. Essa edição está sensacional pelas fotos! Amei saber mais sobre o livro pela sua resenha, não sabia que ele era curtinho, certamente o lerei assim que puder.

    ResponderExcluir
  9. Oie!

    Eu estou com esse livro aqui em casa, espero em breve realizar a leitura dele, gostei bastante das suas fotos e acredito que essa obra será de uma leitura bem rápida e muito boa para mim!

    BJss

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Eu nunca li nada desse autor, porém, tenho visto algumas resenhas sobre esse livro e todas positivas. Achei a premissa bastante original e até interessante, porém, esse é um gênero que não leio. Confesso que sou muito medrosa e sempre evito livros assim.
    De qualquer forma, acho que para quem gosta do gênero deve ser uma ótima leitura, além de bastante rápida, já que ele é tão curtinho.
    Adorei sua resenha e as fotos ficaram ótimas!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá! Tudo bom?

    Li recentemente sobre esse livro e fiquei um pouco curiosa sobre, apesar de não ser o meu gênero de leitura habitual. Gostei do fato do livro ser curto, confesso. Adoro quando descobrimos as coisas apena junto com os personagens, se eu descubro antes eu já fico desmotivada com a leitura hahaha Adorei a resenha e anotei a dica ♥

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Esse livro parece ser bem interessante. Quem disse que pro livro ser bom precisa ser calhamaço né?!
    Ta aí a prova de que um enredo bem desenvolvido com segredos bem guardados são capazes de nos deixar presa a leitura. Adoro quando sou envolvida pela trama e não consigo descobrir tudo o que o autor planejou quando a verdade é revelada.
    Fiquei com vontade de ler!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  13. Olá Sabrina!
    Eu já tinha visto a capa desse livro.
    Ele não chamou minha atenção, mas saber que é autor nacional me alegra
    Vou anotar a dica para o futuro.
    Beijos
    www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá Sabrina
    Nossa eu quero muito ler algo do Marcos pois amo terror e saber que um autor nacional está conquistando fãs do gênero é estimulante. Conhecia a obra mas não sabia do que se tratava e depois de ler essa resenha, acredite coloquei o livro na lista de desejos. Espero conferir a obra também.
    Beijuh

    ResponderExcluir
  15. Oi Sabrina,
    não conheço o autor e esta é a primeira resenha deste livro que leio. Já faz um tempinho que não leio nada do gênero mas acredito ainda saber reconhecer uma história legal, e pelo que li esta é uma. O fato de uma assombração ter como alvo crianças me assusta um pouco, porque não sou lá muito fã de tramas do gênero com crianças envolvidas (para mim são as piores haha), mas mesmo assim gostaria de descobrir qual o mistério por trás deste ser sobrenatural.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bom?

    Que resenha interessante. Eu estou tentando ler outros gêneros e acredito que essa obra seja uma boa escolha para eu sair da minha zona de conforto. A premissa é interessante, focando em algo que dá pesadelos que pode ou não ser real. Fico imaginando o que acontecerá na história (e só consigo pensar em cenários macabros) e quero muito descobrir o que tem nessa casa. Espero conseguir ler logo <3

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  17. Oi, Sabrina

    Nossa, não sabia que era um livro tão curtinhos.
    Eu gosto muito do gênero e tenho lido diversas resenha super positivas.
    Gosto dessa coisa de mesclar passado e presente e acho que ia gostar da leitura. Não sabia que o livro tinha ilustrações, gostei dease detalhe.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  18. Nossa já sou apaixonado por histórias de terror e autores nacionais, imagine isso junto?
    Adorei a premissa do livro e por ele mesmo curto ter uma história tão instigante e com personagens tão fortes. Não conhecia o autor, mas anotei aqui e assim que for a livraria compro meu exemplar.

    ResponderExcluir
  19. Oi.
    Não conhecia esse livro e preciso dizer que gostei da edição logo de cara. Muito bonito!
    Lendo só a sinopse não fiquei tão interessado, mas isso de intercalar entre presente e passado me tenta a lê-lo. Adorei a dica.
    Até mais o/

    ResponderExcluir
  20. Ola Sabrina, 130 paginas apenas? UAU
    E minha nossa, a Faro está chegando pra ficar sem a menor duvida, olha essa edição!!! Meu Deus!!
    Infelizmente, por eu ser uma medrosa de carteirinha, esse livro não é pra mim, mas adorei a premissa e não tenho a menor duvida de que seja uma historia que vale a pena

    beijos
    Mayara

    ResponderExcluir
  21. Oiii Sabrina, tudo bem? Para um livro tão curto ele parece carregar uma trama bem forte e envolvente. Fiquei super curiosa, pois adoro histórias de fantasmas (mesmo tendo um certo medinho, hahahah). Fiquei com vontade de ler e anotei a dica :D Ótima resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Olá,

    A divulgação desse livro está pesada, em todas as redes que participo tem alguém falando algo sobre esse livro, no geral comentários muito positivos. A premissa me deixa muito curiosa, mas, não sou acostumada a ler livros de terror, no entanto se a oportunidade surgir, com certeza aproveitarei.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

TOPO