30 abril 2018

Resenha: Confesse - Colleen Hoover

em 30 abril 2018

17 comentários

Um romance sobre arriscar tudo pelo amor — e sobre encontrar seu coração entre a verdade e a mentira. Da autora das séries Slammed e Hopeless.

Auburn Reed perdeu tudo que era importante para ela. Na luta para reconstruir a vida destruída, ela se mantém focada em seus objetivos e não pode cometer nenhum erro. Mas ao entrar num estúdio de arte em Dallas à procura de emprego, Auburn não esperava encontrar o enigmático Owen Gentry, que lhe desperta uma intensa atração. Pela primeira vez, Auburn se vê correndo riscos e deixa o coração falar mais alto, até descobrir que Owen está encobrindo um enorme segredo. A importância do passado do artista ameaça acabar com tudo que Auburn mais ama, e a única maneira de reconstituir sua vida é mantendo Owen afastado.

*Livro de acervo pessoal da blogueira* 

"– Eu amarei você para sempre. Mesmo não podendo."
Depois de mil anos finalmente li Confesse, e olha, que história linda!

Quando lançou a série pelo go90 eu fiquei louca para assistir, todos estavam falando o quanto foi bem adaptado e o quanto os atores pareciam com os personagens, que mesmo sem ter lido o livro antes e sem entender quase nada de espanhol eu assisti a série legendada, e me apaixonei mais uma vez por uma história da Colleen.

Agora lendo o livro eu pude finalmente tecer minhas comparações entre a obra e a adaptação, e não consigo dizer qual eu amo mais, só consigo dizer o quanto essa história é tocante, e que eu queria muito que a série viesse pro Brasil pra todos poderem conhecer a história de Auburn e Owen. 

Confesse trás a história de Auburn, uma jovem de 21 anos que acabou de se mudar para o Texas para ficar mais perto do seu filho de 5 anos que vive com a avó, ela não tem quase nada na vida, trabalha em um emprego que não gosta muito, mas faz tudo isso sem reclamar se puder passar mais um tempinho com o filho, o qual a sua ex sogra tem a guarda e é muito rígida sobre as visitas dela à criança. 

Um dia ela está indo para a casa e passa em frente a uma galeria de arte que está precisando de um funcionário urgente, e mesmo sem saber direito o que ela fará naquela noite ela aceita trabalhar para Owen, o artista da galeria Confesse. Seus quadros são diferentes, as pessoas deixam confissões em sua porta e ele as pinta, colocando toda emoção daquelas frases em telas tocantes. Depois de ser abandonado pela namorada Owen precisa de uma funcionária nova, ele só não esperava ser ela, tantos anos depois... Seria o destino que nos uniu novamente? 

"Existem pessoa que você encontra e passa a conhecer, e existem pessoas que você encontra, mas já as conhece."

Confesse é mais um romance adulto da Colleen que toca o leitor de maneiras incríveis e que te faz se apaixonar pela escrita da autora, diferente de Um Caso Perdido ou Métrica esse não é um livro para chorar, mas ainda assim é um livro que vai te marcar, tanto pelas confissões quanto pelo que uma mãe é capaz de fazer para conseguir ficar com seu filho. 

Auburn é uma jovem que não tem ninguém no Texas, está em um emprego que não gosta, teve somente um amor na vida e o perdeu cedo demais, e pra piorar o seu filho está com a guarda de sua ex sogra, que quando sugeriu que ele morasse com ela, não contou também que Auburn mal faria parte da vida deles, que teria quase nenhum contato com a criança, e que seria uma vaca sem coração na maior parte do tempo com ela. 

Apesar da história girar em torno do relacionamento de Owen e Auburn, o foco é mesmo no relacionamento dela com seu filho, de como ela foi enganada, é chantageada e abre mão das coisas que gosta de isso lhe der mais momentos com seu filho. É triste ver esses momentos com a avó de A.J. porque é algo que com certeza acontece com várias mães no mundo real, e infelizmente elas não tem a mesma sorte que Auburn teve com a reviravolta na trama. É triste ver como as pessoas são cruéis, privam o relacionamento da criança com os pais simplesmente por se acharem superiores por terem aproveitado de um momento de fraqueza destes para obter a guarda, Colleen consegue tocar o coração dos leitores com essas cenas, e fazer você pensar o quanto deve ser doloroso para uma mãe não poder ficar perto da sua criança, aquele ser que ela ama tanto. 

A parte das confissões também são emocionantes, ainda mais sabendo que elas são reais, foram enviadas por leitores e a Colleen incluiu no livro. Algumas são fofas, engraçadas, amorosas, mas outras parte o coração pela dureza da sinceridade, pelo fato de serem brutais, como a mãe que confessa que preferia que o filho tivesse morrido, ou a mulher de 33 anos que é estuprada pelo pai desde os 8. Cada confissão toca o leitor, pensar que as pessoas guardam segredos tão duros dentro de si é triste, e não tem como não se emocionar sabendo que muitas pessoas vão passar a vida escondendo isso. Pra quem sabe ler em inglês há um IG onde a autora posta as confissões que são enviada pra ela, mas já aviso que elas podem ativar gatilhos, então tenham cautela https://www.instagram.com/confessyourtruth/

"Nunca me senti tão forte quanto me sinto quando estou com ela. Nunca senti como se tivesse um proposito de vida da forma que eu sinto quando estou com ela."

Assim como nos outros livros da Colleen seus personagens são quebrados, tem um passado complicado e isso em algum momento acaba surgindo na trama para atrapalhar a calmaria. Eu adorei essa reviravolta porque foi algo 'real', que foge daquela áurea perfeita e impossível de alguns romances (mocinha se apaixona logo adolescente, separa e depois volta para seu boy maravilha), ver como esses detalhes do passado deles foram bem construídos, as consequências e ações também foram reais fez com que eu me apaixonasse mais por essa história, com que eu me encaixasse ali e conseguisse ver além de um livro, é como se eu tivesse realmente observando a vida de pessoas reais, que estão enfrentando problemas e situações reais, fugindo completamente do clichês dos romances. 

Narrado em primeira pessoa intercalando o ponto de vista de Owen e Auburn, Confesse é um livro tocante, que com a delicadeza da escrita da Colleen encanta o leitor e te joga dentro da história em um piscar de olhos. Eu terminei esse livro na mesma tarde que o comecei, fiquei com os olhos marejados e com o coração apertado, e mesmo sabendo o que iria acontecer (por ter visto a série antes) foi uma experiência incrível e marcante, tanto pelo amor da protagonista pelo filho quanto pelas confissões. 

Se você ainda não conhece a escrita da Colleen talvez seja um ótimo livro para conhecer a sua vertente mais adulta, que com problemas e situações reais mexe com o leitor e te deixa sem ar. Esse é um livro que fala muito sobre abnegação, dos sacrifícios que fazemos pelas pessoas que amamos, e de segundas chances. A história de Auburn, Owen e de todos que enviaram suas confissões merece ser lida, e quando você terminar ficará com mais um livro na listinha de favoritos da autora.  

"Alguns segredos nunca deveriam virar confissões. Sei disso melhor do que ninguém"



17 comentários:

  1. Olha... Essa mulher acaba comigo a cada livro dela que leio!!!
    Ainda não li Confesse, mas acabei de ler É Assim Que Acaba e fiquei devastada por semanas!!!
    Confesse já está na minha listinha e em breve começo a leitura.
    Estou me preparando psicologicamente... huauhahuahua
    Adorei a resenha e a dica!!

    Beijinhos!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Ahhh, estou louca para ler esse livro!
    Não li nada da Coleen ainda, mas quero muito pois só ouço elogios a essas obras.
    Espero poder ler em breve logo, já están a lista a tempos e sua resenha só me deu mais vontade de conferir!

    ResponderExcluir
  3. Tenho muita curiosidade pra ler algo da Colleen, então adorei saber que você indica pra conhecer sua escrita e que fala sobre os sacrifícios que fazemos por quem amamos. A história em si parece bem interessante. Não sabia que tinha série, mas já coloquei na grade pra assistir assim que terminar de ler.
    Ótima resenha!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  4. Morro de vontade de conhecer a escrita da Colleen e esse livro em particular tem uma trama bem curiosa, ainda mais com essa dramática pais e filho e a crueldade alheia.
    Não fazia ideia que o liro continha confissões reais, agora quero ainda mais fazer a leitura.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oii, tudo bom?
    Não sabia que este livro tinha uma adaptação! Onde consigo assistir?
    Confesso que ainda não li este livro, apesar de tê-lo em minha estante, mas curti muito saber que é uma das vertentes mais adultas da autora ( assim como É assim que acaba, que eu amei) e fala muito de segundas chances e dos sacrifícios que fazemos pelas pessoas que amamos. Já vi que vai ser mais um livro dela para destruir meu coração e mal posso esperar por isso ♥ Amei sua resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Sabrina!
    Eu adoro a escrita da Colleen Hoover, sendo o meu favorito "Um Caso Perdido", dos livros dela que já li. Já tenho esse na minha estante, só falta achar tempo para ler, mas como vi críticas diversas sobre ele - tantas positivas quanto negativas, não estou desesperada para ler. Tenho outros dela que estão mais na frente, no quesito ansiedade.
    Não sabia que tinha uma série do livro, mas também não sei se quero assistir agora. Acho que vou ler antes e se gostar da história, vou atrás da série.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu ainda não li os livros da autora, mas sempre falam muito bem dela. E estão elogiando muito esse livro. Estou muito curiosa a respeito dele, apesar de ainda não ter aqui comigo. Mas gostaria muito que fosse uma das minhas próximas leituras.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  8. Resenha maravilhosa!

    Eu ouço tanto falar da Colleen Hoover que comprei o livro É Assim que Acaba. Será minha primeira experiência com a autora e espero não morrer do coração.kkkkkk... Pelo que dizem, é uma autora que destrói nosso coração, que mexe profundamente com nossas emoções.

    Histórias sobre mães e filhos sempre me emocionam. Se tem uma coisa que não suporto é ver personagem tirando guarda da mãe da criança. Isso me revolta demais!

    ResponderExcluir
  9. Oii Sabrina, tudo bem? Amei sua resenha, super completa. Eu já li alguns livros da CoHo e sou apaixonada na escrita dela! Ela consegue me emocionar muito, e olha que não sou grande leitora do gênero. Fiquei beeem interessada em realizar a leitura de Confesse depois dos seus comentários. acho que vou gostar e ficar com o coração partido...

    Beijos!
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Esse livro é maravilhoso!
    A construção dos personagens é muito bem feita e existe também um capítulo extra explicando uma das cenas finais do livro, se tiver oportunidade dê uma lida.
    Falar das tramas de CoHo é sempre muito fácil, pois sabemos que a leitura será repleta de emoções e surpresas.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  11. Olá,

    Gostei muito desse livro, porém algumas coisas na construção da história fizeram com que eu não desse nota máxima. Mas, ainda assim, acho que é uma leitura muito boa e que pode surpreender muitas pessoas.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Tenho até vergonha de dizer isso, mas eu fujo da CoHo rs'.
    Todo mundo se apaixona por cada linha que ela escreve, mas eu ainda não me vi ansiosa para conhecer a escrita dela.
    Gostei de mais da sua resenha, quem sabe essa não seja minha inspiração futura?
    Beijos
    www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir
  13. Sabrina, eu gosto muito da Colleen, mas este livro não me convenceu totalmente. Achei mais do mesmo, ainda que a leitura tenha sido fluida e eu tenha me envolvido com o drama e com o romance que o enredo traz.
    Suas fotos sempre divas...
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá! Tudo bom?

    Eu já li esse livro e apesar de amar a Colleen Hoover esse livro não foi o meu favorito de todos, mas está na lista e mas considerei uma leitura bem agradável. As confissões de fato são muito emocionante e eu não sabia dessa página da autora, já irei pesquisar! Adorei demais a sua resenha, adorei poder relembrar essa história ❤️

    Um beijo

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bom?

    Ainda não li esse livro, mas já está na minha lista de desejados. Porém, depois de ler a sua resenha, coloquei ele na frente da minha lista de leituras, pois sei que eu PRECISO ler urgentemente essa história. O mais tocante será a relação de mãe e filho. Gostaria muito de saber como a autora abordou isso e como essa relação se desenvolveu, já que parece que temos uma personagem não tão boa assim - a ex sogra. Quero mais saber sobre isso do que o romance em si. Sei que tocará o meu coração e espero que tudo tenha um final "feliz", na medida do possível.

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  16. Oi, Sabrina

    Me perdoe, mas não li sua resenha. Não leio resenhas dos livros da CoHo antes de ler o livro em si. Gosto de mergulhar na história sem saber de nada, nem sinopse eu leio. Só tenho essa frescurite com ela, pois realmente tenho uma coisa especial, gosto quando ela me surpreende de início ao fim, de ir totalmente no escuro. Tenho o livro, mas ainda não li. Em breve o farei!

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  17. Oi oi querida!!
    Eu infelizmente tive que pular algumas linhas da sua resenha. Pois estou com esse livro para ler este mês, e passei todo esse tempo fugindo de spoiler ou algo que eu me desagradasse sobre os personagens. Mas pelo que li (e percebi) aqui você gostou do livro. Espeto gosta tanto quanto você, pois a CoHo é a única que me faz chorar por um personagem literário ♥

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir

TOPO