Resenha: As Fendas do Reino (As cores de Madeleine # 2) - Jaclyn Moriarty

14 comentários
O Reino de Cello vive dias de tensão. A hostilidade de algumas províncias saiu do controle, e as Cores intensificaram seus ataques. Uma parte da família real está perdida no Mundo, e a Princesa Ko está governando Cello sozinha. Porém, essa é uma informação sigilosa e quase ninguém no reino sabe disso.

A princesa precisa resgatar sua família antes que descubram seu disfarce e ecloda uma guerra. Ela selecionou alguns jovens para compor a Aliança da Juventude Real. Para o povo de Cello, esse é um grupo que promove a harmonia entre as províncias do reino. Mas sua função é descobrir onde está a família de Ko: localizar as fendas que ligam Cello ao Mundo e resgatá-los. Elliot Baranski será a peça-chave desta missão.

Há algum tempo, Elliot se corresponde com uma garota do Mundo: Madeleine Tully. Eles trocam cartas através de uma fenda. E, com o passar do tempo, a conexão entre os dois fica cada vez mais intensa. Eles precisam encontrar um modo de atravessar a fenda. Mais do que levar a família de Ko de volta para Cello, eles querem se encontrar.

Madeleine cansou-se de uma vida feita de silêncios, da escuridão que eles provocam. Elliot precisa aliviar-se um pouco de toda carga que carrega. Eles precisam um do outro. Completam-se como Cello e o Mundo, como Física e Magia. No sentimento que os une está a essência de tudo.

*Livro de acervo pessoal da blogueira* 


Depois de três anos que li o primeiro livro, finalmente voltei ao reino de Cello para continuar a história de Elliot e Madeleine, e olha, que saudade que eu estrava dessa história. Mesmo não tendo relido o primeiro livro para ler este (e tendo esquecido alguns detalhes) foi uma leitura incrível, recheada com a magia de Cello e o falatório de Madeleine, que aqueceu o coração e me lembrou o quanto eu gostei do primeiro livro, o quanto gostei da escrita da autora e principalmente, o quanto fico triste por tão pouca gente conhecer essa trilogia. 

-------- começo do spoiler do livro 1 ------

Relembrando o primeiro livro: Madeleine e Elliot estavam se comunicando através de cartas por uma fenda minúscula que se abriu em uma escultura em Cello e em um parquímetro em Cambridge, se comunicar com o Mundo é um crime no reino de Cello, mas ainda assim os dois se arriscam quase que diariamente e atraves de bilhetes, cartas e pequenas mensagens eles foram conhecendo melhoro mundo do outro, e se ajudando a superar a ausência causada pelos seus pais, já que o de Elliot desapareceu em um ataque roxo e o de Madeleine está em outro país e não responde suas cartas. 

Mas logo no final do livro temos uma revelação bombástica, a princesa Ko entra em contato com Elliot para que ele a ajude a encontrar sua família, que ao que tudo indica está desaparecida no Mundo, acabaram indo parar lá através de fendas a um ano e meio atrás. Ela sabe que Elliot mantém contato com uma garota do Mundo, e precisará de todo conhecimento dele e de Madeleine para resgatar sua família, ainda que o que ele está fazendo seja um crime punível com morte. 

----- fim do spoiler do livro 1 ------


Que continuação incrível! Sério, quando eu achava que estava sendo surpreendida em uma cena, páginas pra frente tudo ficava mais cabuloso e eu simplesmente não conseguia parar de ler. Confesso que demorei umas 100 páginas pra pegar o ritmo da leitura, afinal faz três anos que tinha lido o primeiro e tinha esquecido de vários detalhes, mas com os próprios personagens relembrando as coisas que acontecerem a leitura foi ficando mais fluida, e quando passei da metade do livro eu simplesmente devorei a história, chegando ao final em poucas horas. 

É notável o crescimento dos personagens, apesar de na história de passar apenas alguns meses (ou semanas) do primeiro, Elliot está mais focado, mais determinado em descobrir onde está seu pai e fazer de tudo para resgatá-lo, assim como em ajudar a princesa Ko a achar sua família, mesmo que pra isso ele tenha que entrar em um jogo muito perigoso e que ninguém poderá saber de nada. Madeleine também cresceu muito, ela deixou de ser a garota doidinha e sonhadora para ser uma menina mais pé no chão, completamente inteligente é dela que vem as melhores teorias para trabalhar com a fenda, ela se arrisca, ela quer ajudar, ela está ali para aquele garoto de um reino mágico que se tornou seu melhor amigo, aquele que entende o que ela está sentindo.

"Você virou tudo de cabeça para baixo. É apenas uma xereta que parou e olhou para uma coisa que saía de um parquímetro. Qualquer outra pessoa não saria a menor bola, achando que era lixo, ou não pesaria nada. Você não, Madeleine. Triste e com saudade do seu pai, ia pensando no céu e querendo acreditar em algo mágico. Pois vá em frente. Acredite."
Nesse livro é muito mais abordado a questão da mágica de Cello, vemos como alguns ataques de cores ocorrem, como funciona a tecnologia mágica e principalmente como as fendas funcionam e toda a história do Mundo com Cello. Eu fiquei simplesmente fascinada com a criatividade da autora, é tudo tão bem construído que você se vê acreditando naquela mágica toda, torcendo para que o grupo consiga pegar um feitiço localizador, torcendo para que Elliot e Madeleine consigam alargar a fenda ou se tocar se acreditarem realmente naquela mágica. É um livro muito mais inteligente, uma fantasia que mistura elementos da física para explicar as fendas ou simplesmente para explicar como o mundo funciona, é como se estivéssemos em uma aula de física com um professor muito legal, que consegue tornar a matéria dinâmica e interessante, e você sai dali querendo pesquisar mais sobre o que eles falaram para ser tão inteligente quanto os personagens. 

E o final meus amigos, que final brilhante! Todas as peças começam a se encaixar, até os mínimos detalhes mais loucos começam a fazer sentido, e você não consegue desgrudar daquelas páginas. Mas dessa vez eu já vou pular para o terceiro livro (que infelizmente só existe em e-book) porque francamente preciso saber o que acontecerá com esses personagens depois de tantas reviravoltas e descobertas.


Pra quem procura uma fantasia inteligente, dinâmica com personagens marcantes As cores de Madeleine é uma ótima recomendação. Apesar de ser um pouco difícil conseguir os livros agora vale a pena o esforço, pois se o primeiro livro nos introduz em um Universo onde a magia está a uma fenda de distância, As Fendas do Reino vem para agitar toda essa história e nos deixar loucos pela continuação. Recomendo muito essa trilogia pra vocês, ela tem tudo que uma fantasia precisa para ser uma ótima leitura, principalmente se você gosta de tramas que te façam pensar e te tirem da zona de conforto. 

Agora deixa eu correr para o próximo livro, porque não consigo nem imaginar o que vai acontecer, e quanto antes eu começar mais rápido eu descobro esses mistérios! Só não consigo me ver dando adeus para Elliot e Madeleine tão cedo...

"Se acreditar em Cello, vou ter que acreditar também que existe um lugar desconhecido de todo mundo, menos de mim. Entre todas as pessoas existentes no mundo, eu  o descobri. Isso não me faz especial?" 

14 comentários

  1. Sabe que se não fosse sua resenha eu nunca teria pensado em saber sobre o que se trata os livros? Achei as capas tão sem graça, não me atrairia querer saber sobre o enredo. Mas agora que eu sei que é uma fantasia, e com tantos pontos positivos que você citou fiquei bem animada para conferir.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Sabrina, tudo bem? Eu gosto de fantasias que não subestimam nossa inteligencia como parece ser o caso dessa. E que bom que apesar da pausa grande entre o primeiro e o segundo vc encontrou um bom ritmo de leitura. O universo criado parece incrível e as capas são lindas <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Oi Sabrina!
    Eu não conhecia essa série e adoro fantasia. Mas quando vi a capa (que por sinal é linda), achei que fosse um romance. Ele não parece um livro de fantasia e a sinopse não me deixou curiosidade para conhecer a história.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    Eu não conhecia essa trilogia, mas sou apaixonada pelo gênero.
    Adoro livros que me fazem querer pesquisar, apesar de que sou totalmente de humanas, não sei se rolaria com física, mas acho que seria interessante descobrir.
    Adorei a resenha e fiquei curiosa para conferir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Não conhecia essa trilogia :O adorei que mistura magia e física, pq ciência costuma ficar mt distante em livros de fantasia.
    Essas coisas das fendas me lembrou o que acontece na trilogia Fronteiras do Universo, que gosto bastante.
    Vou anotar a dica e tentar ler logo ^^

    ResponderExcluir
  6. Meu Deus, Sabrina, eu não preciso colocar mais uma série na lista de leitura aaaaaa Eu amei essa. OK que não li o livro e nem a resenha do primeiro, mas pelo que você comentou nessa resenha, ela tem tudo que eu curto numa fantasia.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  7. Oi Sabrina, nunca tinha ouvido falar nessa trilogia. Fantasia é um gênero que não tenho o hábito de ler, mas essa parece ser bem interessante. Gostei muito da sua resenha. Ela ficou ótima!

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. olá... antigamente eu tinha certa curiosidade em ler o primeiro livro, mas depois a vontade passou, percebi que ele nao tem mto a ver com gêneros que costumo apreciar...nem sabia que tinham lançado a continuação... espero que em algum momento saia o terceiro em volume fisico, ne? em ebook eu não conseguiria ler...
    bj...

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Mesmo sendo um segundo livro, sua resenha me deixou com vontade de conhecer a trama. Adoro quando as continuações se mantêm tão ou mais envolventes e nos surpreende.
    Não conhecia essa autora, mas já vou pesquisar pra adquirir.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?

    Não conhecia a obra e a premissa parece legal. Mas dessa vez, mesmo lendo que o segundo se mantém tão bom quanto o primeiro, dispenso a dica. Achei as capas bem interessantes. Irei anotar os nomes para indicar para os amigos que gostam.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá Sabrina, tudo bem?
    Eu ainda não li o primeiro livro dessa série, mas tenho muita vontade porque eu amo o gênero e porque o livro parece ser muito bem trabalhado. Fiquei muito contente por esse segundo volume não ter te decepcionado e ter, de certa forma, te surpreendido.
    É muito interessante quando vemos as peças se encaixando ao final do livro. Vou super anotar a dica.
    Beijos,
    https://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi.
    Acabei não lendo muito bem a resenha por conta dos spoilers, e como eu ainda não conhecia e o Primero livro, fiquei com medo de saber algo que eu não deveria. Como disse, não conhecia os livros, mas fiquei com vontade de ler. Também gosto quando as continuações mantêm a qualidade e não decepciona. É muito ruim quando os autora acabam estragando uma experiência não que tivemos com determinado livro. Dica anotada!

    ResponderExcluir
  13. Oi Sabrina, como está?
    Não conhecia essa série e achei muito legal a proposta e o modo como é explicado o uso das cores nesse caso. Coisa que achei muito original, pois nunca tinha visto nada parecido com isso antes! Adoraria poder ler essa série e descobrir como a trama se desenrola.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://www.galaxiadeideias.com/
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Oi tudo bem?
    Uau, cinco estrelas! Eu não conhecia essa história e acho que é incrível quando um blogueiro faz uma resenha com tanto gosto e empolgação que também fico empolgada em ler. Já adicionei esses livros na minha lista interminável de leitura! Beijos

    ResponderExcluir