19 janeiro 2018

Resenha: Undefeated - Stuart Reardon & Jane Harvey-Berrick #ARC

em 19 janeiro 2018

17 comentários

Sinopse traduzida: 
Quando seu mundo desabar...
Quando todos falarem que você está fora... 
Quando seu corpo estiver quebrado... 
Eu ascenderei. 
Eu voltarei. 
E serei invicto. 
Nick Renshaw é o menino de ouro do Rugby britânico. Quando uma lesão grave ameaça sua carreira, ele começa a cair cada vez mais, um homem quebrado. Sentindo-se abandonado e traído pelos mais próximos, ele luta para recomeçar sua vida. Talvez haja alguém lá fora que possa ajudá-lo. Talvez ele possa encontrar o caminho de volta para a luz. Talvez... não. 
A Dra. Anna Scott pode ser a única pessoa que pode ajudar Nick, mas ela tem seus próprios segredos. E quando o passado de Nick volta para assombrá-los, a médica enigmática está mais vulnerável do que aparenta. 
Quebrado e traído, a luta para sobreviver parece intolerável. Quem cederá, e quem se levantará invicto?




*E-book antecipado cedido pela autora para opinião sincera*


Quando soube desse lançamento fiquei morrendo de vontade de ler, por causa da capa, não nego hahaha. Pouco sabia sobre Stuart Reardon até a Gift Box, onde o Facebook Brasileiro para aqueles que curtem literatura virou um espetáculo com a foto do modelo, assim como mais detalhes sobre toda sua carreira, e assim que fiquei sabendo que ele foi um jogador de Rugby e que toda essa história seria refletida nesse romance com a Jane Harvey-Berrick fiquei louca para ler, afinal adoro um bom livro com esportistas. Para minha felicidade fui uma das selecionadas para receber o ARC (que é tipo uma cópia antecipada em e-book, antes do lançamento) e hoje trago essa resenha aqui pra vocês. 

Ah, e antes de começa-la devo lembrar que a o Grupo Editorial Record já avisou que o livro será publicado no segundo semestre, e como a autora já anunciou que estará no Brasil dia 9 de Junho com o Stuart, já temos uma data aí para o lançamento no Brasil, e francamente não vejo a hora de ter a minha cópia impressa.

"Quando seu mundo desabar... Quando todos falarem que você está fora... Quando seu corpo estiver quebrado... Eu ascenderei. Eu voltarei. E serei invicto."
Undefeated trás a história de Nick e Anna. Nick é um jogador profissional de Rugby que sempre deu sua alma para o esporte. Com seus 26 anos eles está sendo promovido para um time melhor da Inglaterra, mas no último jogo ele sofre uma lesão grave, que além de prejudicar a sua carreira mexe com ele psicologicamente.

É aí que ele conhece Anna, a jovem psicologa desportiva contratada pelo seu novo time. Ela trabalha com jogadores de uma maneira muito inovadora, recuperando a auto estima deles e trabalhando para além do campo, além de suas feridas externas. Ela é muito profissional, e sabe que não pode se envolver emocionalmente em nenhum gral com seus pacientes, muito menos com Nick. 

Mas logo no começo do livro algo acontece na vida de Nick e vemos seu mundo dar uma volta de 180º, mudando tudo ao seu redor. É nesse momento que Anna passa a ser uma amiga pra ele, pois também passou por uma situação parecida em seu passado, e ali em trocas e e-mails e mensagens ambos vão se aproximando, no meio de provações, tormentas uma amizade vai se fortalecendo e se transformando em algo maior. 

"Ela o fez mais forte, agora ele seria forte para ela."
Undefeated foi um livro que me prendeu, me prendeu muito mesmo. Como disse eu gosto muito de livros com mocinhos esportistas, pois o leitor acaba aprendendo um pouquinho mais sobre aquele mundo. A ambientação da história é muito boa, como Stuart foi um jogador ele consegue dar vivacidade aquelas cenas, deixando os jogos, treinos, até mesmo as narrações desportivas muito reais, fazendo o leitor se transportar para o estádio junto aqueles tantos torcedores e torcer avidamente pelo time.

Como eu não conhecia nada do esporte e li o livro em inglês tive um pouco de dificuldade nessas cenas, mas acredito que quando sair o livro aqui no Brasil talvez a editora coloque algumas notas sobre termos de jogos e coisas do tipo, para tornar ainda mais interessante. 

A primeira parte do livro é simplesmente incrível, vemos a queda e ascensão de um jogador que acreditava que aquele esporte era seu mundo, era tudo que ele sabia, conhecia e queria fazer. Confesso que essa metade do livro foi a que mais me prendeu, eu senti cada mínima dor de Nick e achei que os autores trabalharam esses sentimentos muito bem, falando inclusive sobre a depressão e como precisamos de ajuda, de apoio em um momento difícil da nossa vida, porque é impossível se reerguer sozinho. 

"Ela estava determinada a ajudá-lo. Se pudesse."

O romance do casal não é algo que acontece de uma hora pra outra, é algo gradual e adorei isso. Não há cenas de sexo em excesso (há umas 2 ou 3 em todo o livro e nem são tão descritivas), é um relacionamento maduro, de duas pessoas que através das dificuldades foram se aproximando e encontraram o verdadeiro amor ali no meio de tantas provações. Há algumas cenas muito engraçadas dos dois juntos também já que ambos possuem uma personalidade incrivelmente agradável, então além de se apaixonar por essa história os leitores podem se preparar para rir bastante, e amá-los ainda mais por isso. 

A segunda parte da história eu achei um pouco corrida, como estava conversando com a Raquel do Malucas por Romances enquanto lia, realmente o dia poderia ter sido repartido em dois nesse momento, pois temos ali um imenso plot-twist que daria uma ótima continuação. Mas ainda assim lá pelo final essa segunda parte me ganhou novamente (tenho algumas reclamações mas são spoiler, então deixa pra lá hahah) apesar de um pouco corrida essa segunda parte é boa também, mas ainda prefiro a primeira rsrs

O livro é escrito em terceira pessoa, e no começo fiquei um pouco confusa porque como disse estava lendo em inglês, mas na maneira que fui pegando o jeito da história achei essa escolha incrível, pois temos o ponto de vista de Anna e Nick e com isso podemos ver melhor como cada coisa tem uma repercussão diferente na vida de cada um, é muito mais forte uma narrativa assim para um livro com uma temática tão intensa, eu simplesmente adorei. 

"Foi a conexão de pessoas que apenas se encaixam, por nenhuma razão em particular. Eles divergiam e ainda assim eles foram igualmente mudados, alterados pelos acontecimentos dos seus passados."

Minha única reclamação mais séria talvez seja que eu não vejo muito sentido em uma segunda parte para esse romance, como a história tem um encerramento e esse casal já passou por tantos perrengues fiquei me perguntando se é necessário mesmo uma segunda parte. Sei que agora eles vão tratar da vida do Nick como modelo (assim como o Stuart) porém não estou tão confiante que essa parte será tão forte como essa, mas vamos esperar pra ver né, nunca se sabe quando os autores vão nos surpreender.

Também queria um final mais sádico para alguns personagens, acho que com todo o mal causado eles mereciam algumas consequências, sou daquelas leitoras que gostam de ver os vilões sofrerem, então vamos fazê-los sofrer! muhahahaha (risada maléfica).  Assim como também queria mais de Trisha, será que rola um livro solo dela Jane? Por favor! Ela é tão animada, protetora, incrível! Quero ler mais sobre essa personagem favorita <3 

"Ele olhou para seus próprios olhos, repetindo as palavras que ela lhe dera. "Eu serei invicto." Ele queria acreditar. Ele precisava."
Enfim, Undefeated é um ótimo livro, como eu já conhecia a escrita da Jane me surpreendi muito com essa co-autoria pois deu um ar completamente diferente à história, deixou ela muito mais fluida, muito mais complexa e nada previsível. Fiquei em diversos momentos me questionando até onde a história de Stuart e Nick eram iguais, mas seja como for o ex-jogador e modelo merece os parabéns por ter superado tudo e encontrado uma nova carreira, um novo amor pra sua vida, ter literalmente saído de tudo Invicto.

Undefeat é uma história real de superação, que mostra que mesmo em momentos difíceis onde achamos que nossa vida acabou, é possível se reerguer, é possível dar a volta por cima, basta ter apoio daqueles que nos amam, basta ter pessoas queridas por perto, e é claro basta ter vontade, pois sem ela tudo fica mais complicado. 

"Ele estava lenta e metodicamente caindo aos pedaços. Talvez para algumas pessoas as avarias vinham rapidamente, outras vezes mais rápido. Para Nick, era uma descida lenta, como andar por um chão pantanoso. Cada passo sugava você para baixo, mais e mais profundo, sugando toda a vida de você, um passo lento ao mesmo tempo, até que não pudesse mais se mover."
 


17 comentários:

  1. AHHH QUE QUERO ESSE LIVRO. rsrsrsrs
    Adoro livro com mocinhos esportistas também. Sem contar que tem o Stuart como modelo de capa e ainda autor. Não esperava nunca essa faceta dele.
    O enredo é muito interessante já que gosto de livros nesse estilo e já fico roendo as unhas pra saber o que esses vilões aprontam. Uma pena que o final deles não foi tão satisfatório.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  2. Como não amar esse modelo? Hahahaha a capa já me ganhou completamente! Adoro essas histórias com mocinhos esportistas, foge daquele clichê chato dos romances hots, onde o protagonista é sempre o dono de uma empresa e bllabalabla. Vou aguardar pelo lançamento em formato físico, mas já quero pra ontem!

    ResponderExcluir
  3. Ahhh... que capa lindona da porr* kkk. Teria vergonha de ler no ônibus.
    Já fiquei mega interessada na história de Nick e Anna, mesmo desconfiada com esse segundo volume, tomara que seja da sua personagem favorita e tomara que quando laçar por aqui a capa continue a mesma, pois é lindona rsrs.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá Sabrina!!!
    Eu não minto que também o livro já me ganhou por essa capa kkkkk
    MDS!!! Que modelo maravilhoso de capa é esse??
    Eu gostei da história que é apresentada e mal vejo a hora da editora lançá-lo aqui no Brasil, pois também quero esse livro na minha estante.
    Achei interessante que o livro traz uma superação do personagem e como ele lhe dar com isso, além da ajuda que ele tem para ir superando as coisas.
    Também gostei de saber que o romance vai se construindo aos poucos para enfim ser o que ele é.
    De toda forma amei a dica e mal vejo a hora de lê-lo.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Estou bem animada pra conhecer essa história. Acho legal que além do romance temos outros elementos que deixam a trama bem mais interessante e o fato do Stuart conseguir colocar sua experiência como atleta na história deve ter dado aquele plus.
    Ja li livros da Jane e sua escrita é bem intensa. Ou seja, espero me surpreender pois estou com altas expectativas nessa leitura.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  6. Nossa, isso sim que é resenha completa hein! sabe que uma vez li um livro em que o cara era esportista e quase vomitei de tanto que o livro falava de futebol americano. Mas dependendo do tema eu amo sim. Legal ver você lendo em inglês, gostaria de conseguir isto, quem sabe um dia. E esta capa? Uoooooooooooooooooooooooooouuuuuuuuuuuuu

    ResponderExcluir
  7. Lembro que li um livro em inglês que o personagem era jogador de hóquei e quase desisti por causa dos detalhes... rs
    Não curto capaz assim, mas fiquei interessada neste. Vou esperar a publicação por aqui.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Que pena que a segunda parte do livro foi mais corrida e com isso não manteve a mesma emoção,digamos assim. Mas que bom também que como um todo a leitura lhe conquistou.
    Sobre continuações... confesso que a maioria tem me incomodado muito, mas se as autoras e os autores querem, fazer o que?

    Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Olá Sabrina, tudo bem?

    Toda vez que eu vejo isso de mocinho ligado a esportes, ou eu penso na trilogia da Vi Keeland ou na trilogia da J. Sterling. Sério. hahaha. Acho que no final das contas, tudo acaba ficando um pouco parecido.


    Beijos
    @blogodiariodoleitor

    ResponderExcluir
  10. Olá! Que chiquei hein mulher. Gosto de livros assim, como mocinho e nao de coisas muito hots e etc...creio que esse livro vai vim e ser um sucesso no Brasil e espero poder ler pq amei sua resenha. Eu amei a capa pq né... kkkkk

    ResponderExcluir
  11. Oi.

    Eu adorei essa capa e o modelo 😍 Já tinha visto a obra na página do blog no Facebook, mas até hoje não tinha lido nenhuma resenha dele. Adorei suas impressões, a narrativa, os personagens parecem ser bem desenvolvidos. O enredo é bem o meu estilo, então, eu quero muito poder ler o livro depois.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oi.
    Parece ser um enredo muito interessante. Principalmente por tratar de temas como depressão e superação. Gostei também de saber qie as cenas eroticas sao poucas e nao muito descritivas.
    Nao conheço a narrariva da autora, mas acho que vou querer conhecer quando o livro for lançado no Brasil.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Eu entendo completamente quando você diz que queria ler o livro só pela capa, pq me senti da mesma forma. Gostei de saber que a história possui um casal mais maduro e que nos apresenta mais esse lado do esporte do personagem, já estou ansiosa para ler. Parabéns pela resenha.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Sabrina, tudo bem?
    Que resenha, hein? Adorei que você soube explanar muito bem o que gostou ou não do livro, deu pra ter uma boa noção de como ele é. Bem, sendo sincero, eu nõ sei se o leria, contudo, também não é algo que eu descarte.

    ResponderExcluir
  15. Quando vi a capa, pensei que fosse um romance hot. Já ia descartar, ne? Mas a história parece legal, me lembrou outros livros que li e que gostei. O bom é que você já chegou informando que poderemos ler quando chegar no Brasil! Espero que a Record mantenha a capa, está muito bonita. O bom de dramas assim é que foge daquele clichêzão que estamos acostumados a encontrar nas livrarias... Uma boa dica. Espero que os termos tecnicos sejam explicados. Entendo nada de esportes, hahaha.

    ResponderExcluir
  16. Oi Sabrina,
    eu só soube desse livro depois daquele evento em que a Brittainy participou com os modelos, não sei se é este mesmo que você mencionou porque eu acompanhei bem de longe, então estou por fora. Mas assim como você fiquei desejando o livro primeiro porque da capa que está lindíssima e depois pela sinopse que achei bem atraente, ler sua resenha me deixou ainda mais ansiosa pelo lançamento do grupo editoria record, espero que quando enfim tiver a oportunidade de ler consiga gostar tanto quanto você.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  17. Olá ♥
    Sempre vejo ele no Stories no instagram com esse livro na mão, mas jamais imaginaria que ele era um dos autores e que novidade boa em? Para mim era só algo voltada a divulgação dele. Amei a premissa da história, assim como você amo livros que temos personagens que participa de algum esporte. Fiquei feliz em saber um pouco mais sobre a trama que realmente parece ser muito boa. Saber que ele meio que se inspirou nele mesmo para criar o personagem parece que da um ar maior no enredo ne? Amei as fotos todas muito bem elaboradas. Resenha maravidiva!
    Beijos!

    ResponderExcluir

TOPO