09 dezembro 2017

Resenha: Ruthless King (Mount Trilogy # 01) - Meghan March

em 09 dezembro 2017

Comente aqui

New Orleans pertence a mim.
Você não conhece meu nome, mas controlo tudo o que você vê - e todas as coisas que não sabe.
Meu alcance não conhece limites, e minhas ordens sempre são atendidas.
Não preciso emprestar dinheiro a uma destilaria familiar falida, mas divirto-me em tê-los em débito comigo.
Para tê-la em dívida comigo.
Ela não sabe que chamou minha atenção.
Ela deveria ter sido mais cuidadosa.
Eu serei seu dono. A consumirei. Talvez até a mantenha.
É hora de coletar o que me é devido.
Keira Kilgore, você agora é propriedade do Lanchlan Mount.



*E-book do acervo pessoal da blogueira*

A resenha de hoje vai para quem gosta de ogros dominantes e chantagistas. Eu tô velha ou esses livros estão muito a mesma coisa sempre?? Vem comigo. Vou tentar nãos ser a chata, porque esse já foi meu tipo de livro.

Ruthless King é o primeiro livro de uma trilogia da autora Meghan March. Escrito em primeira pessoa, alternado entre os dois protagonistas.

Aqui temos Mount, Lachlan Mount, o dono da porra toda em New Orlens. O homem que mantém todos na coleira, que manda em tudo, o fodão. E temos Keira, viúva de um vigarista, e herdeira e CEO de uma destilaria á beira da falência. O quadro perfeito para chantagem, é ou não é??? Já vimos isso em muitos lugares.

"Você sabe o que é poder Keira? Um afrodisíaco. Você pode me temer e ainda me querer, ao mesmo tempo. Isso só vai aumentar a cada experiência."
Inicialmente eu pensei que fosse um romance dark, mas não chaga a isso. Então foi erro meu. Minha sede de sangue me passou a perna.

Keira ficou viuvá e seu marido pilantra deixou uma divida a ser cobrada. E ela deve a Mount. Que faz uma boa chantagem psicológica em que podemos ou não ter seus parentes e amigos mortos, você decide, sem pressão, me pague com seu corpo e sexo.

Nesse primeiro livro grande parte é ocupado por cenas de sexo quente. Onde Keira não consegue resistir,mesmo lutando muito. Porque o homem é bom em ser misterioso e ruim em todo o resto. Destaque para como ele é eficiente em dobrar ela numa mesa ou braço de sofá e fazer ela usar os os seus brinquedos.

"Ela pode ter me marcado esta noite, mas eu a marquei primeiro. Keira Kilgore precisa de mais uma lição sobre o que significa ser de propriedade de Lachlan Mount."
Ao longo do livro algumas revelações até me agradaram, mesmo sem muita explicação ate agora de como eles realmente se conhecem. A protagonista me deixou um pouco confusa, porque eu não sabia o que ela realmente queria, a verdadeira personalidade dela. A do "mocinho" no entanto está bem definida desde o começo.
Ruthless King é um romance quente, onde temos a clássica chantagem clichê, onde todos conseguem ver claramente que os personagens se amam, só eles mesmo que não veem isso rsrs. Se você quer uma trilogia que pretende lhe arrancar suspiros com um casal quente e que se ama e odeia esse livro é uma ótima pedida, e mesmo dando 3 estrelas para ele já estou pegando o segundo livro pra ler, pois não posso deixar de saber o que mais vai acontecer com esse casal tão intenso.



0 comentários :

Postar um comentário

TOPO