Resenha: Corpo (Trinity - #1) – Audrey Carlan

4 comentários

Uma nova vida. Um novo amor. Um perigo real. A nova série da autora de A garota do calendário!

“Eu te amo. Eu te quero. Eu nunca vou te deixar. ” Gillian Callahan entra em pânico só de ouvir esse tipo de frase. Por anos ela viveu uma relação abusiva com seu ex-namorado violento. Agora ela está livre e segura, trabalhando para uma fundação de apoio a mulheres vítimas de violência — a mesma que a resgatou e salvou sua vida. Gillian não quer saber de homem nenhum. Até conhecer Chase Davis, o presidente da fundação. O bilionário é tão sexy e sedutor que Gillian fica sem chão. Chase sempre consegue o que quer — e ele quer Gillian. Agora ela terá de enfrentar a batalha entre o desejo e o medo. Gillian vai conseguir confiar em Chase? Ela está segura com ele? E quão perigoso pode ser um passado sombrio... não só o dela, mas o do homem que ela aprendeu a amar?



* Livro recebido em parceria com Editora* 

Olá Leitores!!

Audrey Carlan que fez muito sucesso com seus livros eróticos Garota do Calendário, não deixou a peteca cair nesse sentido nessa série Trinity, essa série é bem erótica e descritiva, então fiquem avisados porque pra quem curte é um prato cheio.

Gillian uma ruiva muito bonita, com muitas curvas e olhos de esmeralda deixa qualquer homem ao seus pés. Ela teve um relacionamento abusivo com seu último namorado sofrendo violência domestica constante no qual quase a levou a morte.

Após ser resgatada pela Safe Haven, uma instituição beneficente em prol mulheres que sofrem esse tipo de violência, tem sua vida de volta aos eixos. Ela consegue um cargo dentro da instituição, volta a ter sua confiança e dignidade de volta. Gillian ou Gigi como seus amigos a chamam, vai para Chicago em reunião com o corpo presidencial da instituição e ao chegar ao hotel resolve tomar um drinque no bar, onde ela se depara com um homem, arrogante e super bonito parecido com o que ela diz ser o personagem super-homem.

“ Descanso o olhar em seu rosto e me assusto quando percebo que seus olhos estão voltados intensamente para os meus. Quero virar para o lado mas não consigo. É como ele estivesse me mantendo amarrada no seu olhar”.
Ele percebe seu olhar libidinoso e resolve atacar com uma abordagem nada discreta e bem direta deixando Gillian muito afim de conhecê-lo mesmo com toda a arrogância desse homem. Ela não sede de primeira e deixa passar a oportunidade. No dia da reunião se depara com o presidente da instituição um homem inacessível, bilionário, arrogante e poderoso e adivinhem, sim o Chase Davis o homem lindo do bar.

“ ...ele é o fundador e presidente. É podre de rico. Todo ano doa mais da metade do orçamento da nossa fundação. Quarenta milhões por ano”.
Agora Gillian se sente constrangida e completamente fora daquilo que ela imagina ser o tipo de mulher que atrairia um homem tão poderoso e lindo. Mas não foi o que Chase achou, ele definitivamente quer Gillian em sua cama a qualquer custo e não aceitará um não como resposta.

Gillian esta dominada por Chase e esse jeito dominador a deixa muito apreensiva porque ela teme pelo seu passado de uma mulher que foi violentada fisicamente, verbalmente e pressa por muito tempo por um homem com o mesmo jeito e não sabe se com Chase será da mesma forma. Aos poucos Chase vai conquistando a confiança de Gillian e mudando toda sua vida, eles passarão por muitas coisas juntos e vão conhecer todas as faces que explicam serem quem são.

“ O nó no meu estomago e a dor no meu coração só podem ser consertados por um filho da puta egocêntrico, rico, super protetor , controlador e bonito de tirar o fôlego”.


Essa série honestamente falando é o tipo de romance que você poderá amar ou odiar, vai depender do seu ponto de vista sobre o relacionamento do casal. Lembrei-me muito dos casais da série After, desastre eminente, 50 tons de cinza e outros romances com homens dominadores, ricos e arrogantes.

Os personagem secundários são muito relevantes e com certeza terão influência para a seqüência da história, entre os que mais se destacaram pra mim foram Maria, Kat e Bree elas entendem muito bem tudo que Gigi passou e a ajudam nos momentos difíceis, são literalmente uma família para a protagonista, e eu espero que nos próximos livros possamos ver mais destes personagens.

“ Você desperta em mim o cara maluco por controle. Eu quero que você esteja segura. Eu quero proteger e cuidar de você.Eu quero dar tudo o que seu coração deseja”.

Terão vários temas polêmicos durante a história, a violência domestica, relações pós viuvez, mulheres que não aceitam ser sustentadas financeiramente por homens, enfim vários assuntos que nos faz ter uma visão mais ampla sobre tudo, em alguns você vai concordar, outros vai discordar... Mas não posso negar que esse livro nos faz refletir sobre várias coisas e me peguei pensando nos temas mesmo depois de terminar essa leitura.

Todas as capas tem foto da personagem, uma ruiva com flores de cores vibrantes, sinceramente achei essas capas brasileiras maravilhosas, ficam muito mais lindas que as originais, já quero todas na estante. O livro é impresso em folhas amareladas com uma ótima fonte, e também não encontrei nenhum erro de revisão.





Apesar de uma premissa clichê com um mocinho rico, poderoso e dominador é um bom livro para quem gosta do gênero, um romance que trás muitas reviravoltas, que entrega uma trama de tirar o fôlego com muitas cenas quentes e que vai te fazer torcer para que esse casal fique juntos logo. O livro termina com um gancho para o próximo, e não tem como não ficar desesperada por essa continuação, com certeza será minha próxima leitura, já estou correndo para comprar o resto da série. 

Ah, e só lembrando que essa é uma série que você precisa ler tudo na ordem se não não vai entender nada , mas como os livros são muito fluidos rapidinho você termina um e já está começando outro.


4 comentários

  1. Oi Keyla!

    Realmente as capas do brasil são muito mais lindas, adorei sua resenha e mesmo não sendo muito a minha onda homens mandões de vez em quando é bom ler para ter algo diferente né? Espero gostar também, e espero a resenha do resto da série.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. OI!
    Eu adoro esse tipo de romance, de longe são os meus favoritos, já li todos que lançou dessa série e a cada livro fica melhor, estou louca para ler mais livros dessa autora, ela realmente arrasa

    ResponderExcluir
  3. Oi keyla, esse livro realmente parece ser 8 ou 80, eu acho que não ia gostar muito porque não gosto de romances assim onde o homem manda demais e coisas do tipo, mas realmente pra quem gosta é uma maravilha.
    Amo as capas dessa série

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Comecei a ler esse livro ano passado mas acabei parando porque tive contratempos, mas pretendo voltar.
    Adorei Garota do Calendário e essa série realmente parece ser tão boa quanto, pela sua empolgação com certeza é uma boa história.
    Espero resenha dos próximos aqui em breve

    ResponderExcluir