Resenha: Sick Fux - Tillie Cole

8 comentários

Durante a infância, quando Ellis Earnshaw e Heathan James se conheceram, os dois não poderiam ser mais diferentes. Ellis era alegre e bonita – tinha cabelos loiros, risadas e sorrisos radiantes. Heathan era sombrio, introvertido e obcecado com mortes.
O casal forjou uma amizade improvável, única e estranha. Até serem destruídos pela crueldade doentia de outras pessoas e separados durante anos, ambos aprisionados em um inferno perpétuo.
Onze anos depois, Heathan está de volta por sua garota. De volta de um lugar do qual ele achava que não haveria retorno. De volta para se vingar daqueles que os trataram tão injustamente.
O tempo obscureceu a alma de Heathan, corrompida por ódio e sede de sangue.
O tempo transformou Ellis em uma mera sombra do que foi no passado, uma menina perdida na vastidão de sua dor.
Quando Heathan arranca Ellis de sua prisão mental, resgatando a essência de quem ela era, os dois se aventuram pela toca do Coelho.
Com rancor em seus corações e vingança correndo em suas veias, eles vão atrás daqueles que os machucaram e destruíram.
Um de cada vez.
Cada vez mais letais que o anterior.
Tique taque.

Romance dark e contemporâneo. Contém cenas sexuais explícitas, violência, abordagem de assuntos sensíveis e tabus, linguagem ofensiva e tópicos maduros. Recomendado para maiores de 18 anos ou mais.



*Livro do acervo pessoal da blogueira*


Olha lá um romance dark...me segura que eu quero ler!

Tenha a mente aberta ao ler esse livro, pois ele promete tudo que tem no aviso que recai sobre ele. Dark do começo ao fim.

Sick Fux vai contar a historia de Ellis e Heathan, que se conhecem crianças.  Ellis é uma criança alegre, encantadora e fantasiosa, órfã de mãe, com quem ela aprendeu a amar o livro e todo o universo de Alice no País das Maravilhas e também a gostar de chá “...apenas Earl Grey. Nenhum outro.”  Heathan é o oposto, um garoto sombrio, abandonado pela mãe e obrigado a viver com o pai, capataz da fazendo do pai de Ellis. Tem fixação pela morte. Por tirar vidas. Luz e trevas. E em uma festa do chá ambos viram Dolly e Rabbit.

"Eu vivo na sombra. Você não. Você vive na luz..."
Ainda crianças ambos são arrastados para um mundo escuro e de dor. Traídos da pior maneira por quem devia protegê-los. Feridos e marcados, ambos têm suas vidas interrompidas e são afastados.

Onze anos se passam, Heathan é mandado para um lugar onde os monstros são contidos. Preso com Chapeleiro e Henry/Hyde aprende e treina. O tic-tac anuncia a hora final. É tempo de vingança. E Rabbit precisa resgatar Dolly da sala das portas.

Juntos vão ter agora sua própria aventura no País da Maravilhas com vilões para derrotar. Eles tem uma lista grande.

"Hora do chá, hora do chá, hora do chá!"
Eu não conseguia largar o livro, mas tive que respirar fundo muitas e muitas vezes ao longo dele. Em alguns momentos quis jogar o kindle de lado e me encolher. Eu torci e aceitei como corretas todas as vinganças, todo o plano de Rabbit. Distorcido e sanguinário, era desse jeito que eu queria.

"Tique taque, Rabbit. Tique taque, tique taque, tique taque. tantos toques até você voltar pra mim. Isso me deixou mais triste e infeliz a cada dia que você não voltava. "
O livro é escrito em primeira pessoa, pelos pontos de vista de Ellis/Dolly e Heathan/Rabbit, com lembranças de seus passados. Tem uma narrativa que te pega e flui rápido, mas sem te deixar perdido. A autora não teve medo de ir além e foi criativa ao ambientar o livro baseado nas aventuras e personagens de Alice no Pais das Maravilhas.


A autora revelou que existe uma possibilidade de personagens secundários terem suas histórias contatadas em outros livros, enquanto isso não acontece Sick Fux continua sendo livro único.  A capa não te prepara para o que tem dentro do livro. E quando você descobre o significado da capa e do titulo dá aquele aperto dolorido no peito sabe? Você quer entrar no livro e resgatá-los antes que todo o mal os alcance, antes que o Rei de Copas, Jaguadarte, Gato Risonho, Lagarta Azul, os gêmeos Tweedledum e Tweedledee junto com a Rainha Vermelham destruam suas inocentes vidas.

"Você e eu, Rabbit. Teremos a maior aventura de todos."
Infelizmente o livro não tem previsão de ser publicado no Brasil. E pelo perfil, acho que dificilmente teremos ele publicado. O engraçado dessa autora é que ela tem um livro completamente oposto a esse, quase como se uma outra pessoa tivesse assumido seu corpo ao escrever Mil Beijos de Garotos, livro conhecido por sua delicadeza e por ser um desidratador mais eficaz que o sol, fazendo você secar em lágrimas hahaha aliás confira a resenha dele aqui no blog (link). Esse livro é lindo demais.

"Rabbit bobo."
Sick Fux é um livro perturbador, sombrio, insano. Indicado para aqueles que não têm medo de cair na toca do coelho.Com vilões que você queria que não existissem nesse mundo, mas que são reais e espreitam onde a inocência está presente. Um livro que mexe com você do começo ao fim. Que te faz abandonar a justiça e levantar a bandeira da vingança.


Cinco Fux estrelas 


8 comentários

  1. Oiii Fernanda tudo bem?
    Que demais essa resenha menina, fiquei apaixonada pela sua resenha e sempre fui muito chegada a esse gênero e com toda certeza eu me apaixonaria a ler e lerei com toda certeza, ótima resenha e dica anotada com toda certeza, quero descobrir os mistérios.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Apesar de ainda não conhecer a obra, sua resenha deu uma boa noção do que esperar. E confesso que me interessei bastante pela premissa e por todo o lado dark que a história traz.
    Gostei muito da resenha e dos pontos que você ressaltou.
    Com certeza quero ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu também não conhecia a obra, mas fiquei bastante interessado. Esse lado sombrio me deixou com muita vontade de fazer esta leitura.
    O fato de ser baseado em Alice no Pais das Maravilhas já deixa o leitor curioso sobre os acontecimentos do livro. Vou ficar na expectativa para que seja lançado no Brasil.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Oie!
    Eu ainda não li nada da autora, mas sempre leio alguma indicação sobre a narrativa da autora. Não conhecia esse título, mas fiquei bem interessada nessa história. Gostei muito da sua indicação.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  5. Ola Fe lindona, menina estou doida para ler esse livro, já está em minha enorme lista, adoro romances Dark por sua intensidade e reflexões que mexem com nossas emoções. Realmente há uma grande distância entre o livro citado e esse com relação a gêneros mostrando o talento enorme da autora e sua diversidade na escrita. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  6. Olá! Eu não tenho o hábito de ler esse tipo de romance, meio dark. Fiquei com dó dos personagens que foram traídos e marcados e curiosa pela vingança proposta. Adoro quando o autor tem criatividade para nos levar a outros mundos e achei legal ser uma leitura que flui rápido. É uma pena mesmo não ter previsão de lançamento no Brasil!
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia a obra, mas já ouvi e li ótimos comentários sobre as obras da autora, especialmente as dark. nâo sei se leria esse livro agora, mas com certeza já está na minha lista
    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
  8. Boa noite! Ainda estou lendo este livro. Confesso que não estava preparada para encontrar tanta escuridão. Ainda tenho lágrimas nos olhos que não param de rolar. Admirável a sua resenha. Parabéns! Tive que lê-la antes de continuar com a minha leitura. Espero um final feliz, fervorosamente...

    ResponderExcluir