Resenha: O Jogador - Vi Keeland

16 comentários

Na primeira vez que encontrei Brody Easton ele estava no vestiário masculino. Foi a minha primeira entrevista como jornalista esportiva profissional. O famoso quarterback decidiu me mostrar tudo. E, por tudo, não quero dizer que ele me disse algum de seus segredos. Não. O idiota arrogante decidiu deixar cair a toalha quando fiz a primeira pergunta. Na frente da câmera. E o famoso ganhador do Super Bowl rapidamente adotou um novo hobby: me provocar.
Quando o afastei, ele desistiu de só me provocar e resolveu que queria transar comigo. Mas eu não saio com jogadores. E não é porque sou uma das poucas mulheres que trabalham no mundo do futebol profissional. Eu posso namorar um jogador. É outro tipo de jogador que eu não namoro. Você conhece o tipo: boa aparência, forte, arrogante, sempre querendo ficar com alguém.
Brody Easton era um verdadeiro jogador. Toda mulher queria ser a que iria mudá-lo. Mas a verdade era que tudo que ele precisava era de uma garota por quem valesse a pena mudar.
De repente, eu era essa garota.
Simples, certo?
Vamos encarar, nunca é.
Há uma história entre o era uma vez e o viveram felizes para sempre...
E esta é a nossa.


*Livro de acervo pessoal da blogueira* 

Sabe quando a leitura flui tão bem que você não consegue largar o livro? Que você se apaixona pelo mocinho, torce pelo casal e sente um ódio tremendo quando alguém aparece para atrapalhar o relacionamento? Bem, passei por tudo isso lendo O Jogador. Eu já imaginava que iria me apaixonar por essa história (afinal essa capa é A CAPA né amores), mas não pensei que seria tão rápido, e que a história fosse tão envolvente, então sem mais delongas vamos a resenha...

"Ás vezes, acreditamos nas coisas não porque sabemos que elas são verdadeiras, mas porque as mentiras são mais fáceis de aceitar."
Delilah Maddox é aquela personagem que você vai se apegar logo de cara. Sendo filha de um ex-jogador, ela passou a vida cercada pelo Futebol Americano, então acabou se apaixonando pelo esporte e por fim trabalhando com isso. Nesse ramo de trabalho ela está cercada por homens, mas ela não tem medo de ter que se esforçar pra conseguir o que precisa, não liga muito para as brincadeiras, cantadas ou todos aqueles músculos no vestiário. Além de ela ser muito esforçada ela é extremamente engraçada, sexy e sabe aturar o humor sexual e 'engraçado' de Brody.

Brody Easton entrou para a lista de crushes da minnha vida. Sério, além de o boy ser lindo, um excelente jogar, ter um humor ácido e sexual ele é incrivelmente doce, fiel e engraçado. É claro que ele tem esse pinta de bady boy mas quando o conhecemos melhor nos apaixonamos completamente. E só preciso dizer uma coisa: vocês nunca mais vão ver um Subway da mesma maneira.

Há vários personagens secundários nessa história, isso que deixa o livro tão interessante pois não se trata apenas do relacionamento do casal. Há um mistério envolvendo o passado de Brody que o faz visitar uma senhorinha toda semana na casa de repouso, essas cenas são imensamente fofas e você fica cada vez mais curioso para saber quem ela é e porque é tão importante em sua vida. Outros personagens também tem um destaque muito importante, e servem tanto para deixar a história mais humorada quanto pra te deixar morrendo de raiva porque veio pra estragar tudo, e isso foi uma jogada incrível da autora porque quebrou um pouco aquela vibe de relacionamento rápido e perfeito.

O livro é quente, Vi Keeland sabe como escrever um hot sem deixar tudo vulgar ou com cenas eróticas em excesso. Brody sabe como satisfazer uma mulher na cama e fora dela, e Delilah não é nenhuma santinha também hahaha. O melhor das cenas de sexo é são bem escritas e não caem no clichê de "vai caber?" "nossa como seu instrumento é grande" "nossa nunca fui pegada dessa maneira", as cenas são fluidas e não se perde tempo nessas divagações.

"Mesmo que eu nunca tivesse deixado de estar envolvida com o futebol, algo despertou em mim enquanto eu assitia da arquibancada. Eu não tinha certeza se era o meu amor pelo esporte ou a esperança de que eu poderia um dia novamente combinar o meu amor pelo esporte com um homem em campo."



Outro ponto que me fez gostar muito desse livro é o Futebol em si. Geralmente em romances as autoras não perdem tempo explicando o esporte para os leitores, então ficamos boiando nas coisas que acontecem, mas aqui é diferente, como Delilah é uma jornalista esportiva e narra a maior parte do livro ela nos explica algumas coisas do esporte, sobre os jogadores, estatísticas... enfim pegamos uma aula no meio do livro sem ficar chato, de maneira bem criativa e que nos deixa com vontade de assistir e torcer em um jogo assim como ela.

A edição é maravilhosa, fiquei muito feliz que a Editora Charme ter mantido a capa original, esse modelo é perfeito para Easton, assim como seu Subway hahahaha. A diagramação está perfeita e não achei nenhum defeito de revisão. Além disso o livro é unico, ou seja podem ler sem medo que a história tem começo e fim.

Por fim, eu recomendo MUITO esse livro pra quem gosta de uma trama hot bem envolvente. Não achem que só porque tem um tanquinho na capa o livro se resume a sexo, O Jogador é muito além disso, tem drama, personagens secundários encantadores, tem muito amor, tem devoção à família, cenas muito divertidas e é claro uma pitada bem quente. Pra quem quer um livro quente, rápido e divertido de ler eu recomendo muito essa leitura, vocês também vão se apaixonar por Brody Easton. 



"Eu provavelmente poderia fazer uma lista de um milhão de razões pelas quais eu deveria ter ficado longe. No entanto, eu sabia no meu coração que ele era o cara certo. Minha alma o tinha escolhido, não minha mente."

                                                          🏈🏈🏈🏈🏈🏈🏈🏈




16 comentários

  1. Oi, tudo bem?

    Li recentemente um livro dessa autora com a Penelope Ward e amei. Agora estou com muita vontade de ler mais livros da autora. Ainda não conhecia esse livro, mas vou procurar para comprar. Adorei a resenha e obrigada pela dica!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Gostei da descrição de se apaixonar pelo mocinho, torcer pelo casal e sentir ódio... isso define o meu tipo de boa leitura. Não conhecia o livro, mas por estas coisas já merecem a minha atenção, ainda mais quando a autora sabe balancear o hot com o romance, sem vulgarizar tudo. Dica anotada.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Sabrina

    Eu já não consigo gostar dessa capa, já cansei de capas com tanquinhos de modelos, acho tão apelativo... rs
    O enredo até parece legalzinho, aquele livro pra ler em uma lapada só e tal, mas o gênero vem me cansando porque sempre acho mais do mesmo.
    O fato das cenas mais hot serem de bom gosto de agrada, não gosto de nada vulgar.

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  4. Ao olhar a capa tive a impressão de que seria só uma história de sexo, mas sua resenha me fez perceber que tem uma trama interessante por trás, nunca entendi nada de futebol americano mas sempre tive curiosidade (gosto muito do nosso futebol) talvez essa seja uma oportunidade de eu entender um pouquinho hehe

    ResponderExcluir
  5. Oi, Sabrina!
    Que bom que você gostou da leitura! Eu não consegui terminar de ler essa história (provavelmente não era o meomnto para eu ler haha), apesar de adorar tramas com futebol americano como pano de fundo, o que eu realmente adoro! =/
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Eu amei demais! Tenho insônia e baixei todos os livros dessa série pra ler antes de dormir, foi uma delicia, a história vai muito além do romance erótico, é repleta de drama e romance, eu definitivamente amei a escrita dessa autora.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Sabrina! Depois da sua resenha, eu fui atrás do livro, mas achei o preço meio salgado... Em todo o caso, vou aguardar uma promoção para adquiri-lo. Gostei muito da resenha e a história me atraiu, mesmo eu fugindo de livros com capas desse tipo - acho lindas, mas apelativas demais e que geralmente não cumprem o que prometem. rsrs
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  8. Não gosto de capas assim. Acho muito apelativas, mas tenho curiosidade pra ler alguma coisa da autora porque sempre vejo elogios aos livros e tramas que ela escreve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bom?
    Eu vejo essas capas e já fico P da vida, porque acho ridículo kkk. Odeio histórias clichês, mas capas clichês são piores ainda na minha opinião, não daria uma chance a leitura pois não curto o gênero, mas adorei sua resenha!

    ResponderExcluir
  10. Heeellooo!!
    Ahhh ja estou de olho nesse livro faz um tempo.
    Amo os livro da VI e acho essa capa tao linda, na verdade a serie toda dela é mto envolvente e como vc disse, perfeito pra que ama hot, ou seja, eu mesma, hahahaha.
    Adorei saber o que achou do livro, ja vi que vou viciar demais.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Olá Sabrina, tudo bem?
    Não consigo curtir a capa desse livro e, portanto, não consigo sentir vontade de fazer a leitura, sabe? Apesar disso, sua resenha está encantadora e achei muito maravilhoso o foco do livro ser futebol e fiquei intrigada para saber como as coisas acontecem.
    Vou tentar arriscar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bom?

    Ainda não tinha lido esse livro, mas fiquei bem animada para começar essa leitura. É difícil, atualmente, ler romances eróticos por sempre encontrarmos o mesmo tipo de história. Porém, você mostrou que essa tem nuances e, apesar de ser "hot", não deixa de ter uma boa história de fundo. A capa é lindíssima e fiquei curiosa sobre o Subway. Eu imagino o que seja, mas acho que só lendo para saber com certeza, né?
    É bom também vermos os protagonistas bem construídos. Uma mocinha que, apesar de ser uma profissional feminina com um ambiente extremamente masculino e machista (em alguns casos), ela não se deixa abater e é esforçada no que faz. Um mocinho que, além de lindo e bom jogador, também é doce, fiel e engraçado. Onde compra um desses? Já quero, rs. Ou seja, só características que me fazem querer ler logo xD

    Enfim, adorei a resenha e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  13. Oi! Que legal que esse livro foi daqueles que você começa e não consegue mais parar! Não sei bem se eu leria, devido a pegada mais hot, mas por outro lado me chamou muita atenção a autora explicar sobre o futebol, e a presença intensa dos personagens secundários, e confesso que fiquei bem intrigada sobre a senhorinha da casa de repouso.

    ResponderExcluir
  14. Hey!
    Essa capa é bem chamativa, não é mesmo?! Kkkk
    Mas eu ando tão "escaldada" dessas mesmas tramas que já fico de cara virada. Sua resenha está muito boa, só que por enquanto passo a dica.
    Beijos
    www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi! Adorei a sua resenha, você escreve muito bem! Só não curto muito livros hot e por isso a premissa não me agradou tanto. Passo a dica dessa vez.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oi, Sabrina! Confesso que não sei se gostaria tanto desse livro, não costumo ler livros com pegada mais sensual e o fato de ter futebol me desanima mais ainda hahahaha Mas adorei conferir suas impressões a respeito dessa leitura e a resenha está impecável! Beijos.

    ResponderExcluir