01 novembro 2017

Resenha: Bang Gang - Jade West

em 01 novembro 2017

1 comentário
resenha bang gang (1)
LIVRO PARA MAIORES DE 18 ANOS, A RESENHA TAMBÉM É : P
Uma coisa é saber que seu ex-marido é meio que um jogador, mas outra completamente diferente, é descobrir que ele está se
prostituindo, se oferecendo para qualquer um que pague um bom dinheiro.
Aliás, não só para ele. Isso seria algo muito normal para Darren Trent.
Darren Trent - meu ex-marido e pai das minhas duas filhas - não
está apenas prostituindo. Ah, não. Ele se prostitui junto com quatro de seus amigos mecânicos - ou seja, todos se prostituem ao mesmo tempo.
Cinco mecânicos quentes e suados ao seu dispor.
Eles se chamam de BANG GANG... você pode imaginar?!
Em uma cidade, do tamanho da nossa, eu deveria manter minha cabeça baixa e esperar que o escândalo explodisse antes que as meninas ou a minha pobre e velha Nanna se aproximassem disso.
Só que não está acontecendo. Longe disso. Parece que todas as mulheres da cidade querem um sanduíche de cinco mecânicos.
A mulherada não tem escrúpulos. Apenas se aproximam do meu balcão de café e perguntam como podem reservar um especial Bang Gang.
Como se eu soubesse.
Eu definitivamente não saberia. Já nem sei mais quem é Darren Trent. Nós nos separamos há alguns anos.
Eu definitivamente não penso nisso tarde da noite. Não posso pensar em cinco mecânicos e eu... pelo menos, não tanto quanto todas as outras mulheres nesta cidade.
E mesmo que eu fizesse, não agiria assim. Não iria tirar o dinheiro da minha conta poupança e fazer algo do tipo.
E mesmo que eu fizesse isso, definitivamente, não me apaixonaria
por ele. De novo não. Não depois de tudo o que passamos. Não após a primeira separação dolorosa, que quase me deixou quebrada.
Não depois de ter me recuperado e adotado uma rotina, junto com minhas. Sem drama, sem desgosto, sem paixões loucas para balançar o pequeno e tranquilo barco em que navegamos.
Quero dizer, quem seria estúpido o suficiente para arriscar tudo por um pedaço quente, suado e cheio de graxa como Darren Trent?



*e-book de acervo pessoal da blogueira*
Depois de mil anos, Sabrina volta a ler os livros babados em inglês, e olha… depois que eu vi essa sinopse eu já preparei meu ventilador, meu ipad e corri me isolar pra ler esse babado… Mas a realidade não foi tão quente assim.
Na verdade, risquem essa sinopse hahahaha. Precisamos urgentemente reescrever ela, então vamos lá:
   
Uma coisa é saber que seu ex-marido é meio que um pegador, outra coisa é descobrir que ela é um gigolô e está oferecendo serviços com seus outros quatro amigos mecânicos, eles se chamam os Bang Gangs. Ironico o nome, não?.
Tudo isso não seria da minha conta, mas moramos em uma cidade pequena, onde as histórias correm mais rápido que tudo, e onde eu moro com nossas duas filhas, que não precisam descobrir o segundo trabalho do pai de jeito nenhum.
Em meio à fofocas que cada vez ficam mais quentes, e um relacionamento complicado que temos, minha vontade de ‘aproveitar a vida’ pode acabar complicando um pouco as coisas. Seria possível Darren Trent e eu termos uma segunda chance em meio à tantos boatos de que ele transou com a cidade inteira por dinheiro?
Pronto, alguém manda a autora mudar a sinopse pra minha aí hahahaha
Mas sério, vamos voltar ao foco aqui… A sinopse promete um livro com Gang Bang, que para os mais leigos no assunto é uma mulher para vários homens, e no caso do livro são 5 mecânicos suados, deliciosos e repletos de músculos e testoterona…. Como não querer ler ? hahaha
Mas então, a sinopse não é tão verdadeira assim, ela promete uma coisa e entrega outra completamente diferente, um livro sobre um pai que ama suas filhas e faz de tudo para lhes dar a vida que elas merecem e que ele não teve; e um casal que teve uma separação dolorosa mas que nunca deixaram de se amar.
Achei as cenas de sexo super rápidas e mesmo as de gang bang são de chorar porque são curtas demais e sem detalhes, quero detalhes minha gente! hahaha. Como disse como a sinopse do livro prometia algo mais quente, ficou devendo e muito, foi um balde de água (em temperatura ambiente, porque não é tão frio assim hahah)
Eu sabia que amava seu pai, desde que ele andou ao longo do rio comigo e me disse que ninguém o fazia rir do jeito que eu o fazia, e seu rosto tinha iluminado e eu sabia que ele queria dizer isso. Eu sempre soube que ele falava sério. Conhecia Darren Trent de dentro para fora, ida e volta.
Os personagens são um pouco imaturos para os 30 e poucos anos, mas ainda assim é gostoso acompanhar eles tentando se reconciliar, vendo o que a separação causou nas filhas, pensando nelas e nas consequências que uma reconciliação poderia trazer para as meninas…. Essa parte até que é boa, um pouco clichê confesso, mas não consegui largar os olhos do livro.
As filhas do casal são umas fofas. Ruby, a garotinha de 8 anos com as ‘palavras de garagem (oficina mecânica)’ são muito engraçadas, porque a inocência dela acaba deixando cômico ela xingando hahahaha. Também adorei o amor que ela tem pelo pai e sua vontade de aprender mais a profissão de mecânica, mesmo pequena ela não tem medo de se sujar e presta atenção em cada detalhe do serviço. Mia também, mesmo não tendo tantas cenas com a garota ela conquista o leitor com os problemas de bullying que sofre e também por ser a que sofreu mais com a separação dos pais.
Então, acaba que não tenho muito pra falar do livro hahahaha
É um bom livro, principalmente se você só quer algo para te distrair. Mas como livro mais hot, um livro de gang bang é bem frustante porque são poucas as cenas com os cinco, e quando elas acontecem é rápido demais, se eu fosse uma cliente iria querer meu dinheiro de volta hahahaha. O livro poderia ser um pouco menor e ter menos divagações dos personagens, talvez um clímax mais forte e tal, mas ainda assim é um livro interessante para quem quer somente passar o tempo.
E foi lá que ele permaneceu, durante toda a noite, colado a essas crianças como se ele nunca fosse as deixar escapar novamente.
E eu sabia. Eu sabia que era ele. Eu sabia que ele era tudo. Eu sabia que não havia ninguém na terra que amaria minhas meninas do jeito que ele faz, que daria tudo para minhas meninas do jeito que ele dá, que faria tudo o que fosse necessário para mantê-las seguras, independente do custo, não importa o que elas precisassem.
Eu amava Darren Trent por toda a vida. Mais do que nunca agora.

Um comentário:

  1. Como sempre ótima resenha! Ri alto com o "ia querer meu dinheiro de volta."

    ResponderExcluir

TOPO