23 outubro 2017

Resenha: Rock Star (Trilogia Rock Star # 1,5) -S.C. Stephens

em 23 outubro 2017

22 comentários
rockstar (4)

Ele é intenso, complicado e perigoso. Ele é demais! O único lugar onde Kellan Kyle sempre se sentiu em casa foi no centro de um palco. Tocando guitarra num bar escuro, ele consegue esquecer o passado doloroso. Nos últimos tempos a sua vida se resume em três coisas: música, seus companheiros de banda e intensos encontros sexuais. Até que uma mulher muda tudo... Kiera é o tipo de garota que Kellan jamais deveria desejar -- ela é inteligente, doce, e também a namorada do seu melhor amigo. Convencido de que nunca conseguirá merecer o amor dela, ele esconde a sua crescente atração... até que o coração atormentado de Kiera oferece a Kellan algumas pistas de que os sentimentos dele podem ser correspondidos. Agora, não importam as consequências, Kellan tem uma certeza: não vai deixar Kiera escapar sem lutar por ela. Em Intenso Demais, Kiera contou sua história. Agora é a sua vez ouvir a versão pela boca do “rock star” sexy que cativou fãs do mundo inteiro.


*Livro recebido em parceria com a editora* 

Mil anos depois de ler a trilogia, volto a reencontrar Kellan e Kiera, esse casal que despertou tantos sentimentos conflitantes em mim na primeira leitura.
Quando li Intenso Demais pela primeira vez, pulei quase o livro todo. Não gostei da Kiera, não aguentava seus mimimis e indecisões sobre qual boy ficar, mas ao mesmo tempo me apaixonei por Kellan e insisti nos outros livros da série, os quais são bem melhores.
Rock Star então tinha uma promessa especial pra mim, ter a chance de ler – direito – o início da história do casal pelo ponto de vista do Kellan, que é um personagem bem mais interessante rsrsrs.

- “Estou apaixonado por você. Você se entregou para mim, então correu de volta para ele. Você. Me. Matou.”
O livro já começa bem interessante, vamos entender bem mais do passado do Kellan que pouco é revelado em Intenso Demais, e sinceramente eu acredito que tal revelação fez a total diferença nessa livro, pois entendendo por tudo que o personagem passou vamos compreender melhor seus medos, suas inseguranças e sua devoção cega à qualquer vestígio de amor que ele recebe, principalmente quando se trata de Kiera. É algo até doloroso de ler em alguns momentos, e que não nego que aumenta nosso ódio à Kiera por dar amor a ele e voltar correndo pro Denny.

Mesma a história sendo a mesma não achei que ficou desinteressante o livro, pelo contrário, consegui acompanhar tudo com bastante interesse, torcendo para Kiera finalmente se tocar e largar o Denny e viver feliz para sempre com o Kellan que a amou desde o primeiro momento que a viu. Quando se trata de POV’s alguns leitores ficam receosos de ler a mesma coisa de novo e ser uma ‘perda de tempo’, mas granto a vocês que Rock Star vale muito a pena, e talvez se Intenso Demais fosse narrado no ponto de vista dele, ou tivesse alguns capítulos com a história dele e seu ponto de vista da trama, acho que mais leitores se apaixonariam por esse casal.
"E eu entendi que não poderia deixá-la ir. Ela não conseguia largar Denny, eu não conseguia abrir mão dela. Estávamos todos fodidos."
Com essa versão também pude entender um pouco mais da Kiera, compreensão que eu não consegui ter na primeira leitura. Deve ser muito difícil desapegar do seu primeiro amor, seu primeiro namorado, amante, aquele que esteve a seu lado durante tantos anos. Mesmo ela sabendo qual eram seus sentimentos por Kellan acredito que largar Denny era algo desesperador, uma mudança que viraria sua vida de pernas pro ar – ainda mais longe de casa –. Talvez eu esperasse menos atitudes egoístas dela – porque ficar nesse chove não molha pra mim é um pouco de egoísmo com os boys – mas ela se redimiu UM POUCO nessa versão comigo.

Um dos pontos importantes desse livro também é entender a profundidade do relacionamento de Denny e Kellan, que vai muito além de uma simples amizade. Isso talvez ajude muitos leitores a entender também o porque Kellan tentou tanto não amar a namorada do amigo, e porque essa traição foi algo tão pesado.

"– Você não é minha. Mas eu sou seu…"
Enfim, não tenho muito o que falar mesmo rsrsrs. Rock Star é um livro que trouxe um pouco da rendição de Kiera pra mim, e me fez apaixonar mais ainda pelo incrível Kellan Kyle. Mesmo não gostando de triângulos amorosos essa é uma história que eu gosto muito, e como disse lá em cima que adorei os próximos livros, então se você é daquele grupo que desistiu da série no primeiro livro, vale a pena dar uma chance a este para entender melhor os sentimentos e ações desses personagens tão confusos, tenho certeza que vocês vão se encantar com Kellan e vão querer continuar a série original. E para os fãs da trilogia, esse livro é um presente da autora, não tem como vocês não amarem ainda mais esses personagens.

"– Nunca senti uma paixão dessas, como sinto quando estou com você. Nunca senti esse fogo. Você tinha razão, eu estava com medo de me desapegar… mas com medo de me desapegar dele para ficar com você, não o contrário. Minha relação com ele era confortável e segura, e você… Fiquei com medo de que aquele fogo se apagasse… e você me trocasse por alguém melhor… e aí eu ficaria sem nada. Tive medo de estar jogando tudo fora por um romance tórrido que poderia acabar em dois tempos, e então eu ficaria sozinha. Um fogo de palha."
estrelas

22 comentários:

  1. Como não conheço a trilogia, este livro é novidade em tudo. Eu sou do grupo que nem começa série, por medo de não conseguir os demais livros rsrs, mas claro que se tivesse a oportunidade de ler todos eu adoraria, parece ser um enredo fácil e descontraído. Dica anotada.


    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já vi essa capa por aí e apesar de não curtir muito o gênero, fiquei curiosa por causa da capa, e esse tema de rock star e música sempre me atrai também!
    E que bom que você gostou do livro. Espero poder conferir em breve!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  3. Oi, Sabrina!
    Eu não senti a menor vontade de ler a trilogia Rock Star, mas esse livro parece ser a rendição da série. rsrs O meu problema com livros que são "a versão dele" depois de encerrada uma trilogia é que a história equivale apenas à do primeiro livro da trilogia (isso aconteceu em Rush sem limites e achei muito desnecessário). Vou deixar aqui como dica. Quem sabe um dia eu dê uma chance a ele?
    Bjos!
    Lucy Por essas páginas

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?

    Quero muito ler esta trilogia. Até pensei em comprar o box, mas acabei desistindo depois. Conheço algumas coisas da trilogia, e sempre que vejo os livros, bate aquela vontade de comprar de uma vez e conhecer logo a história, mas sempre vou deixando para depois. Vou tentar ler os livros no próximo ano. Espero conseguir.

    ResponderExcluir
  5. Oie!

    Não cheguei a ler a trilogia, mas li esse livro e gostei bastante do que encontrei e aparentemente a trilogia não é tão boa quanto essa obra kkk Mas futuramente irei tentar dar uma chance a ela, talvez eu goste ou talvez fique com a mesma opinião da maioria que já a leu!

    Bjss

    ResponderExcluir
  6. Quando vi a divulgação desse livro nas redes sociais, logo me interessei pelo titulo... Pois Rock é algo que gosto muito também! rs
    Porém,acabei não colocando na minha imensa lista. E não sabia q era uma trilogia... Agora já sei. E assim que tiver oportunidade, vou ler sim para conhecer um pouco mais da historia. Obrigada pela a bela resenha, bem detalhada e interessante.

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Acredita que até hoje só li resenhas sobre esse livro e nenhum outro da série? Hahaha
    Eu também não sou muito fã de triângulos amorosos e, talvez por isso, não me interessei muito. No entanto, os elogios que você fez e a descrição do Kellan me deixaram mais curiosa. Então, vou deixar a dica anotada para ler a trilogia e esse livro em um outro momento.
    De qualquer forma, adorei ler sua resenha e achei legal esse livro trazer uma perspectiva diferente e mais interessante sobre os acontecimentos do primeiro volumo. Que bom que deu para compreender melhor os personagens e a Kiera se redimiu um pouco aos seus olhos kkkk.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Eu li o primeiro livor da trilogia e parei. Sério, não gostei da protagonista, achei o triangulo amoroso muito ruim e as cenas de sexo exaustivamente repetitivas. Por isso, passo a dica.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá, eu já vi muito esse livro, mas não despertou o meu interesse. Quem sabe eu não mude de idéia e leia mais por enquanto eu posso essa dica

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem? Já vi essa série por aí, mas infelizmente ainda não despertou o meu interesse. Não curto o gênero, acho que muitas vezes os autores até tentam acrescentar pontos novos, mas a impressão que tenho que é muito mais do mesmo. Fico feliz por ter sido uma leitura agradável pra você.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  11. Olá! Eu amo Kellan Kyle, um dos meus crushs literários. Eu também não gosto da Kiera, acho que ela só piora ao decorrer da série. Ainda não li esse livro, mas quero muito lê-lo e eu amei a sua resenha ❤️.

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bom?
    Então! Não curto muito livros com temáticas onde um amigo se apaixona pela namorada do outro e quer conquistá-la a todo custo. Sei lá, não funciona para mim por não conseguir não julgar. Entretanto, foi legal saber que apesar da personagem ter sido intragável para você no primeiro livro, este trouxe uma rendição para ela e que a história pelo ponto de vista de Kellan só deixou tudo mais interessante e claro.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Eu tenho um certo preconceito com hypers de livros. Ou 99,99% ama ou odeia.
    Como essa trilogia eu vejo TANTA divulgação da editora que fico meio "hum... Talvez não." Kkkkk.
    Sério eu não tô criticando sua resenha, pelo contrário ela dá aquela instigada para que a gente leia.
    Mas eu vou passar a dica.
    Beijos
    www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bom?

    Ainda não li a trilogia, mas acredito que se tivesse lido, teria a mesma reação que a sua em relação ao primeiro livro. Odeio o "mimimi" de quando as protagonistas não sabem com que boy escolhem ficar. Isso é horrível para os caras, pois essa indecisão acaba machucando os dois. Também não gosto quando o livro é somente sob o ponto de vista de um personagem, ainda mais quando é romance. Acredito que quando você coloca sob o ponto de vista dos dois, a leitura flui muito mais, além de você conseguir entender um pouco mais o "outro lado". Nesse, em particular, teria sido ainda mais enriquecedor, já que o Kellan era melhor amigo do namorado da Kiera. Nesse ponto seria legal saber um pouco mais de seus "conflitos" e o personagem teria sido mais construído e nós conseguiríamos nos aproximar mais dele.

    Enfim, gostei de saber que tem um livro sob o ponto de vista do Kellan, me motiva mais a ler. Adorei a resenha, obrigada pela dica :)
    Abraços.

    https://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oie!!
    Ai menina, acredita que eu não consegui finalizar a leitura do primeiro livro justamente por causa da chatice da Kiera? Me apaixonei pelo Kellan logo de primeira, sabe, mas essa menina entojada me fez perder total interesse na série, tanto que tenho todos os livros e mesmo assim ainda não o li.
    Gostei da sua resenha sobre esse livro e eu acredito que pode ser uma possibilidade eu voltar a leitura. Vai que... haha

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  16. Olá!! Já faz um tempo que comecei a gostar de livros sobre Rock's Stars. Amo essa pegada de música e romance,ainda não li a Trilogia a Rock Star mas, confesso que já estava a algum tempo tentando dar uma chance a esse mundo dos rockeiros. Estava com receio de não gostar. Mas depois dessa resenha eu acho que vou dar um voto de confiança.

    ResponderExcluir
  17. Oi Sabrina,
    Que bom que essa leitura te agradou. Eu não curto muito ler esses livros, mas tenho me arriscado em ler. Entretanto, apesar disso, não consigo me sentir impelida a ler esse livro, pois não me vejo curtindo essa questão de rendição, mas, como disse, fico feliz que tenha gostado.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  18. Oie, tudo bom?
    Acho muito estúpido quando livros de romance abordam a traição como algo romantizado. NÃO façam isso, sério. Terminem primeiro, pelo amor de Deus. Apesar desse ponto, essa capa é bem bacana, e a história me chamou bem a atenção!

    ResponderExcluir
  19. Oiee ^^
    Quando eu li os dois primeiros livros da série, também odiei a Kiera. Achava que ela era muito chata e um pé no saco, mas até que gostava do Kellan. Por mais que eu tenha um pouco de curiosidade de conhecer o ponto de vista dele, não sei se teria paciência ou ânimo para ler esse livro...haha' mas fico feliz que tenha gostado :)
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oi, Sabrina!
    Eu ador new adult, mas não gosto dessa série. A história no geral não desperta meu interesse e não simpatizo muito com os personagens. Dificilmente leria, mesmo assim obrigada pela dica!

    Beijos,

    Rafa - blog Fascinada por Histórias

    ResponderExcluir
  21. Eu li a trilogia toda e depois o ponto de vista do Kellan! Ameiii cada um deles, SIM!
    Kiera tinha vezes q dava vontade de meter a mão na cara dela KKKK ooohhh pessoa indecisa da gota... Mais acabei entendo o medo dela (não que eu tenha concordado com sua atitude, e sim que consegui ver de um ponto de vista diferente). Pra mim ela merecia sim ficar com Kellan, os dois foram feitos um para o outro! Denny seguiu sua vida, se apaixonou novamente, e Kiera com Kellan criaram uma linda familia 😍❤

    ResponderExcluir
  22. Oi, Sabrina! Eu adoro livros que envolvem amor e música, mas me confesso que já li algumas resenhas e me interesso pouco pela série. No entanto, acho que sua resenha está ótima e tenho certeza que agradará a muitos fãs do gênero.

    Bjs

    ResponderExcluir

TOPO