Resenha: O Jogo Perfeito #1 - J. Sterling

Um comentário


O Jogo Perfeito conta a história de dois jovens universitários, Cassie Andrews & Jack Carter. Quando Cassie percebe o olhar sedutor e insistente de Jack, o astro do beisebol em ascensão, ela sente o perigo e decide manter distância dele e de sua atitude arrogante. Mas Jack tem outras coisas em mente ... Acostumado a ser disputado pelas mulheres, faz tudo para conseguir ao menos um encontro com Cass. Porém, todas as suas investidas são tratadas com frieza. Ambos passaram por muitos desgostos, viviam prevenidos, cheios de desconfianças, antes de encontrar um ao outro, (e a si mesmos) nesta jornada afetiva que envolve amor e perdão. E criam uma conexão tão intensa que não vai apenas partir o seu coração, mas restaurá-lo, devolvendo inteiro novamente.


* Livro recebido em parceria com a Faro Editorial* 


"Você já percebeu como as palavras podem ser bonitas? Como é fácil dizer aqui que você acha que alguém quer ouvir? Como você pode afetar todo o dia de uma pessoa com apenas algumas frases? Bi entanto, quando você não as leva adiante com alguma ação, elas se tornam inúteis. São apenas sons e sílabas. Porém, não significam absolutamente nada."
O Jogo perfeito foi um livro que eu queria ler desde o lançamento, quando via o pessoal recebendo o livro com a camiseta do Jack Carter, até porque naquela época não tinha lido nada de Jogadores de Beisebol, mas acabei esquecendo de tal leitura e quando voltava a ela sempre via alguém falando que eu ia passar raiva. Mas esse mês Ana me chamou para lê-lo com ela, e mesmo sabendo que eu ia passar um pouquinho de raiva nessa leitura me arrisquei rsrsrs

Mesmo a sinopse já contando muito do livro vou falar rapidinho dele aqui pra vocês...

O Jogo perfeito vai trazer a história de Carter e Cassie. Ele é a estrela da faculdade, o jogador de beisebol que está sendo estudado para vários times importantes e toda sua fama acaba atraindo todas as mulheres, e ele aproveita tais oportunidades. Já Cass é a garota que tem muitas mágoas e dificuldade de confiar por causa de traumas com seu pai, ela não quer um garoto encrenca como Jack Carter, mas ao aceitar sair com ele apenas uma vez ela percebe quem realmente ele é, e de acordo com suas regras para relacionamento os dois começam a se envolver.

O livro é um típico clichê NA, mas que é extremamente gostoso de ler por ter uma narrativa bem rápida e que não peca em excessos de dramas, sexo ou mimimi's dos personagens.



"Eu amo você, Cassie. Tenho certeza de que vou fazer algumas besteiras, pois não tenho experiência. Prometa que será paciente comigo."
Não nego que no começo do livro quis dar uns tapas em Cassie por ser tão insegura e também tão teimosa, sabe aquele tipo de pessoa que desconfia que errou mas não quer dar o braço a torcer? É ela no começo, ainda bem que ela evolui muito durante a história e termina com uma personagem encantadora e decidida. Jack Carter não foi nada do que eu esperava, estava preparada para odia-lo por ser um babaca possessivo, mas que personagem mais cativante! Eu adorei seu humor, sua preocupação e principalmente seu amor ao beisebol, que é seu sonho e um trabalho pelo qual ele tem muita dedicação.

Os personagens secundários também ganharam meu coração, Melissa e Dean são uns fofos, tem papeis super importantes na história e provavelmente são o próximo casal da série (shipando eternamente). Eles são sinceros, engraçados, apoiam os personagens quando precisam e também dão aquele puxão de orelha que a gente morre de vontade de dar nas atitudes bestas do casal principal.

A única coisa que eu não gostei da história com certeza foi a reviravolta, achei que ficou meio boba demais, a atitude de Carter por mais que seja justificada pela sua personalidade ficou meio lol, e nesse momento eu passei raiva porque simplesmente não conseguia acreditar que ele estava realmente levando a sério aquilo e ia continuar agindo feito um bobo. Mas com certeza não é algo que estraga o livro, só faz você dar um tapa na testa e pensar: "Que burro cara!"




Eu gostei muito de como a autora trabalho temas como as marcas que nossos pais deixam na nossa vida, como é difícil confiar em alguém quando você tem traumas com isso e principalmente como é difícil amar uma pessoa e querer ela mesmo quando esta faz uma cagada. Em todos os momentos do livro eu achei as atitudes dos personagens muito reais (tira só o que Carter decide fazer após a burrada dessa frase, isso foi idiota) e sinceramente não faria nada diferente, porque assim como Cassie eu também sou extremamente insegura e tenho problemas para confiar nas pessoas hahahaha (olha o sujo falando do mal lavado nos stories kkkkk).

Mas enfim, para quem quer um romance leve, super fluido e engraçado eu recomendo muito O Jogo Perfeito. Esse é um daqueles livros que você não consegue parar de ler porque quer saber o que vai acontecer na próxima página, e mesmo que seja um pouco clichê as descobertas é ótimo para dar uns gritos com os personagens e também rir da desgraça alheia hahaha. Este é um NA que tem tudo na medida certa, e que com certeza vai agradar todos os leitores.

Um comentário

  1. Muito legal. Romances de amor sempre são bem vindos. Bjus

    ResponderExcluir